conecte-se conosco

Polícia

Deam de Guarapari prende homem acusado de ameaça que descumpriu medida protetiva

Publicado

 

A equipe da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) de Guarapari prendeu, nesta terça-feira (13), um homem de 23 anos contra o qual havia um mandado de prisão preventiva em aberto por crime de ameaça e descumprimento de Medida Protetiva de Urgência.

“Ele e a vítima conviveram por anos, mas era uma relação conturbada. Em 2018, ela solicitou Medidas Protetivas de Urgência, que foram deferidas pelo poder judiciário. Depois disso, eles chegaram a reatar o relacionamento, mas ela voltou a sofrer ameaças de morte por parte dele, procurando a delegacia novamente”, explicou a titular da Deam de Guarapari, delegada Francini Parmagnani.

O homem tem um histórico violento. Segundo levantamentos da Polícia Civil em Guarapari, ele está ligado ao tráfico de drogas no bairro Adalberto Simão Nader, já foi preso por porte ilegal de arma de fogo e responde a dois inquéritos na Deam do município. No último fim de semana, ele sofreu uma tentativa de homicídio, motivada pela disputa entre organizações criminosas da região.

Em razão do descumprimento da Medida Protetiva de Urgência e do histórico de agressividade e envolvimento com crimes, a Deam de Guarapari representou pela prisão preventiva do acusado. Após a expedição do mandado de prisão pelo poder judiciário, policiais foram até o endereço dele e realizaram buscas. No entanto, o homem não foi localizado. Horas depois, o investigado compareceu pessoalmente à delegacia, acompanhado da mãe.

“Ele prestou depoimento, confirmando que ameaçava matar a ex-companheira. Neste momento, foi informado sobre o mandado de prisão que havia contra ele”, explicou a delegada.

Após os procedimentos de praxe, o acusado foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Guarapari, onde permanece à disposição da Justiça.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Homem morre após bater a cabeça durante briga com irmão em Pancas

Publicado

por

Um homem de 61 anos morreu neste sábado (28), por volta das 22h30, no bairro Operário, em Pancas. Segundo a Polícia Militar, a instituição recebeu uma informação dando conta que Sebastião Luiz de Farias tinha dado entrada no Pronto-Atendimento (PA) do município já sem vida.

Ainda de acordo com informações, uma irmã de Sebastião e também do outro homem, que estava no trabalho, recebeu uma ligação e se deslocou e viu Sebastião agredindo seu irmão, inclusive, segundo a ocorrência policial, a irmã dos dois homens conseguiu tirar um facão que estava com a vítima, sendo que Sebastião caiu e bateu a cabeça na parede logo em seguida.

Os irmãos de Sebastião foram encaminhados à 15ª Delegacia Regional de Colatina, sendo que foram liberados logo em seguida pelo delegado de plantão. O caso volta para a Delegacia de Polícia Civil de Pancas, onde o delegado João Seidel Júnior comandará a investigação do caso.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana