conecte-se conosco

Política Estadual

Federação de servidores parabeniza Ales por conquista de prêmios

Publicado

A Federação Nacional dos Servidores dos Poderes Legislativos Federal, Estaduais e do Distrito Federal (Fenales) parabenizou a Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) pela premiação recente em conferência da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale). Com os projetos “Espaço Assembleia Cidadã” e “Atendimento ao Cidadão”, a Ales obteve o 1º e 2º lugares, respectivamente, nas categorias “Atendimento ao Cidadão” e “Gestão”.

A conquista da Ales, ocorrida em duas das três categorias do prêmio “Assembleia Cidadã”, é destaque no site da Fenales, presidida pelo José Eduardo Rangel. A diretoria da federação estendeu seus cumprimentos ao Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa e Tribunal de Contas do Estado dos Espírito Santo (Sindilegis-ES). 

 

Comentários Facebook
publicidade

Política Estadual

Segurança recebe aprovados em concurso

Publicado


.

Representantes da Comissão dos Aprovados no Concurso da Polícia Civil de 2018 foram ouvidos pela Comissão de Segurança na reunião virtual desta segunda-feira (3). Eles reivindicaram, novamente, a nomeação dos aprovados no certame. Além disso, solicitaram que exame psicotécnico e investigação social sejam incluídos como etapas necessárias para o ingresso dos oficiais. Recentemente, a Casa aprovou o Projeto de Lei (PL) 363/2020, do deputado Delegado Danilo Bahiense (PSL), tornando essenciais os cursos de formação profissional para ingresso nas carreiras vinculadas à segurança pública no Espírito Santo. 

De acordo com o representante da Comissão dos Aprovados, Igor de Moraes, cerca de 800 candidatos aprovados no concurso ainda não foram convocados. Ele criticou a falta de diálogo com o Poder Público e explicou a importância de ter esses servidores nomeados.
“Há cinco anos não havia fuzil nas áreas de risco do Estado e hoje já contamos com armas desse tipo. Não é razoável que a Polícia Civil do Espírito Santo conte com um contingente tão baixo”, disse. 

Segundo Norberto Lauvem, que também representa os concursados, essa reivindicação tem sido discutida em casas legislativas nos municípios capixabas. “Os municípios têm sofrido com a necessidade de aumento do efetivo da Polícia Civil. Não é uma necessidade apenas dos que estudaram e passaram, mas de toda a sociedade, que sofre com poucos servidores”, afirmou. 

De acordo com Bahiense, esse déficit traz um prejuízo muito grande para a população. Segundo ele, em alguns municípios da Grande Vitória há apenas uma delegacia regional e os Serviços Médicos Legais (SML) também funcionam com estrutura precária. 

“É uma demanda enorme. Os SMLs recebem cerca de 3.500 corpos anualmente e o efetivo é aquém do necessário. Para se ter uma ideia, hoje, contamos apenas com 30 auxiliares de perícia médico legal“, afirmou o deputado, que preside a Comissão de Segurança.                         

Participaram da reunião os deputados Alexandre Quintino (PSL), Luciano Machado (PV), Capitão Assumção (Patri), Dr. Emílio Mameri (PSDB), além do delegado Leandro Barbosa Moreira, da 12ª Delegacia Regional Serrana.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana