conecte-se conosco

Cidades

Escolas municipais de Cachoeiro conquistam medalhas na Olimpíada Brasileira de Astronomia

Publicado

Cerimônia de entrega aconteceu no Palácio Bernadino Monteiro, sede da Prefeitura
Foto: Márcia Leal

Estudantes de escolas municipais de Cachoeiro de Itapemirim conquistaram medalhas na 22ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). A cerimônia de entrega foi promovida pela Secretaria Municipal de Educação (Seme), nesta sexta-feira (8), no gabinete do prefeito Victor Coelho, no Palácio Bernadino Monteiro.

A prova foi realizada por alunos do 5º ao 9º do ensino fundamental, em maio deste ano. Ao todo, foram dez questões – sete de Astronomia e três de Astronáutica. Os oito alunos vencedores são das escolas “Anísio Vieira de Almeida Ramos” (um), “Galdino Theodoro da Silva” (um), “Jenny Guárdia” (cinco) e “Monteiro Lobato” (um).

Antes de prestarem a avaliação, os estudantes da rede municipal tiveram a oportunidade de tirar dúvidas com os professores da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Fábio Bianchi de Moura e Paulo Antenor Ferreira da Costa. O encontro aconteceu na escola “Anísio Vieira de Almeira Ramos”, onde os alunos realizaram atividades lúdicas de teorias aprendidas em sala de aula, referentes à Astronomia.

Os estudantes da escola “Jenny Guárdia”, Sara Romulado Pereira e Natan de Souza Braz, relatam que participar da Olimpíada foi uma rica experiência.

“Foi muito legal. Assim que eu soube que ia ter a prova, fui pra casa, estudei. O professor de geografia passou as revisões dos assuntos que iam cair e todos os dias eu estudava, analisava, fazia a minha revisão e, quando eu soube que passei, fiquei muito orgulhoso de saber que os meus estudos, os meus esforços valeram a pena”, revela Natan.

“O professor de geografia passou a matéria para estudarmos e aquilo que eu estava com dúvidas ou querendo saber mais, eu pesquisava. Estou muito feliz e orgulhosa porque não imaginaria ganhar a medalha de ouro”, reforça Sara.

“Parabenizo a todos estudantes que participaram da Olimpíada e aos professores e gestores que incentivaram essa ação dentro das unidades de ensino. Participar desta atividade traz uma experiência diferenciada e desafiante, pois os estudantes disputam com alunos de todo território nacional. Neste ano, conquistamos ouro, prata e bronze e continuaremos incentivando a participação em outras olimpíadas educativas”, disse a secretária de Educação do município, Cristina Lens.

Na cerimônia, também receberam medalhas quatro alunos de outras instituições de ensino da cidade.

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (Oba)

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) é realizada, anualmente, pela Sociedade Astronômica Brasileira (Sab), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB). A prova é destinada a alunos de ensino fundamental e médio das escolas públicas e privadas, de todo território brasileiro, com o enfoque de fomentar o interesse dos estudantes pelas áreas de Astronomia, Astronáutica e ciências afins.

Alunos premiados

– Escola municipal “Anísio Vieira de Almeida Ramos”
Camila Silva Gomes – Medalha de Bronze

– Escola municipal “Galdino Theodoro da Silva”
Laryssa Stella Martins C. Madeira – Medalha de Prata

– Escola municipal “Jenny Guárdia”
Letícia Duarte Damasceno – Medalha de Ouro
Sara Romualdo Pereira – Medalha de Ouro
Gabriel Barbosa Ferreira – Medalha de Bronze
Gabriel Lima Spada Neves – Medalha de Bronze
Natan de Souza Braz – Medalha de Bronze

– Escola municipal “Monteiro Lobato”
Heitor da Silva de Oliveira Campos – Medalha de Bronze

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim não terá recesso em julho

Publicado

por

A realização de sessões ordinárias na Câmara de Cachoeiro não será interrompida no mês de julho. O anúncio foi feito na sessão desta terça-feira (07) pelo presidente Alexon Soares Cipriano (Republicanos), que já determinou a publicação, no Diário Oficial, de ato da Mesa Diretora suspendendo o recesso parlamentar que ocorreria de 18 a 31 de julho.

O presidente explica que a ideia tem o apoio de todos os vereadores. A justificativa é que, logo no início da pandemia, a Câmara precisou paralisar as atividades em plenário para adequar-se às exigências sanitárias, especialmente o distanciamento social recomendado entre vereadores e servidores. Após quatro semanas, as sessões voltaram a ocorrer, mas pelo sistema de videoconferência, com transmissão pela internet.

“Suspendendo o recesso, compensaremos em parte o tempo que tivemos que utilizar para implantar as sessões eletrônicas”, diz Alexon. Além disso, afirma, o momento exige que a Câmara atue sem cessar na fiscalização do Executivo Municipal e na discussão e aprovação de medidas de enfrentamento à pandemia.

Fonte: Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana