conecte-se conosco

Esporte

De olho em Tóquio, carateca treina com atletas da seleção de taekwondo

Publicado


.

Vice-campeã mundial em 2016, a carateca paulista Valéria Kumizaki não mede esforços para chegar em plena forma no Pré-Olímpico Mundial da modalidade, em Paris (França), adiado para o ano que vem, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Para se garantir na estreia olímpica do caratê nos Jogos de Tóquio (Japão), Kumizaki, de 35 anos, optou por treinar com os atletas Miguel e Milena Titoneli e os técnicos Clayton e Reginaldo dos Santos, todos da seleção brasileira de taekwondo. 

O grupo está reunido em uma chácara na região de São Roque, no interior paulista, e Kumizaki resolveu se juntar a eles. O único objetivo é treinar, respeitando as regras sanitárias para evitar o contágio da covid-19. “Quando a equipe do caratê está lá no Rio de Janeiro, no CT do Time Brasil, e o pessoal do taekwondo também, eu sempre dou um jeito de assistir aos treinos deles. Gosto da modalidade e me inspiro nos treinos deles, principalmente nos chutes, que são golpes bem importantes no caratê”. 

Kumizaki lembra ainda que o preparador físico da equipe nacional do Taekwondo é o mesmo do caratê. “É o Ariel Longo. Já tinha comentado com ele que eu gostaria de melhorar meus chutes e aí surgiu com a ideia de eu ir treinar com a galera do taekwondo. Eu conhecia também o Clayton e o Reginaldo. Mas nunca tinha conversado com eles. Estou impressionada com o trabalho deles, e muito feliz de poder estar aqui aprendendo a chutar com os melhores técnicos do mundo”, revela à Agência Brasil.

 

 

Bicampeã no Pan de Lima

A paulista colecionou ótimos resultados no ano passado.  Após assegurar em fevereiro a vaga no Pré-Olímpico Mundial de Caratê, em Paris, Kumizaki foi bicampeã dos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru), na categoria até 55 quilos. Foi a quarta medalha de uma série: a carateca foi prata no Pan do Rio (2007), bronze no Pan de Guadalajara (2011) e o primeiro ouro no Pan de Toronto (2015). 

“Vou competir nesse classificatório e também tenho o ‘cartão continental’ pelo ouro no Pan, que dá direito a três vagas nos Jogos Olímpicos. Mas a entrada na Olimpíada pelo ‘cartão continental’ depende de vários resultados de outras atletas no ranking mundial, não só os meus. Por isso, estou treinando muito focada, principalmente, no Pré-Olímpico. Se Deus quiser vai dar tudo certo”, diz confiante a carateca, atualmente décima sétima colocada no ranking mundial até 55 kg. 

Atuais colegas de treino de Valéria Kumizaki na chácara do interior paulista reconhecem que a experiência de treinar juntos favorece a todos. Ícaro Miguel, líder no ranking mundial de taekwondo – categoria até 87 kg – considera que “ter pessoas como a Valéria Kumizaki no nosso dia a dia agrega muito para todos, estamos compartilhando conhecimentos”.

A atleta Milena Titoneli também apoia a carateca. “Tínhamos conversado apenas uma vez, lá no Prêmio Brasil Olímpico do ano passado. Esse período de treinos está sendo uma experiência enriquecedora para todos nós”, comentou a campeã pan-americana ano passado.  

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
publicidade

Esporte

Partida entre Fluminense e Botafogo será transmitida em TV aberta

Publicado


.

Os torcedores de Fluminense e Botafogo poderão acompanhar pela televisão aberta a semifinal da Taça Rio, que acontece neste domingo (05). A juíza Eunice Bitencourt Haddad, da 24ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, concedeu liminar nesta sexta-feira (03) à Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), obrigando a Rede Globo de Televisão a transmitir a partida. A Globo anunciou neste sábado (04) que vai acatar a decisão judicial.

Em nota oficial, a emissora informou que vai recorrer da decisão, mas que, em respeito à Justiça e aos clubes, decidiu exibir o confronto. Na última quinta-feira (02), a Globo rescindiu o contrato de transmissão do Campeonato Carioca alegando violação dos seus direitos de exclusividade após exibição, no dia anterior, de Flamengo x Boavista, pela FlaTV.

A partida entre Fluminense e Botafogo será transmitida em canal aberto para a cidade de Juiz de Fora (MG) e para os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sergipe, Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Maranhão, Amazonas, Pará, Acre, Amapá, Rondônia e Roraima. Os canais por assinatura SporTV e o Premiere exibem o jogo para todo o Brasil.

Fluminense e Botafogo se enfrentam pela segunda vez no campeonato carioca. No primeiro encontro, pela Taça Guanabara, o tricolor venceu por 3 a 0, com dois gols de Nenê e um de Wellington Silva. O “clássico vovô” começa às 16h, no Estádio Nilton Santos. No mesmo horário, Flamengo e Volta Redonda se enfrentam no Maracanã. A final da Taça Rio está inicialmente marcada para quarta-feira, dia 8 de julho. Se o Flamengo conquistar o segundo turno, não haverá final do Campeonato Carioca, uma vez que o rubro-negro já venceu a Taça Guanabara e é o time de melhor campanha na competição.

Confira a nota da emissora na íntegra:

“A Globo rescindiu essa semana o contrato para a transmissão do Campeonato Carioca pela violação dos seus direitos de exclusividade, mas recebeu ontem à noite uma ordem judicial que a obriga a transmitir os jogos sobre os quais tinha direito quando o contrato estava em vigor. A Globo vai recorrer da decisão, mas, em respeito à Justiça e aos Clubes, dos quais é parceira histórica, vai transmitir a partida de amanhã entre o Fluminense e o Botafogo pela semifinal da Taça Rio, na TV Globo, no SporTV e no Premiere.

A Globo esclarece que os clubes são livres para transmitir seus jogos ou autorizar que terceiros os transmitam, uma vez que o contrato foi rescindido. Para transmitir o jogo que acontece amanhã, às 16h, no Estádio Nilton Santos, a Globo está acionando um protocolo de urgência que garanta a logística para uma transmissão com o padrão de qualidade de sempre e que resguarde a segurança e a saúde das equipes de transmissão.

A Globo é parceira e incentivadora do futebol brasileiro há muitas décadas, entende a sua importância para clubes, jogadores, marcas e torcedores e reitera a sua crença de que o futebol só será capaz de vencer as inúmeras dificuldades com planejamento e segurança jurídica para aqueles que investem altas quantias nesse negócio tão importante para o Brasil e para os brasileiros.”

 

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana