conecte-se conosco

Entretenimento

“Ele sabe o que aconteceu”, diz mulher que acusa príncipe Andrew de estupro

Publicado

source

A complicada relação entre o príncipe Andrew e o milionário Jeffrey Epstein , preso por tráfico de mulheres e pedofilia, que se suicidou na prisão, continua rendendo. Virginia Giuffre , que acusa o filho preferido de Elizabeth de estupro, deu uma entrevista à BBC , que vai ao ar nesta segunda, reiterando suas acusações. Ela diz que foi obrigada a transar com o príncipe por três vezes, entre 1999 e 2002. Na primeira vez, ela tinha apenas 17 anos.

Leia também: Viagem de Príncipe Harry e Meghan Markle aos EUA incomoda Rod Stewart

Virginia Giuffre arrow-options
Reprodução/Twitter

Virginia Giuffre


“Ele sabe o que aconteceu, eu sei o que aconteceu e há apenas um de nós dizendo a verdade”, disse Virginia .

As relações sexuais teriam acontecido em Nova York, Londres e numa ilha no Caribe que pertencia a Epstein. “Foi um momento assustador na minha vida”.

Leia também: Príncipe Harry processa jornais por colocarem escutas telefônicas

Por causa das relações com Epstein, Andrew foi retirado das obrigações reais e perdeu o salário anual dado pela coroa . Ele, no entanto, nega ter tido qualquer relação com Virginia, como foi dito em entrevista à BBC . “Não me lembro de ter conhecido essa senhora. Isso nunca aconteceu.”

Leia mais:  Com fortuna milionária, Ashton Kutcher e esposa não deixarão herança aos filhos

Leia também: Príncipe Andrew: modelo ligada a caso de pedofilia deixa os EUA

No mesmo programa da BBC , foi mostrado uma foto de Andrew com Virginia, que, na época, deveria ter 17 anos. “Não tenho lembrança dessa fotografia”, disse ele, antes de questionar a veracidade da imagem.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Deputado do PSL aciona PF contra Ludmilla por apologia à maconha em Verdinha

Publicado

source

Um deputado do PSL, Cabo Junio Amaral, notificou o mais novo hit de Ludmilla, Verdinha para  a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, por apologia ao uso de maconha. “O tempo de assistirmos sentados essas ofensas às nossas famílias calados, acabou!”, disse Amaral no Twitter. E a cantora rebateu as acusações inumerando outras prioridades no país para o parlamentar se preocupar.

Ludmilla arrow-options
Reprodução YouTube

Ludmilla












Leia também:Amigas de novo? Anitta e Ludmilla participam de programa juntas

“Apresentei moção de repúdio na Comissão de Segurança, notícia-crime junto a Polícia Federal e representei também no Ministério Público Federal a cantora por essa ‘música’ que faz apologia ao crime”, continuou o parlamentar em seu Twitter , se referindo à Ludmilla . Ele ainda pede que a população não se cale.

Cabo Junior Amaral acredita que o lançamento do clipe da cantora, que foi gravado em uma plantação de alface, faz alusão à maconha , o que diz ser muito prejudicial para os jovens: “A influência que isso causa nos jovens é de dimensão trágica. Não podemos nos omitir”.

Leia mais:  Com fortuna milionária, Ashton Kutcher e esposa não deixarão herança aos filhos

Leia também: Clipe de Ludmilla sobre maconha inspira crianças a comerem alface

Porém, Ludmilla não deixou as acusações passarem e rebateu no Twitter . “Milhões de brasileiros desempregados, sem moradia, hospitais sem vagas, a violência predominante, poluição a questão ambiental, a rede pública de educação miserável, mas o maior problema que o Brasil tem no momento é uma música que fala de alface”, ironizou à fala do deputado.


Leia também: Briga entre Anitta e Ludmilla volta à tona após detalhe inusitado

“Ai ai, só o que me faltava, pra resolver o logo o problema agora também vou fazer uma plantação de mandioca, pra esses … sentarem. Ops: digo colherem”, escreveu Ludmilla pouco depois na rede social, bem debochada.

Leia mais:  Tatá Werneck e Rafa Vitti celebram 1º mês da filha e fãs apontam semelhança


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana