conecte-se conosco

Estado

Estudantes e professores das escolas municipais rurais concorrem a prêmios

Publicado

Na próxima quarta-feira (04), estudantes e professores das escolas municipais rurais vão receber 125 prêmios do Programa Agrinho, do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Espírito Santo (Senar-ES). Os participantes trabalharam o tema “Inovação e Tecnologia em Defesa do Meio Ambiente” durante todo o ano e enviaram desenhos, redações, relatos da experiência pedagógica e das atividades realizadas no município para concorrer à premiação que acontece no Sesc Praia Formosa, em Aracruz, a partir das 9h.

O Agrinho é um programa de responsabilidade socioambiental realizado pelo Senar-ES em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (FAES), os Sindicatos Rurais e as secretarias municipais de educação. Em 2019, o programa completou 15 anos no Estado e já envolveu 78 mil alunos e mais de 4 mil professores e pedagogos, de 54 municípios capixabas.

“O objetivo do Agrinho deste ano é conscientizar alunos, professores, familiares e a comunidade sobre os cuidados com o meio ambiente e como a tecnologia e a inovação podem contribuir para a preservação. A cada edição do programa trazemos um novo assunto para ser discutido em sala de aula e para que sejam propostas mudanças práticas para a melhoria da vida no campo”, explica a coordenadora de Promoção Social do Senar-ES, Tereza Zaggo.

Leia mais:  Termina quinta, 15, Prazo de inscrição para a CNH de graça no ES

Na cerimônia de premiação do Agrinho são esperadas 2.300 pessoas que participaram do programa em 2019. Os vencedores receberão diversos prêmios de acordo com a categoria e a colocação. Confira abaixo:

Números do Agrinho 2019
54 municípios participantes
78.000 alunos
4.168 professores
451 pedagogos
732 escolas
5.227 turmas

Premiações
Alunos: 110 prêmios
11 categorias (Educação Especial, Educação Infantil, 1º ao 9º ano).
1º lugar – notebook
2º ao 5º lugares – bicicleta
6º ao 10º lugares – mochila de lona reciclada

Coordenador Municipal: 5 prêmios
1º lugar – 01 notebook e impressora
2º lugar – 01 smart TV 42’
3º lugar ao 5º lugar – bicicleta

Professor: 10 prêmios
1º lugar – 01 motocicleta 160 cilindradas
2º lugar – 01 motocicleta 160 cilindradas
3º lugar – 01 notebook + 01 (uma) impressora multifuncional + 01 (uma) Smart TV 42″
4º lugar – 01 notebook + 01 (uma) impressora multifuncional
5º lugar – 01 smart TV 42″
6º ao 10º lugar – bicicleta

Leia mais:  Veja onde ficarão os 40 novos radares nas rodovias capixabas

Comentários Facebook
publicidade

Estado

Sedu abre primeira Escola Estadual Indígena e oferta vagas para 2020

Publicado

O ano letivo de 2020 começará com a Escola Estadual Indígena de Ensino Médio Aldeia Caieiras Velha, Aracruz, funcionando. Esta é a primeira escola indígena no Espírito Santo que ofertará a modalidade de Ensino Médio. A Secretaria da Educação (Sedu) disponibilizou 138 vagas para matrículas, que se encontram abertas pela Chamada Pública Escolar até o dia 13 de dezembro.

Para realizar a pré-matrícula, é necessário acessar o site da Sedu – www.sedu.es.gov.br – com o número de CPF do aluno – se for maior de idade, ou do responsável, se o estudante for menor de idade – para que seja gerado o login de acesso ao sistema. Além disso, é preciso ter em mãos documentos pessoais do aluno, nome e CPF do pai e da mãe e do estudante, bem como o endereço da residência do aluno.

A Escola Aldeia Caieiras Velha foi criada pela Portaria n° 155-R de 30 de setembro de 2014 e inaugurada no dia 30 de dezembro do mesmo ano. Contudo, a escola não foi aberta de fato. O Governo do Estado, por meio da Sedu, trabalhou ao longo do ano de 2019 para que a unidade de ensino esteja em pleno funcionamento no início do ano letivo de 2020.

Leia mais:  Criminosos incendeiam carro da TV Vitória próximo à Divisão Patrimonial da Polícia Civil

Destinada a atender os estudantes indígenas das etnias Guarani e Tupiniquim do município de Aracruz, a escola disponibilizará, como prevê a legislação, uma organização curricular diferenciada que priorize a cultura, os modos de viver, as tradições e os conhecimentos desses povos em constante diálogo com os conteúdos previstos na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

A abertura da Escola indígena de Ensino Médio é de suma importância para a garantia dos direitos de um ensino de qualidade e com equidade para os estudantes indígenas que, atualmente, são atendidos apenas no Ensino Fundamental quanto à Educação Escolar Indígena.

Chamada Pública Escolar

Em todo o Estado, a Sedu oferta mais de 250 mil vagas para os Ensinos Fundamental e Médio Regular e 44 mil para Educação de Jovens e Adultos (EJA), que agora passa a contar com a oferta de Ensino Profissionalizante. O período da rematrícula e/ou solicitação de transferência interna, ou seja, para os alunos que já são da Rede Estadual, foi realizado do dia 29 de outubro a 26 de novembro. Esta primeira etapa também foi totalmente on-line, pelo site da Sedu.

Leia mais:  Casagrande anuncia reajuste para servidores estaduais e confirma que não haverá abono salarial

Veja o cronograma da Chamada Pública Escolar

* Pré-matrículas para aqueles que desejam ingressar na Rede Estadual está em andamento até o dia 13/12;

* Divulgação do resultado da rematrícula, transferência interna e pré-matrícula ocorrerá até o dia 15/01/2020;

* Efetivação das matrículas dos alunos provenientes das etapas de transferência interna e pré-matrícula será feita até o dia 31/01/2020.

Mais informações: (27) 3636 7830 / 3636-7831.

Fique atento!

Quem tiver dificuldades em acessar a Internet para realizar a pré-matrícula deve procurar a escola da Rede Pública Estadual mais próxima, onde a equipe da unidade de ensino dará a devida assistência para que o aluno e/ou responsável utilize um computador disponibilizado no local.

A Sedu também ressalta que o aluno, que já é da Rede Estadual, e que não realizou a rematrícula dentro do prazo (de 29.10 a 26.11), deve efetuar a Pré-Matrícula para garantir sua permanência na Rede. CLIQUE AQUI.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedu
Mirela Marcarini / Geiza Ardiçon/ Soraia Camata
(27) 3636-7705/ 7706/ 7707/ 7888 / 99956-2479 / 99802-9043
[email protected]/ [email protected]/ [email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana