conecte-se conosco


Nacional

Desrespeitar distanciamento social pode levar a multa de até R$ 1,5 milhão no RS

Publicados

em


source
Governador do Rio Grande do Sul. Eduardo Leite (PSDB)
Antonio Cruz/ABr

Governador do Rio Grande do Sul. Eduardo Leite (PSDB)

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), vai assinar um decreto que determina multa de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão para que descumprir as medidas restritivas de contenção à Covid-19 no estado . As informações são do Estadão .

Entre outras coisas, são consideradas infrações: impedir ou dificultar a aplicação de medidas sanitárias ou a fiscalização por parte das autoridades. Em caso e reincidência, a multa é dobrada.

Tanto pessoas físicas quanto juríicas que cometerem infrações serão submetidas a multas da mesma forma.

O texto divide as penalidades de leve a gravíssima, levando em consideração se há antecedência, “errada compreensão” da norma sanitária, coação do infrator, entre outros pontos.

No decreto, há mudança, também, no que é considerado essencial. Um comércio é essencial apenas à venda de produtos essenciais, como alimentação, saúde e higiene. Um supermercado que vende também vende aparelhos eletrônicos, por exemplo, estará proibido de comercializar esses produtos.

A ocupação dos leitos de UTI no estado passa de 100%. Nos hospitais privados, é de 130%, e na rede pública, 93%.

Comentários Facebook
Propaganda

Nacional

São Paulo volta a ter peixes nadando no Rio Pinheiros

Publicados

em


source
 São Paulo volta a ter peixes nadando no Rio Pinheiros
Reprodução

São Paulo volta a ter peixes nadando no Rio Pinheiros

Um grupo de ciclistas flagrou na última segunda-feira (12) uma imagem incomum para os moradores e frequentadores de São Paulo. A presença de peixes nadando no Rio Pinheiros . O governador do estado,  João Dória (PSDB), compartilhou as imagens nas suas redes sociais.

Especialistas afirmam que os animais vieram de afluentes já recuperados, porém é uma boa notícia que os peixes tenham encontrado pontos no Rio Pinheiros com oxigenação suficiente para se permanecer vivos. Segundo os mesmos, o retorno dos animais é um indicativo de que a vida pode estar recomeçando no local.

A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente informou que analisará o aparecimento dos animais para identicar a migração realizada por eles. Será estudado, também, quais as espécies estavam no local. “A expectativa é que o rio abrigue algumas espécies de peixes, tenha águas claras e limpas para que, sem o odor, a população possa ocupar suas margens e contar com uma nova opção de lazer”, comunicou a pasta.


Segundo a secretaria, a conclusão da despoluição do rio Pinheiros está prevista para o fim de 2022 . Até lá, serão expandidas as coletas e tratamentos de esgotos na região, desassoreamento e coleta de resíduos sólidos , bem como a revitalização das margens do rio.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana