conecte-se conosco

Esporte

Finalíssima da Copa Vitória será no Estádio Salvador Costa

Publicado

A 37ª Copa Vitória de Futebol de Campo das Comunidades está chegando ao fim. E a grande final já tem local e data definidos: será no dia 15 de novembro (sexta-feira), a partir das 8h30, no Estádio Salvador Costa, em Bento Ferreira. O primeiro jogo será a disputa de terceiro lugar e o segundo, a definição do campeão.

Enquanto a final não chega, a bola rola nesta quinta-feira (7) pelas quartas de final da competição, às 19h15, no campo de Resistência, com os confrontos entre Grêmio FSJ X Trevo FC e Galacticos X Central City. As semifiniais serão no sábado, às 15 horas, no Estádio do Chiqueirão, na Baía Noroeste. A primeira semifinal já está definida: Bavi X Estrela.

“Há mais de cinco anos a final da Copa Vitória não acontece no grande palco que é o Salvador Costa. É uma forma de incentivar o futebol de várzea, que é um estilo de futebol que está impregnado no povo brasileiro desde a infância. Futebol não é só atividade física, é confraternização de comunidades, lazer, união e saúde . Agradeço a parceria com o Vitória para a cessão do estádio”, disse o secretário de Esportes e Lazer, Antônio Louzada.

Leia mais:  Quiosque 5 de Camburi será inaugurado cheio de novidades para o verão

Comentários Facebook
publicidade

Esporte

Nos pênaltis, Alto Pongal, de Anchieta, fatura o Sulinão 2019

Publicado

Não foi fácil, mas a equipe do Alto Pongal não desistiu e acabou sendo agraciada com a conquista do Campeonato Sulino de 2019. O time de Anchieta saiu atrás do marcador, mas foi guerreiro e nos acréscimos da partida, aos 50 minutos do segundo tempo, buscou o empate e faturou o título na disputa de penalidades.

A grande decisão aconteceu neste sábado (09), no Estádio Jairzão, em Alto Pongal, no município de Anchieta. O Olímpico de Guaçuí saiu na frente da partida com um gol marcado por Peixe, aos 10 minutos do segundo tempo. Num cruzamento feito por Jhonatan, o atacante do Olímpico testou firme e o goleiro Erivelton do Alto Pongal acabou se enrolando com a bola e ela morreu no fundo da rede.

Atrás no placar, o Alto Pongal se atirou ao ataque. Criou algumas oportunidades, mas foi no finalzinho da partida, aos 50 minutos do segundo tempo, que chegou ao empate. Maycon fez o cruzamento e Ruan testou, sem chances para o goleiro Raoni da equipe de Guaçuí.

Leia mais:  Lançamento de livro fotográfico afrofuturista acontece no Mucane neste sábado

O empate levou a disputa para os pênaltis. Mais um pouco de sofrimento para os jogadores e torcedores que lotam o Estádio Jairzão, em Anchieta.

Na série de cinco pênaltis, o Olímpico teve o título na mão. Xandy, do Alto Pongal havia perdido uma cobrança, numa bela defesa do goleiro Raoni. Na cobrança derradeira, Kika, teve a bola para o título do Olímpico, mas cobrou o pênalti para fora.

Na série alternadas, o Olimpico perdeu mais um pênalti, desta vez com Ian, que chutou e Erivelton defendeu. Coube a Roni, do Alto Pongal, a cobrança derradeira. Goleiro de um lado, bola do outro e Alto Pongal bicampeão sulino, 1992 e 2019.

O troféu “Gabriel Mathielo”, em homenagem ao diretor da Liga Desportiva de Cachoeiro de Itapemirim que faleceu este ano, ficou com o time da terra do Santo Padre José de Anchieta. O campeão ainda faturou a quantia de R$ 4 mil reais e o vice R$ 1 mil.

Da Hora ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana