conecte-se conosco


Estado

Detran/ES se mobiliza com prefeituras para reduzir os acidentes de trânsito

Com o objetivo de planejar conjuntamente as atividades do movimento internacional de redução de acidentes de trânsito, o Maio Amarelo, o Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) realizou, nesta quinta-feira (21), uma reunião de trabalho, em Vitória, com prefeitos, secretários municipais e representantes das guardas de trânsito. O Maio Amarelo será lançado nacionalmente […]

Publicados

em

Com o objetivo de planejar conjuntamente as atividades do movimento internacional de redução de acidentes de trânsito, o Maio Amarelo, o Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) realizou, nesta quinta-feira (21), uma reunião de trabalho, em Vitória, com prefeitos, secretários municipais e representantes das guardas de trânsito. O Maio Amarelo será lançado nacionalmente no Espírito Santo, no dia 24 de abril, às 15 horas, no Palácio Anchieta, também na Capital.


Além do governador do Estado, Renato Casagrande, o lançamento vai contar com autoridades do setor de Trânsito e Mobilidade Urbana de todo o País, assim como de representantes do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Em preparação para a campanha, a reunião desta quinta-feira teve o objetivo de mobilizar os 78 municípios para que proponham e participem ativamente das atividades de conscientização para boas práticas no trânsito.

O diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, que coordenou a reunião, apresentou as principais iniciativas do Órgão, estatísticas sobre acidentes nas vias e rodovias capixabas e conclamou as prefeituras para se engajarem no Maio Amarelo.

“É fundamental que todos os municípios se envolvam, com ações nas escolas, faculdades, nas ruas, com ampla divulgação nos sites institucionais, com caminhadas, passeios ciclísticos, iluminação de pontos em amarelo, que é a cor do movimento. O Detran|ES está à disposição para receber propostas de atividades em conjunto. A pauta da redução de acidentes de trânsito, proposta pelo Maio Amarelo, é também uma prioridade definida pelo governador Renato Casagrande para as tarefas do Governo do Estado”, pontuou Givaldo Vieira.

Dentre os números apresentados pelo diretor geral do Detran|ES aos participantes, estão a redução de 18,3 % na quantidade de vítimas fatais de trânsito na comparação entre os anos de 2018 (744 mortes) e 2017 (911 mortes), segundo dados do Observatório de Segurança Pública do Espírito Santo, vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

Propostas nos municípios

O prefeito de Santa Leopoldina, Vavá Coutinho, sugeriu que a campanha publicitária do Maio Amarelo também seja feita por meio de mídia móvel, como no para-brisa traseiro de ônibus, por circular em diferentes locais e pontos distintos, além de destacar a Caminhada do Imigrante, que será realizada em 1º de maio, como opção para o Detran|ES participar com ações educativas. 

Presente à reunião, o subsecretário de Transporte da Prefeitura de Santa Maria de Jetibá, Siguimar Schwanz, lembrou que, a partir de uma edição do Maio Amarelo, escolas do campo da rede municipal desfilaram, no ano passado, com cores e cartazes do Movimento durante a 29ª Festa Pomerana do município. “Neste ano novamente manteremos a ala com foco na educação de trânsito no Desfile Histórico Pomerano”, afirmou Schwanz.

Participaram, ainda, os prefeitos de São Roque do Canaã, Rubens Casotti; de Iúna, Coronel Weliton Pereira; de Vila Valério, Robson Parteli; de Ibitirama, Reginaldo Simão de Souza; os vice-prefeitos de Baixo Guandu, Eloy Avelino e de Conceição da Barra, Jonias Dionísio; a diretora técnica do Detran|ES, Édina de Almeida Poleto, além de subsecretários, coordenadores de Educação de Trânsito e guardas municipais de 22 municípios da Grande Vitória e do interior.

Maio Amarelo

Trata-se de um movimento internacional que nasceu com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Em 11 de maio de 2011, a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Com isso, o mês de maio se tornou referência mundial para balanço das ações que o mundo inteiro realiza

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Espírito Santo vai ganhar hub de inovação e economia criativa

Publicados

em

Os capixabas ganharão, em breve, um espaço dedicado às ações de fomento à inovação e à economia criativa: o Hub ES+. O novo espaço será um centro de inovação e economia criativa, a ser instalado no Centro de Vitória, no antigo cartório da Praça Costa Pereira. O projeto arquitetônico do HUB ES + está em andamento e as obras já estão em fase inicial. A previsão é de que a inauguração aconteça em outubro deste ano.

O local foi projetado para a realização de cursos, palestras, trabalhos multimídia, coworking, aceleração e incubação de iniciativas inovadoras e criativas. Nesta quarta-feira (29), representantes das secretarias de Inovação e Desenvolvimento (Sectides), da Cultura (Secult), de Gestão e Recursos Humanos (Seger) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) participaram da visita ao local.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Ricardo Pessanha, frisou que o Hub ES+ representa a união da arte e da cultura com a ciência, a tecnologia e a inovação. “A localização é estratégica para o fortalecimento de outra importante ação de nosso Governo, que é a revitalização do Centro de Vitória”, destacou.

“É conhecido que a inovação floresce na diversidade e que as diferenças, os encontros e desencontros têm o potencial de gerar novas ideias, além de desembocar em inovações. Portanto, acredito que a criação do Hub ES+ contribui de forma decisiva para a revitalização do Centro e para as bases de uma nova economia capixaba, com vistas ao desenvolvimento de processos inovadores”, salientou Pessanha.

Para o secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha, a cultura, a economia criativa e a inovação têm em comum a capacidade de criar redes de produtos e serviços, gerando renda e oportunidades. “Integramos ações da Secult e da Sectides no espaço físico do HUB ES+, e vamos potencializar o acesso ao conhecimento para empreendedores, por meio de diversas ações no local”, completou.

O secretário de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Marcelo Calmon, comentou que o Hub ES+Criativo é um canal fundamental para ampliar ainda mais a conexão entre o Governo do Estado e o ecossistema de inovação. “Para a Seger, é fundamental porque cria um espaço dinâmico para a conexão dos seus produtos, como o Startup ES, o Pitch Gov, Aceleração do Inoves, entre outras ações que nós desenvolvemos por meio do LabGes”, ressaltou o secretário.

“O SEEDES tem o foco de fortalecer o ecossistema capixaba de inovação, ao fazer a aceleração de 30 startups. Abrigar essa aceleração no HUB ES+ é uma forma de potencializar a união da economia criativa, da inovação e da cultura e, com isso, desenvolver ainda mais o ecossistema”, enfatizou o diretor de Inovação Elton Moura, da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes).

No Hub ES+, funcionarão programas, como o Programa SeeDES (Startups e Empreendedorismo Estadual em Desenvolvimento no Espírito Santo), o I2CA e Ações para Economia Criativa. O Programa de Aceleração do Estado do Espírito Santo, o SEEDES, é o primeiro programa público de aceleração de Startups do Estado do Espírito Santo e uma importante ação para o fortalecimento do ecossistema de empreendedorismo e inovação capixaba. Para isso, deve ser desenvolvido como política pública do Estado e absorvido e apoiado pelo ecossistema e pelas diversas instituições capixabas.

No primeiro ciclo, por meio de um chamamento público, serão selecionadas 30 startups para um processo intenso de aceleração, com duração de seis meses, e que contará com capacitações, mentorias personalizadas, subvenção econômica, bolsa para dedicação exclusiva ao negócio, trocas de conhecimento, networking e imersão no ecossistema.

Com o propósito de desenvolver pesquisas para benefício fundamentalmente da indústria, nas áreas de Cognição Visual Artificial, Mobilidade Autônoma, e Interação Autônoma Inteligente, entre outras correlatas e pertencentes à grande área de Inteligência Computacional, o Programa de Inteligência Computacional Aplicada (I2CA) atualmente conta com as parcerias da ArcelorMittal, da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) e de Startups.

Voltado para ações de economia criativa, o Programa ES + Criativo, do Governo do Estado, por meio da Secult e de outras instituições, vem formando parcerias para fomentar políticas públicas na área de economia criativa, em âmbito Estadual e municipal. A intenção é valorizar a criatividade, o capital intelectual e o valor simbólico-cultural do Espírito Santo. O segmento criativo, além de abranger setores como o mercado da música, da gastronomia, do artesanato e até mesmo da tecnologia da informação, também amplia uma rede de produtos e serviços, gerando renda e oportunidades.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sectides
Ana Luiza Freitas / Gabriela Galvão / Larissa Linhalis
(27) 3636-9707 / 6753 / 1822 / 99949-8105 / 99942-9537 / 98102-0236
[email protected]

Assessoria de Comunicação da Secult
Aline Dias / Danilo Ferraz / Erika Piskac/ Juliana Nobre
(27) 3636-7111 / 99753-7583 / 99902-1627
[email protected] / [email protected] / brasã[email protected]
https://www.facebook.com/SecultES
https://www.instagram.com/secult.es/

Assessoria de Comunicação da Seger
Vitor Possatti Rodrigues
[email protected]

Assessoria de Comunicação da Fapes
Samantha Nepomuceno
(27) 3636-1867
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana