conecte-se conosco

Nacional

‘É inaceitável a polícia usar força desproporcional e desnecessária’, diz Doria

Publicado

source
Doria arrow-options
Governo do Estado de São Paulo

“Não podemos transformar esse episódio num confronto entre polícia e a população e não podemos criminalizar nem a a comunidade e nem a polícia”, diz Doria

O governador João Doria (PSDB) moderou nesta quinta-feira a sua defesa da atuação da Polícia Militar no episódio que culminou na morte de nove jovens em um baile funk na favela de Paraisópolis no último domingo.

Leia também: “A fome me preparou para a dor”, diz jovem que perdeu couro cabeludo em kart

Na segunda-feira, Doria havia afirmado que “nada mudaria” na segurança pública da cidade após a tragédia. Mas após reunir-se com mães de vítimas e receber vídeos de abusos policiais, o governador admitiu a necessidade de melhorias nas operações e a Não podemos transformar esse episódio num confronto entre polícia e a população e não podemos criminalizar nem a a comunidade e nem a políciao”.

– A polícia já foi orientada [após o episódio] para rever protocolos e inibir, se não acabar, qualquer tipo de abuso que possa ocorrer. É inaceitável que a melhor polícia do Brasil use de força desproporcional e desnecessária, sobretudo quando não há reação dos cidadãos. Eu mesmo fiquei muito chocado quando vi as imagens do vídeo de outubro em que um PM agride desnecessariamente jovens saindo de um local fechado – disse Doria, em coletiva nesta quinta-feira no Palácio dos Bandeirantes.

Leia mais:  Homofobia: Suspeitos espancam e atiram em rapaz que beijou outro homem em bar

Na quarta-feira, Doria recebeu sete mães de vítimas, dois líderes comunitários de Paraisópolis , além de representantes da Defensoria Pública e da OAB. O governador afirmou que foi questionado por uma das mães, preocupada com sua própria segurança após as críticas à operação policial de domingo. Doria diz ter selado um compromisso de que não haverá reação policial que ameace a segurança dos envolvidos na tragédia.

Leia também: Homem é suspeito de matar filho 27 anos após matar a própria mãe

— Não podemos transformar esse episódio num confronto entre polícia e a população e não podemos criminalizar nem a a comunidade e nem a polícia – afirmou Doria .

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Chuva forte alaga ruas e causa destruição e morte na região de Belo Horizonte

Publicado

source
Chuva arrow-options
Reprodução/TV Globo

Chuva causou destruição em diversos pontos da cidade mineira

Um novo temporal atingiu Belo Horizonte, na noite desta terça-feira (28), e voltou a alagar ruas e avenidas. A Defesa Civil registrou chuva extremamente forte em quatro regiões da capital mineira. Em apenas quatro horas, choveu cerca de 150,8 mm ou metade da média histórica de chuva para janeiro.

Leia também: Ministério da Educação libera acesso ao resultado do Sisu

De acordo com o G1, moradores do bairro Buritis registraram a enxurrada em vídeos. A Avenida Prudente de Morais, na região Centro-sul de BH, e ruas do bairro Sion estão alagados. No bairro Salgado Filho, a Avenida Tereza Cristina ficou submersa mais uma vez.

Nas redes sociais, usuários compartilharam vídeos em que mostram a força da água arrastando vários carros. Nas imagens, clientes de um restaurante filmaram os veículos flutuando a poucos metros de onde estavam.

Parte da estrutura do teto do BH Shopping, no bairro Belvedere, desabou. Clientes e lojistas estavam no local quando o gesso começou a cair. Um vídeo mostra o momento do desabamento.

Leia mais:  Tráfico e milícia são a mesma coisa, diz secretário de Polícia do Rio

Leia também: Petistas admitem que abrem mão da Prefeitura por pré-candidatura de Haddad

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, um homem de 45 anos morreu soterrado por uma casa no bairro Cristais, na cidade de Nova Lima. Com isso, o número de mortos desde o início das fortes chuvas na região já chega a 53.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana