conecte-se conosco

Mundo

Fuga inusitada: presos abrem buraco no teto e escapam de delegacia nos EUA

Publicado

source
Buraco arrow-options
Divulgação/Monterey Sheriff’s Office

Buraco foi aberto em banheiro que não era vistoriado pelos policiais

Dois homens que estavam presos em uma cadeia na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos, escaparam após cavarem um buraco de aproximadamente 55 cm no teto de um banheiro no local.

Leia também: Perdeu o primeiro dia do Enem? Entenda como fica a situação de quem faltou

Santos Samuel Fonseca, de 21 anos, e Jonathan Salazar, de 20, estão sendo procurados pela polícia desde o último domingo (3) e há uma recompensa de US$ 5 mil para quem souber o paradeiro dos fugitivos.

Segundo a polícia, o buraco foi aberto em um banheiro que não era inspecionado pelos seguranças do presídio. Os dois criminosos tinham 1,75 metros de altura e conseguiram subir até teto sem muita dificuldade. A abertura levava à uma área de manutenção onde havia apenas tubulações. A dupla rastejou pelo espaço até encontrar uma escotilha, por onde escapou. 

Ambos são acusados de assassinato e foram encarcerados ainda no ano passado. Fonseca matou dois homens em junho de 2018 e Salazar é acusado de executar um jovem de 20 anos em outubro de 2017.

Leia mais:  "Vão para a câmara de gás"! Professora é demitida após ameaçar alunos judeus

Leia também: 300 dias de Bolsonaro: “meu governo é um dos mais democráticos dos últimos anos”

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
publicidade

Mundo

Ex-ministro da Economia será candidato à presidência na Bolívia

Publicado

source
Ex-ministro da economia da Bolívia, Luis Arce arrow-options
Divulgação

Ex-ministro da economia da Bolívia, Luis Arce

O ex-ministro da Economia da Bolívia Luis Arce foi escolhido neste domingo (19) como candidato à presidência pelo Movimento ao Socialismo (MAS), o partido do ex-presidente Evo Morales . Ele formará chapa com o ex-chanceler David Choquehuanca. O pleito está previsto para acontecer no dia 3 de maio.

O anúncio da chapa foi feito em entrevista em Buenos Aires pelo próprio Morales, que está refugiado na Argentina desde que renunciou ao cargo de presidente, em novembro do ano passado.

Arce foi escolhido por mais de 50 delegados do partido e Morales será o responsável por chefiar a campanha do MAS.

Leia também: Morales faz retratação sobre declaração de criação de milícias populares

Durante as eleições do ano passado, nas quais o ex-presidente disputava seu quarto mandato, houve uma polêmica nas apurações que fez o resultado ficar em cheque por suspeita de fraude. Isso porque o candidato  da oposição Carlos Mesa liderava a apuração, mas, depois de uma paralisação na contagem, Evo apareceu como o ganhador. Apesar de ter se beneficiado, agora o ex-presidente defende a realização de uma investigação, mas ainda defende que o processo foi regular.

Leia mais:  Argentina: apuração parcial aponta vitória de Fernández no primeiro turno

“Não houve fraude. A Organização dos Estados Americanos ( OEA ) incendiou a Bolívia com seu relatório eleitoral”, afirmou Evo.

Apesar da crítica, no entanto, Morales reconheceu que ele ter entrado na disputa foi um ‘equívovo’.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana