conecte-se conosco


Estado

Expresso Instituto Sicoob retoma suas atividades com cursos profissionalizantes gratuitos

Publicados

em

A edição de 2022 atua com três formatos: Expresso Móvel, Estação e Em Casa

O Expresso Instituto Sicoob, programa que visa contribuir para a promoção da cidadania e qualificação profissional por meio da disponibilização gratuita de cursos, retoma suas atividades oferecendo diversos módulos profissionalizantes nas cidades atendidas pelas cooperativas do Sicoob. Nesta nova edição, atua com três modalidades: Expresso Móvel, Estação e Em Casa.

Desde o último dia 8 de julho, interessados com idade mínima de 14 anos podem realizar a inscrição e participar do programa Expresso Instituto Sicoob, escolhendo a categoria que melhor atender às suas expectativas. Ao todo, são mais de 30 cursos nas áreas de marketing, administração, empreendedorismo, educação, tecnologia, entre outras áreas de conhecimento, fomentando a formação profissional e cidadã dos beneficiários e capacitando-os para o mercado de trabalho. Os candidatos podem se inscrever pelo Portal de Educação do Sicoob.

O programa Expresso Instituto Sicoob operava no formato itinerante, em um ônibus equipado com 21 notebooks, televisores, impressoras e internet para prover o acesso aos cursos ofertados, priorizando sempre o atendimento às pessoas vinculadas aos projetos sociais de prefeituras ou de organizações da sociedade civil, cooperados, universitários e alunos de escolas públicas e privadas. Desde o seu lançamento, mais de 20 mil capacitações foram realizadas.

Apenas no ano passado, o programa educacional emitiu mais de 700 certificados e beneficiou cerca de 500 pessoas, passando por três estados e 31 municípios com o formato ‘Expresso Móvel’.

Já o formato ‘Expresso Em Casa’, implementado em 2020 como versão piloto, passou por sete estados e 119 municípios, e contemplou cerca de 500 pessoas com mais de 1.000 certificados emitidos. Para democratizar o acesso, hoje, a plataforma pode ser acessada do local em que o inscrito estiver.

Além das duas versões, o programa trouxe, na edição deste ano, o formato ‘Estação’, que contribuirá ainda mais para promoção da cidadania e qualificação profissional. A novidade é a plataforma online, que pode ser acessada em salas de informática localizadas em escolas, associações e até mesmo nas cooperativas.

Para conhecer mais sobre as novidades do Expresso Instituto Sicoob e suas modalidades, acesse ao site.

Comentários Facebook

Estado

Recursos da Lei Paulo Gustavo para setor cultural capixaba serão discutidos em Vitória nesta terça (16)

Publicados

em

Por

Evento acontece nesta terça-feira (16), na Casa da Música Sônia Cabral, no Centro de Vitória, a partir das 18h30. Estão previstos cerca de R$ 40 milhões de repasse ao Estado e R$ 35 milhões para os 78 municípios.

A Lei Paulo Gustavo vai destinar R$ 75 milhões ao fomento do setor cultural capixaba. Para apresentar e debater os impactos, benefícios e oportunidades dos recursos no Estado, a equipe da Secretaria da Cultura (Secult) realiza um encontro aberto ao público, que acontece nesta terça-feira (16), às 18h30, na Casa da Música Sônia Cabral, localizada no Centro de Vitória.

Estão previstos cerca de R$ 40 milhões de repasse ao Estado e R$ 35 milhões para os 78 municípios. Esta divisão decorre de um mecanismo que calcula a população de cada local perante ao fundo de participação dos estados e municípios. Deste valor, aproximadamente 75% serão direcionados ao setor audiovisual e 25% para os demais segmentos da arte e cultura.

“Além da  presença dos empreendedores e fazedores de cultura em geral,  será importante que entidades de todo o Estado conheçam sobre a mobilização em torno da Lei”, afirmou o secretário de Estado da Cultura e presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura, Fabrício Noronha.

Lei Paulo Gustavo

Com o objetivo de auxiliar o setor cultural prejudicado pela pandemia da Covid-19, o  Projeto de Lei Paulo Gustavo (PLP 73/21) foi apresentado como recurso de ação emergencial no mês de novembro de 2021 no Senado e em julho deste ano foi promulgada como Lei Complementar 195/22. O nome da Lei homenageia o ator Paulo Gustavo, que faleceu em maio de 2021, devido à Covid-19.

O recurso total de R$ 3,86 bilhões é proveniente do superávit financeiro do FNC (Fundo Nacional de Cultura), e do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), recursos financeiros estes que não seriam utilizados no cronograma de pagamento dentro do exercício fiscal e que poderiam ser empregados como fonte de recurso adicional a ser operado diretamente pelos estados e municípios.

Serviço:

Encontrão Capixaba – Lei Paulo Gustavo e seu impacto no ES

Data: 16/08 (terça-feira)

Horário: 18h30

Local: Casa da Música Sônia Cabral, Centro de Vitória.

Aberto ao público.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana