conecte-se conosco

Mulher

Entidade americana libera consumo de adoçante por crianças a partir de 2 anos

Publicado

source

O consumo de adoçantes por crianças sempre foi algo questionado e contraindicado. No entanto, na última semana, a Academia Americana de Pediatria defendeu que crianças com mais de dois anos de idade podem consumir edulcorantes não calóricos (ENC), ou seja, adoçantes não calóricos.

Leia também: 5 dicas para controlar o consumo de doces pelas crianças

menino de dois anos arrow-options
shutterstock

Academia Americana de Pediatria libera o consumo de adoçantes não calóricos para crianças a partir dos 2 anos

O tema foi debatido por especialistas internacionais no LIX Congresso Internacional da Sociedade Mexicana de Nutrição e Endocrinologia. Para Fernando Lavalle, endocrinologista e especialista em diabetes da Universidade Autónoma de Nuevo León e membro da Sociedade Mexicana de Nutrição e Endocrinologia, estudos indicam que os ENC não afetam os níveis de insulina ou glicose.

“Segundo documentos oficiais de órgãos internacionais, os adoçantes são aditivos alimentares seguros e aprovados para consumo”, afirma. Ele ainda garante que esse tipo de adoçante não aumenta o apetite nem o gosto pelo doce.

Leia também: A alimentação correta das crianças de acordo com a faixa etária

Leia mais:  VÍDEO - Esposa de goleiro do São Paulo diz nas redes sociais que foi agredida pelo marido

A Academia Americana de Pediatria ainda sugere que crianças com doenças como obesidade e diabetes podem se beneficiar com o uso dos adoçantes não calóricos , substituindo o açúcar na alimentação.

Apesar desses posicionamentos, alguns médicos afirmam que é preciso cautela. Para Brian M. Cavagnari, pediatra e doutor em ciências biológicas pela Universidade de Buenos Aires, há um grande desconhecimento sobre os riscos dos aditivos alimentares.

“É um erro falar em geral sobre os edulcorantes não calóricos como um todo, porque são feitas análises toxicológicas a cada um deles para observar sua absorção, metabolismo e eliminação do corpo”, pontua o especialista.

Leia também: 11 truques para seu filho comer melhor

Para ele, é preciso analisar caso a caso. “Há várias limitações nos estudos pós-comercialização: 83% das pesquisas foram realizadas apenas em bebidas com edulcorantes, sem muitos dados empíricos que considerem outros tipos de produtos. Além disso, existem poucas informações sobre as tendências atuais de consumo e a maioria dos estudos não discrimina o tipo de adoçante utilizado”, finaliza.

Leia mais:  Boca da Anitta: como fazer preenchimento que dá uma "arrebitada" nos lábios
Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

A cor do ano na arquitetura já foi escolhida: classic blue

Publicado

source

No final do ano passado, a empresa americana Pantone apresentou a cor do ano de 2020 – o azul clássico (Classic Blue – referência 19-4052). Segundo a diretora executiva Leatrice Eiseman, a cor sólida e confiável é um porto seguro onde ancorar e um incentivo a olhar além do óbvio e expandir nossos pensamentos.


Unanimidade em todos os ambientes da casa, a cor é agradável, relaxante e confortável aos olhos. Sua versatilidade permite combinações diversas desde uma aplicação em grandes superfícies até pequenos objetos.


Gostou da cor e não quer errar na decoração? Então convido você leitor da coluna Dentro de Casa a permanecer conosco em 2020 e trazemos sete dicas para arrasar no look da sua casa.

1.       Sabe aquela sensação de chegar na casa da avó “somente” pelo fato de que a porta é colorida? Excelente ideia para ousar logo “de cara”. 

2.       Sofá azul: apostar em uma peça ousada e visualmente relaxante garante personalidade ao espaço. Para uma boa harmonia, combine o espaço com almofadas e peças de decoração com cores branco ou off-white.

Leia mais:  Bebê tem clavícula trincada durante o parto: "Ele gritava de dor"

 3.       Se a meta é criar contrastes divertidos, que tal combinar com tons complementares como o terracota, amarelo e laranjas (link para a reportagem sobre a roda das cores) ? A roda das cores pode te ajudar. 

4.       Tranquilidade? Essa é a cor certa. Concentração? Também. Use, abuse ou não, em espaços destinados ao trabalho ou nos quartos. Incorpore a cor por meio de objetos como roupa de cama e quadros, por exemplo. 

5.       Revestimentos: facilmente encontramos em lojas de construção os acabamentos no tom azul. Por sua associação à limpeza e à água, é uma ótima escolha (e sem erro) para utilizar nos banheiros ou na cozinha. 

6.       Uma mistura de azul com branco lembra o mar e o ar puro. Adicionando toques de vermelho, é ideal para uma decoração de casa na praia. 

7.       Ambientes monocromáticos: uma única cor como protagonista do ambiente e nada melhor que uma cor universal como o azul.

Dicas da Helô: a cor azul traz a sensação de grandeza, de fazer parecer maior, assim como o oceano. Esse conceito é válido em ambientes com luz natural trazendo personalidade. Uma estratégia interessante para que o espaço pareça mais alto é pintar o teto de azul e uma única parede, deixando as demais brancas.

Leia mais:  Pode? Namoro entre primos ainda gera polêmica; veja casos famosos e anônimos

Leia mais:

Você sabe dizer se está na hora ou não de reformar sua casa?


Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana