conecte-se conosco


Estado

Eleitorado capixaba se concentra na Grande Vitória, segundo TSE

Publicados

em

Mulheres e pessoas entre 35 e 44 são o grosso dos que deverão ir às urnas em outubro

Quase metade do eleitorado capixaba apto a votar nas eleições do próximo dia 2 de outubro reside na Grande Vitória. Dos 2,9 milhões de eleitores habilitados a irem às urnas no Espírito Santo, 1,3 milhão vivem na Região Metropolitana, o que representa 47,3% desse público. Os dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também dão conta de que houve um aumento de 6% no eleitorado em relação ao pleito de 2018.

Os números chamam a atenção porque apontam que quase metade dos eleitores capixabas reside em 7 de um total de 78 municípios. A região é composta pelos municípios de Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Viana, Fundão e Guarapari. O maior colégio eleitoral do Espírito Santo continua sendo a cidade da Serra, com quase 350 mil eleitores, seguida de Vila Velha, com 336 mil.

Perfil médio

Com base nos dados divulgados pelo TSE, o perfil médio do eleitorado capixaba corresponde a mulheres, com domicílio eleitoral na Grande Vitória, na faixa etária de 39 anos e com ensino fundamental incompleto.

Biometria

Os dados também revelam que quase metade dos eleitores capixabas ainda não possuem o cadastro de biometria. Ainda não aderiram à tecnologia 1,3 milhões dos votantes, o que representa 45% do eleitorado apto a votar.

Nome social

Pessoas transgênero, transexuais e travestis têm o direito ao nome social. A Justiça Eleitoral garante pela terceira eleição consecutiva o direito dessas pessoas serem designadas pelo nome de sua preferência. Será esse o nome designado no título de eleitor e no caderno de votação. Neste ano, 641 eleitores farão uso do nome social no Espírito Santo.

Números gerais

Confira, abaixo, alguns números que revelam o perfil médio do eleitor capixaba, baseados nas informações divulgadas pelo TSE.

Quadro do eleitorado com percentuais por sexo, idade e grau de instrução

Comentários Facebook

Estado

Recursos da Lei Paulo Gustavo para setor cultural capixaba serão discutidos em Vitória nesta terça (16)

Publicados

em

Por

Evento acontece nesta terça-feira (16), na Casa da Música Sônia Cabral, no Centro de Vitória, a partir das 18h30. Estão previstos cerca de R$ 40 milhões de repasse ao Estado e R$ 35 milhões para os 78 municípios.

A Lei Paulo Gustavo vai destinar R$ 75 milhões ao fomento do setor cultural capixaba. Para apresentar e debater os impactos, benefícios e oportunidades dos recursos no Estado, a equipe da Secretaria da Cultura (Secult) realiza um encontro aberto ao público, que acontece nesta terça-feira (16), às 18h30, na Casa da Música Sônia Cabral, localizada no Centro de Vitória.

Estão previstos cerca de R$ 40 milhões de repasse ao Estado e R$ 35 milhões para os 78 municípios. Esta divisão decorre de um mecanismo que calcula a população de cada local perante ao fundo de participação dos estados e municípios. Deste valor, aproximadamente 75% serão direcionados ao setor audiovisual e 25% para os demais segmentos da arte e cultura.

“Além da  presença dos empreendedores e fazedores de cultura em geral,  será importante que entidades de todo o Estado conheçam sobre a mobilização em torno da Lei”, afirmou o secretário de Estado da Cultura e presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura, Fabrício Noronha.

Lei Paulo Gustavo

Com o objetivo de auxiliar o setor cultural prejudicado pela pandemia da Covid-19, o  Projeto de Lei Paulo Gustavo (PLP 73/21) foi apresentado como recurso de ação emergencial no mês de novembro de 2021 no Senado e em julho deste ano foi promulgada como Lei Complementar 195/22. O nome da Lei homenageia o ator Paulo Gustavo, que faleceu em maio de 2021, devido à Covid-19.

O recurso total de R$ 3,86 bilhões é proveniente do superávit financeiro do FNC (Fundo Nacional de Cultura), e do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), recursos financeiros estes que não seriam utilizados no cronograma de pagamento dentro do exercício fiscal e que poderiam ser empregados como fonte de recurso adicional a ser operado diretamente pelos estados e municípios.

Serviço:

Encontrão Capixaba – Lei Paulo Gustavo e seu impacto no ES

Data: 16/08 (terça-feira)

Horário: 18h30

Local: Casa da Música Sônia Cabral, Centro de Vitória.

Aberto ao público.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana