conecte-se conosco


Grande Vitória

EDP lança programa Comunidade IN no bairro Jabaeté, em Vila Velha

Publicados

em

Durante as férias escolares, as crianças ficam por mais tempo em casa e também brincando ao ar livre, e por vezes esses momentos acontecem sem a supervisão de um adulto. Com isso, se torna ainda mais importante reforçar os
cuidados com energia elétrica, evitando o risco de acidentes graves.

Durante o ano de 2021 foram atendidas 1.497 ocorrências relacionadas a pipas nas redes elétricas da EDP, distribuidora de energia do Vale do Paraíba. Além dos riscos envolvidos para quem está no local, com o corte dos cabos, o fornecimento de energia pode ser interrompido, não só para residências, como para comércios, indústrias e até hospitais da região. Para o atendimento dessas ocorrências é necessário o deslocamento de equipes técnicas da concessionária, que realizam o reparo e a limpeza da rede danificada.

Israel Buzetti Sobrinho, gestor de Operação da EDP, reforça a importância da prática segura da brincadeira. “Trabalhamos para restabelecer o fornecimento de energia o mais rápido possível, mas nossa preocupação maior é com a segurança. Sabemos que o cerol e linha chilena são proibidos, mas ainda tem quem utiliza e, por serem compostos de pó de vidro, são materiais altamente condutores de energia, podendo causar sérios acidentes com quem está brincando e com outras pessoas.”

Vale relembrar algumas orientações sobre as pipas e outros cuidados em casa, para as férias:

  • Além de serem proibidos, o cerol e a chamada “linha chilena” trazem risco para motociclistas e pedestres e também oferecem perigo no contato com a rede de energia. Ao cortar a camada protetora da fiação, a linha interrompe a transferência de corrente elétrica, podendo provocar curto-circuito;
  • Empine pipas longe de rede elétrica, em locais onde não exista nenhum tipo de cabo de energia, de serviço telefônico ou antenas de celular. Isso evita acidentes e interferências na qualidade desses serviços;
  • Se a pipa ficar presa nos fios elétricos, não tente retirá-la. Nunca use varas nem suba no poste para tirar uma pipa. O choque, nestes casos, pode ser fatal;
  • Arremessar objetos na rede elétrica para o resgate da pipa pode causar graves acidentes. O “lança-gato” (pedra presa a uma linha) ou qualquer outro objeto não devem ser lançados na rede;
  • Empinar pipas em locais como lajes e muros deve ser evitado. A proximidade com os fios de alta tensão aumenta o risco de acidentes graves e fatais, além do perigo de quedas.
  • Em caso de relâmpagos, recolha a pipa imediatamente. Não solte pipas em dias de chuva ou vento muito forte;
  • Dentro de casa, projeta tomadas com tampas, evitando o contato das crianças menores.
  • Nunca utilize o celular durante o carregamento na tomada. No caso de um raio atingir a proximidade, pode haver maior circulação de energia no circuito interno da residência, atingindo quem está usando o aparelho.
  • Evite utilizar equipamentos elétricos com o corpo molhado, já que água é condutora de energia.
  • Não deixe fios e aparelhos elétricos próximos de piscinas.

Para conscientizar a população e alertar crianças e adultos sobre como reduzir os riscos na hora de brincar, a EDP e o Instituto EDP realizam projetos durante todo o ano com as comunidades dos municípios onde a concessionária atua, principalmente em escolas e áreas com altos índices de ocorrências com a causa pipas.

Um acidente causado por descarga elétrica pode deixar sequelas como queimaduras e, em casos mais extremos, causar a morte. Para solicitações e denúncia de possíveis riscos com a rede elétrica, ou para comunicar a interrupção de energia, a EDP orienta à população a entrar em contato pelos canais de atendimento:

– Site EDP Onlinewww.edponline.com.br
– Aplicativo EDP Online (compatível com as plataformas Android™, iOS e Windows Phone)
– Central de Atendimento ao Cliente: 0800 721 0707 (ligação gratuita, 24 horas/sete dias por semana).

– Agência de atendimento presencial (endereços de todas as unidades no site EDP Online)

 

Dados por município Vale do Paraíba – Ocorrências com pipas

Municípios Ocorrências Clientes impactados
APARECIDA 29 959
CACAPAVA 47 1.669
CACHOEIRA PAULISTA 55 2.188
CANAS 9 280
CRUZEIRO 200 5.598
GUARATINGUETA 140 2.349
JACAREI 177 11.899
JAMBEIRO 3 5
LORENA 163 2.570
PINDAMONHANGABA 150 4.115
POTIM 28 918
ROSEIRA 7 205
SANTA BRANCA 13 486
SAO JOSE DOS CAMPOS 184 24.197
TAUBATE 246 8.454
TREMEMBE 46 2.214
TOTAL 1.497 68.106

 

Comentários Facebook
Propaganda

Grande Vitória

Detran|ES realiza ação educativa de trânsito em Vitória

Publicados

em

 

A equipe de educação do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), em parceria com a Guarda Municipal e a Gerência de Educação no Trânsito de Vitória, realizou uma ação educativa, no último sábado (15), no bairro Jardim da Penha. A atividade aconteceu após uma solicitação da Associação de Moradores do bairro. 

Os servidores realizaram ação de Atenção Pela Vida, que consiste na realização de abordagens de conscientização a pedestres, ciclistas, motociclistas e motoristas que passavam pela Praça Regina Frigeri Furno, mais conhecida como Praça do Epa, e na Feira Livre do bairro.  

Entre os assuntos abordados, estava a travessia utilizando a faixa de pedestre, os cuidados que o ciclista deve ter nas vias, tanto cuidando do pedestre quanto, no cuidado em se fazer ser visto pelos condutores de veículos automotores, uso de capacete, cinto de segurança e da cadeirinha, mesmo para aqueles percursos rápidos, dentro do mesmo bairro de residência dos condutores.  

Cerca de 250 pessoas foram sensibilizadas pelas equipes de educação do Detran|ES, da Gerência de Educação no Trânsito da Prefeitura de Vitória e pelos agentes de trânsito da Guarda Municipal. Outras ações similares estão programadas para acontecer nas próximas semanas em outros bairros de Vitória.  

Detranzinho na sua cidade 

Os municípios ou instituições que tiverem interesse em levar as ações de educação de trânsito do “Detranzinho Itinerante” para a população da cidade devem fazer a solicitação, por meio de oficio endereçado à Diretoria Técnica, pelo e-mail [email protected] 

O ofício também poderá ser protocolado eletronicamente, via e-Docs, ou presencial na sede do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo, em Vitória, ou em qualquer Ciretran ou Posto de Atendimento Veicular no Estado. 

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana