conecte-se conosco

Estado

Estado amplia testagem para toda população que apresente síndrome gripal

Publicado

 

.

Em coletiva de imprensa, realizada nesta segunda-feira (14), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, junto com o subsecretário de Estado da Saúde, Luiz Carlos Reblin, anunciou a ampliação da coleta de exames para o novo Coronavírus (Covid-19) para todas as pessoas que apresentarem síndrome gripal no Espírito Santo.

A nova definição de casos operacionais e critérios está disponibilizada na Nota Técnica COVID-19 Nº 73/2020, que revoga a publicação da Nota Técnica COVID-19 Nº 70/2020.

“Aqueles que tiverem qualquer sintoma respiratório característico e que preencha a definição de casos da Covid-19 terão indicação de realizar o teste de PCR, independentemente da idade e da comorbidade. Caminhamos dentro de uma estratégia sanitária para estabelecer uma maior ousadia na capacidade de testagem e bloqueio de pessoas sintomáticas e seus comunicantes”, informou o secretário Nésio Fernandes.

Com essa atualização, o Estado passa a ampliar a testagem para os casos suspeitos que apresentarem síndrome gripal. Para a definição de síndrome gripal, a Secretaria da Saúde ressalta que são aqueles indivíduos que apresentam quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois dos seguintes sinais e sintomas: febre (mesmo que referida), calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos. Além disso, fica definida também a coleta de exames para a Covid-19 de pessoas que tiveram perdas súbitas de paladar e/ou olfato, mesmo não havendo outros sintomas.

O subsecretário Luiz Carlos Reblin lembrou do papel importante do Laboratório Central de Saúde Pública do Espírito Santo (Lacen/ES) neste novo cenário de enfrentamento à Covid-19. “O Lacen é uma estrutura importante e estratégica. Neste momento reúne condição de realizar até 2.500 exames de PCR por dia, exatamente para fazer frente a essa nova estratégia de ampliação da testagem no Estado”, enfatizou.

A Nota Técnica COVID-19 Nº 73/2020 pode ser acessada clicando aqui. Para ter acesso à coletiva, clique aqui.

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
publicidade

Estado

Gestores atualizam indicadores e metas estratégicas do Governo

Publicado


.

Indicadores e metas estratégicas do Governo do Espírito Santo foram atualizados e validados durante a quinta reunião de revisão do Planejamento Estratégico 2020-2022, realizada nesta segunda-feira (14), com a equipe de secretários, subsecretários e dirigentes de órgãos do Estado. Os indicadores são meios utilizados para medir o desempenho das políticas públicas, orientando as entregas da administração estadual à sociedade.

O Governo do Estado passou a trabalhar com indicadores de resultados na atual gestão, motivado, entre outros fatores, pelas demandas crescentes por maior responsabilização da administração pública na realização de ações e projetos. “Eles irão compor o Painel de Indicadores Estratégicos do Governo, uma iniciativa inovadora do nosso Estado”, diz a subsecretária de Planejamento e Projetos da Secretaria de Economia e Planejamento, Joseane Zoghbi.

“Os indicadores subsidiam a tomada de decisão e a criação de novas estratégias. Favorecem o monitoramento e a avaliação da resolutividade das ações, permitem a priorização da eficiência, da eficácia e da efetividade das políticas públicas”, explica a subsecretária. 

Utilizados para medir o alcance dos desafios estratégicos e a metas da gestão, os indicadores favorecem as entregas à população nas nove áreas estratégicas do Governo, que envolvem Agricultura e Meio Ambiente, Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Educação para o Futuro, Segurança em Defesa da Vida, Infraestrutura para Crescer, Saúde Integral e Gestão Pública Inovadora.

Desde o dia 31 de agosto, a Secretaria de Economia e Planejamento (SEP) coordena a revisão do Planejamento Estratégico para o período 2020-2022, objetivando promover ajustes da estratégia e da carteira de projetos prioritários do Governo do Estado, com a devida adequação ao cenário econômico, em âmbitos estadual e nacional.

As atividades envolvendo a alta gestão são coordenadas pelo secretário de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, com a equipe da Subsecretaria de Planejamento e Projetos (Subepp) do órgão. Até o momento, o trabalho envolveu a revisão da visão, da missão e dos valores da gestão; análise do ambiente, com identificação dos pontos fortes e fracos, a revisão dos desafios existentes e, em casos necessários, elaboração de novos desafios.

Nas próximas reuniões, no decorrer desta semana, a alta gestão vai promover a validação dos projetos estratégicos. No dia 24 de setembro, serão apresentados os resultados. O Planejamento Estratégico Governamental corresponde ao processo de definição do conjunto das políticas públicas do governo, e os processos a serem desenvolvidos para viabilizar as metas previstas.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da SEP
Claudia Feliz
(27) 99507-4071
[email protected]

 

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana