conecte-se conosco


Esporte

Flamengo e Athletico-PR empatam sem gols pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil

Publicados

em

O Flamengo entrou em campo na noite desta quarta-feira (27) e empatou com o Athletico-PR por 0 a 0, no Maracanã, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. A partida da volta acontece no dia 17 de agosto, na Arena da Baixada.

O jogo
A partida começou com muita disputa pela posse de bola no meio-campo. Aos poucos, o Flamengo foi colocando a bola no chão e passou a trocar passes no campo ofensivo. Aos 10’, o time rubro-negro trabalhou bem a bola no ataque e levou perigo ao gol de Bento. Filipe Luís cruzou na área, Pedro se antecipou aos zagueiros e desviou de calcanhar, mas o goleiro conseguiu fazer a defesa.

Aos 19’, Gabi bateu cruzado e Bento espalmou para o lado. Pedro, por pouco, não chegou a tempo para aproveitar o rebote. Aos 30’, Pedro fez bela jogada individual e abriu para João Gomes na esquerda, que cruzou na área. Gabi chegou batendo de primeira por cima da meta.

O Mais Querido seguiu dominando o jogo completamente. Aos 36’, Arrascaeta limpou a marcação na entrada da área e chutou colocado, mas o goleiro fez a defesa. Apesar das oportunidades criadas, principalmente pelo lado do Fla, a primeira etapa terminou sem gols.

Na volta do intervalo, o Flamengo continuou pressionando o Athletico em seu campo de defesa. Aos quatro minutos, Arrascaeta cobrou escanteio e Pedro cabeceou na trave. No lance seguinte, Léo Pereira cruzou na área e Arrascaeta desviou de cabeça para fora. Mais uma grande chance criada pelo Fla.

Aos 21’, após boa jogada de Rodinei, a bola sobrou com Pedro na área. O atacante ajeitou para Gabi, que bateu colocado. Khellven salvou em cima da linha. Na sequência, Thiago Maia foi na linha de fundo e rolou para trás. Gabigol pegou de primeira e acertou o travessão.

Aos 35’, Vidal limpou a jogada e arriscou o chute de fora da área. A bola passou raspando a trave. Nos acréscimos, David Luiz levou cartão vermelho e foi expulso. A partida acabou terminando empatada em 0 a 0, apesar da superioridade do Fla.

Próximo compromisso
O Rubro-Negro enfrenta o Atlético-GO no próximo sábado (30), às 20h30, no Maracanã, pela 20ª rodada do Brasileirão.

Escalação do Flamengo
Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira e Filipe Luís (Ayrton Lucas); João Gomes (Vidal), Thiago Maia, Everton Ribeiro (Cebolinha) e Arrascaeta; Gabi e Pedro.
Técnico: Dorival Júnior.

Escalação do Athletico-PR
Bento; Khellven, Pedro Henrique e Thiago Heleno (Matheus Felipe); Nico, Erick, Hugo Moura, Fernandinho (Léo Cittadini) e Abner; Cuello (Cirino) e Terans (Vitinho).
Técnico: Felipão.

Ficha técnica
Flamengo 0x0 Athletico-PR – Jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil
Local: Maracanã-RJ
Data e hora: 27/07/2022 às 21h30
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Cartões amarelos: Bento (CAP), Erick (CAP), Gabi (FLA), Fernandinho (CAP), Léo Cittadini (CAP), Thiago Maia (FLA), Arrascaeta (FLA), Léo Pereira (FLA) e Matheus Felipe (CAP)
Cartão vermelho: David Luiz (FLA)
Gol:

fonte: https://www.flamengo.com.br/noticias/futebol/flamengo-e-athletico-pr-empatam-sem-gols-pelo-jogo-de-ida-das-quartas-de-final-da-copa-do-brasil

COMENTE ABAIXO:

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook

Esporte

Arrascaeta e Gabigol são absolvidos no STJD e podem jogar contra o Athletico-PR

Publicados

em

Gabigol e Arrascaeta estão liberados para atuar em Athletico-PR x Flamengo, no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), em Curitiba. A dupla foi absolvida da denúncia no STJD, em julgamento nesta terça-feira, no Rio, por lances na partida de ida, que terminou empatada sem gols no Maracanã.

O relator do caso, Washington Rodrigues, votou pela absolvição da dupla, mesmo entendimento que teve o presidente da comissão, Carlos Eduardo Cardoso. Já os auditores Iuri Engel e Marcelo Vieira optaram por não reconhecer a denúncia.

O julgamento

Os flamenguistas foram denunciados pela procuradoria do órgão com base nos artigos 254-A e 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Gabigol foi enquadrado em prática de agressão, enquanto Arrascaeta foi acusado de jogada violenta.

Os lances aconteceram no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, no Maracanã, no último dia 27 de julho, no Maracanã, no 0 a 0 entre Flamengo e Athletico. Gabigol recebeu cartão amarelo pela pancada em Fernandinho, assim como Arrascaeta pelo carrinho em Erick.

Do lado da procuradoria, Marcos Souto Maior defendeu interferência do tribunal para corrigir os erros de arbitragem da partida. Já o advogado rubro-negro, Michel Assef Filho, lembrou que os casos foram flagrados e analisados tanto pelo árbitro da partida quanto pelo árbitro de vídeo.

O julgamento ganhou tom decisivo porque aconteceu na véspera do jogo de volta entre as equipes, que decidem na próxima quarta-feira uma das vagas nas semifinais da Copa do Brasil. Em caso de punição, a dupla ficaria fora da partida.

Os votos

O relator Washington Rodrigues votou pela absolvição da dupla:

– Já trouxe um voto pronto, porque para mim a discussão é maior. Nós éramos censores do árbitro de campo. Agora o VAR tem essa missão de analisar um lance que escapou. E nós viramos o quê? O VAR do VAR? Por essas razões, eu recebo a denúncia, mas no mérito julgo improcedente e absolvo os atletas.

O auditor Iuri Engel votou por não conhecer a denúncia:

– No próprio jogo em questão temos lances em que o Flamengo poderia ter reclamado das decisões do juiz. Acho um perigo abrir esse precedente. Por essas razões, meu voto é pelo não conhecimento da denúncia – declarou.

O auditor Marcelo Vieira votou por não conhecer a denúncia:

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana