conecte-se conosco


Polícia

Denarc e Força Nacional prendem uma das lideranças do tráfico e um armeiro de Viana

Publicados

em

 

A equipe do Departamento Especializado em Narcóticos (Denarc), com o apoio da Polícia Judiciária da Força Nacional, prendeu, uma das lideranças do tráfico dos bairros Nova Bethânia, Vila Bethânia e Areinha. O suspeito de 30 anos foi detido no último domingo (04), em sua casa de veraneio em Fundão. Foram apreendidos, escondidos em um barril, enterrado nos fundos da propriedade do suspeito em Viana, 14 quilos de crack.

Após a detenção da liderança do tráfico, as investigações continuaram, e nessa quarta-feira (07), foi detido o suspeito apontado pelas investigações como o armeiro da organização criminosa. Com ele, foram apreendidas armas de fogo, três simulacros, além de munições.

O resultado da operação foi apresentado em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (08), na Chefatura de Polícia Civil, em Vitória. Para o delegado-geral da Polícia Civil, delegado José Darcy Arruda, esses suspeitos ostentam essas armas para os grupos rivais para demonstrar um poder bélico muito grande.

“A retirada dessa droga do mercado representa um forte golpe na estrutura do tráfico de drogas. Isso é fruto de um trabalho da polícia e demonstram para a sociedade o quanto as polícias vêm trabalhando no combate à oferta da droga”, ressaltou.

Segundo o titular da Delegacia Especializada em Narcóticos, delegado Alexandre Falcão, o detido é apontado como uma das lideranças do tráfico dos bairros Nova Bethânia, Vila Bethânia e Areinha. Ele tem passagens na polícia por tráfico de drogas, porte ilegal de armas e é investigado por homicídio.

“Ele ostenta uma vida de carros de luxo, casas, viagens, garotas de programa. Ele foi preso na cidade de Fundão e a droga em uma residência que foi confirmada que é dele, onde foram encontrados 14 quilos de drogas, que produzem cerca de 56 mil pedras de crack. Ele comanda o tráfico de Viana, mas tem ligação com os grupos criminosos da Grande Vitória. Além de ser um traficante conhecido, ele é fornecedor de drogas também para as cidades da Grande Vitória”, contou o delegado. 

Com o suspeito de 27 anos, apontado como armeiro da organização criminosa foram apreendidos uma pistola cal. 380, uma espingarda cal. 12, um revólver cal. 357, um revólver cal. 38, um simulacro de fuzil, dois simulacros de pistola, uma munição cal. 9mm, oito munições cal. 38, seis munições cal. 357, oito munições cal. 12, uma munição cal. 762,  25 munições cal. 36, 31 munições cal. 380, 20 munições cal. 40

O suspeito de 30 anos foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. O suspeito de 27 anos foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Os dois foram encaminhados para o Centro de Triagem de Viana. 

Comentários Facebook
Propaganda

Polícia

DPCAI de Linhares indicia detento por estupro de vulnerável durante saída temporária; jovem de 13 nos está grávida

Publicados

em

 

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente e ao Idoso (DPCAI) de Linhares concluiu a investigação sobre o estupro de uma adolescente de 13 anos e indiciou um interno do sistema prisional pelo crime de estupro de vulnerável. O suspeito tem 25 anos, cumpre pena pelo crime de roubo e cometeu o crime durante uma saída temporária. A adolescente está grávida e a gestação, já avançada, não pode ser interrompida, pois colocaria em risco a vida da menina.

“O caso chegou ao nosso conhecimento no dia primeiro de fevereiro, quando a adolescente de 13 anos nos relatou que foi estuprada por um preso, com benefício de saída temporária. Ela contou que o homem estava hospedado em casa de parentes na zona rural do município de Linhares e que, durante essa hospedagem, ele a violentou”, relatou a titular da DPCAI de Linhares, delegada Silvana Soeiro.

As investigações confirmaram o relato da menina e indicaram que o suspeito ainda ameaçou matar toda a família, caso a informação viesse a conhecimento público. No entanto, o segredo não foi mantido por muito tempo, pois a violência gerou uma gestação. Atualmente, a jovem está com cerca de seis meses de gravidez.

O suspeito tem diversas passagens criminais, por roubo e receptação. Agora, vai responder também pela prática de crime de estupro de vulnerável, com pena de 08 a 15 anos de prisão. “Mesmo com ele preso, representamos por mais uma prisão preventiva e pela manutenção da atual prisão. Dessa forma, seu regime de prisão regride e não será beneficiado com novas ‘saidinhas’”, afirmou a delegada.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana