conecte-se conosco

Estado

Estudantes e professores das escolas municipais rurais concorrem a prêmios

Publicado

Na próxima quarta-feira (04), estudantes e professores das escolas municipais rurais vão receber 125 prêmios do Programa Agrinho, do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Espírito Santo (Senar-ES). Os participantes trabalharam o tema “Inovação e Tecnologia em Defesa do Meio Ambiente” durante todo o ano e enviaram desenhos, redações, relatos da experiência pedagógica e das atividades realizadas no município para concorrer à premiação que acontece no Sesc Praia Formosa, em Aracruz, a partir das 9h.

O Agrinho é um programa de responsabilidade socioambiental realizado pelo Senar-ES em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (FAES), os Sindicatos Rurais e as secretarias municipais de educação. Em 2019, o programa completou 15 anos no Estado e já envolveu 78 mil alunos e mais de 4 mil professores e pedagogos, de 54 municípios capixabas.

“O objetivo do Agrinho deste ano é conscientizar alunos, professores, familiares e a comunidade sobre os cuidados com o meio ambiente e como a tecnologia e a inovação podem contribuir para a preservação. A cada edição do programa trazemos um novo assunto para ser discutido em sala de aula e para que sejam propostas mudanças práticas para a melhoria da vida no campo”, explica a coordenadora de Promoção Social do Senar-ES, Tereza Zaggo.

Na cerimônia de premiação do Agrinho são esperadas 2.300 pessoas que participaram do programa em 2019. Os vencedores receberão diversos prêmios de acordo com a categoria e a colocação. Confira abaixo:

Números do Agrinho 2019
54 municípios participantes
78.000 alunos
4.168 professores
451 pedagogos
732 escolas
5.227 turmas

Premiações
Alunos: 110 prêmios
11 categorias (Educação Especial, Educação Infantil, 1º ao 9º ano).
1º lugar – notebook
2º ao 5º lugares – bicicleta
6º ao 10º lugares – mochila de lona reciclada

Coordenador Municipal: 5 prêmios
1º lugar – 01 notebook e impressora
2º lugar – 01 smart TV 42’
3º lugar ao 5º lugar – bicicleta

Professor: 10 prêmios
1º lugar – 01 motocicleta 160 cilindradas
2º lugar – 01 motocicleta 160 cilindradas
3º lugar – 01 notebook + 01 (uma) impressora multifuncional + 01 (uma) Smart TV 42″
4º lugar – 01 notebook + 01 (uma) impressora multifuncional
5º lugar – 01 smart TV 42″
6º ao 10º lugar – bicicleta

Comentários Facebook
publicidade

Estado

BOLETIM SALA DE SITUAÇÃO – 05/06/2020

Publicado


.

O governador do Estado, Renato Casagrande, liderou, nesta sexta-feira (05), mais uma reunião da Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública, por meio de videoconferência. Foi apresentado o novo Mapa de Risco, que terá vigência entre a próxima segunda-feira (08) até o domingo (14). Com o aumento na taxa de ocupação de leitos de UTI destinados ao tratamento de casos do novo Coronavírus (Covid-19), 36 municípios fazem parte do grupo de Risco Alto e outros 42 em Risco Moderado. Não há municípios capixabas classificados como Risco Baixo. A portaria será publicada neste final de semana.

Fazem parte do grupo de municípios em Risco Alto: Afonso Claudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Anchieta, Apiacá, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Bom Jesus do Norte, Cariacica, Colatina, Ecoporanga, Fundão, Guarapari, Ibiraçu, Ibitirama, Itapemirim, Itarana, João Neiva, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Roque do Canaã, Serra, Viana, Vila Velha e Vitoria.

Estão no grupo de Risco Moderado os municípios de Alegre, Aracruz, Atílio Vivacqua, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Iúna, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, Laranja da Terra, Linhares, Marilândia, Mimoso do Sul, Montanha, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Ponto Belo, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Mateus, Sooretama, Vargem Alta, Venda Nova do Imigrante, Vila Pavão e Vila Valério.

A Matriz de Risco, que está em sua terceira fase, leva em consideração como critérios de classificação o Coeficiente de Incidência de casos confirmados nos municípios, a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), os índices de isolamento social e de letalidade da doença, além do percentual da população acima dos 60 anos – considerado como grupo de risco.

 

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana