conecte-se conosco

Nacional

Estudante de 20 anos morre ao ser atingida acidentalmente por garrafa em festa

Publicado

source
menina loira arrow-options
Luana Farias / Redes sociais

Luana foi à festa para comemorar promoção no trabalho

Uma universitária de 20 anos morreu, na madrugada deste domingo, ao ser atingida acidentalmente por uma garrafa durante uma briga em uma festa no centro comunitário do bairro Universitário, na Zona Norte de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Luana Farias de Oliveira , que também trabalha como atendente de farmácia, estava comemorando a folga e uma promoção no trabalho.

De acordo com testemunhas, a estudante , que não tinha envolvimento na confusão, foi atingida no pescoço, no lado esquerdo do rosto e no braço. Ela contou ao marido, que estava com ela, sobre os ferimentos, desmaiando em seguida. A estudante foi levada por amigos à UPA do bairro, mas não resistiu depois de sofrer paradas cardíacas.

Leia também: Morre estudante brasileiro que foi agredido na Austrália

A irmã de Luana, Jéssica Farias lamentou a morte dela pelas redes sociais. “Minha linda estava tão feliz ontem que subiu de cargo no serviço, ia pegar folga hoje e queria comemorar . Tão jovem, tão linda, tão inteligente e querida. Não tinha maldade. Eu não acredito que isso aconteceu com você”, comentou.

O caso é investigado pela Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do bairro Vila Piratininga. A especializada já ouviu dois suspeitos de participar da briga que culminou na morte da estudante . Até o momento, ninguém foi preso.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Mulher morre por asfixia na casa onde trabalhava como cozinheira

Publicado


source
mulher
Reprodução

Mulher foi levada ao hospital, mas não resistiu


A morte de uma mulher, de 45 anos, está sendo investigada pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), na cidade do Rio de Janeiro. A cozinheira Gilmara da Silva estava na casa onde trabalhava e foi encaminhada para o hospital depois de ser encontrada caída no chão, na última quinta-feira. No seu atestado de óbito consta morte por asfixia mecânica .


Em entrevista ao RJ1, da TV Globo, as filhas contaram que a mãe era funcionária da casa de dois idosos há um ano. No dia do acontecido, ela foi trabalhar normalmente e ao meio-dia, elas receberam a notícia da sua internação no CTI do Hospital Cardoso Fontes, na Freguesia, Zona Oeste do Rio.

Segundo parentes e funcionários do hospital, Gilmara deu entrada na unidade de saúde morta , ao contrário do que disse a administração hospitalar. 

De acordo com a Delegacia de Homicídios, as investigações seguem para apurar as circunstâncias da morte. Os familiares foram ouvidos e diligências estão sendo realizadas.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana