conecte-se conosco

Nacional

Estudante é baleada na perna dentro de colégio na Baixada Fluminense

Publicado

source
colégio arrow-options
Reprodução

Colégio Estadual Sargento Wolff, no bairro Boa Ventura, em Belford Roxo

Uma estudante de 16 anos foi baleada na perna dentro de um colégio em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, na manhã desta quinta-feiram (7). A jovem estava no pátio do Colégio Estadual Sargento Wolff, no bairro Boa Ventura, quando foi atingida por volta de 7h15. Segundo a Polícia Militar, ela foi levada para o Hopital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, em Duque de Caxias, e não corre risco de vida.

Leia também: Aluno armado invade escola e atira em colegas em Minas Gerais

A vítima informou à polícia que não ouviu nenhum barulho de disparo no momento em que foi atingida e percebeu que havia sido baleada ao sentir ardência na perna. A jovem ligou para o padrastro em seguida. Ele socorreu a enteada em um carro e a levou para a unidade de saúde. O projétil está alojado na perna da estudante , que deve ser transferida para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, o Hospital de Saracuruna, também em Caxias.

Leia mais:  MP vai devolver inquérito do caso Ágatha para Delegacia de Homicídios

A PM realiza uma operação no Complexo do Roseiral, em Belford Roxo, nesta manhã. Até o momento, policiais do 39º Batalhão apreenderam um fuzil na região.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Peixe do Nordeste pode ser consumido, segundo estudo do governo

Publicado

source
Nordeste arrow-options
Agência Pública

Depois do incidente, a pescadora Marinalva, de Pernambuco, percebeu que os camarões do mangue ficaram escuros

Um estudo encomendado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento afirma que os pescados do litoral nordestino afetado pelo derramamento de óleo está apto para o consumo humano. O estudo avaliou peixes e lagostas, mas não trouxe mais informações sobre demais frutos do mar.

O laudo da pesquisa aponta que amostras de Pernambuco, Ceará, Bahia e Rio Grande do Norte não contém níveis de contaminação por petróleo que sejam prejudiciais ao consumidor. 

Leia mais: Óleo chega a primeira praia na região Sudeste, diz Marinha

A nota divulgada pelo ministério aponta que a reavaliação dos pescados segue ativa e que resultados atualizados estarão à disposição da população. 

As coletas presentes no estudo foram realizadas nos dias 29 e 30 de outubro em estabelecimentos registrados no Serviço de Inspeção Federal (SIF). O teste buscou 37 diferentes compostos de Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPA), referentes à contaminação por derivados de petróleo

Leia mais:  Universitária é agredida com soco pelo ex na frente do filho recém-nascido

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana