conecte-se conosco


Polícia

Funcionários de ONG são indiciados por maus-tratos contra pessoa com deficiência em Vitória

Publicados

em

Três funcionários de uma Organização Não Governamental (ONG) destinada aos cuidados de pessoas com necessidades especiais foram indiciados por maus tratos contra um dos pacientes. O caso foi informado ao 5º Distrito Policial de Jardim Camburi, em Vitória, no dia 03 de fevereiro, e a investigação concluída nesta terça-feira (23).

“O próprio diretor da instituição procurou a delegacia e pediu ajuda, registrando um Boletim de Ocorrência. A instituição é toda monitorada e uma das câmeras flagrou o momento em que um funcionário agrediu um dos pacientes de 30 anos”, afirmou o titular do 5º DP, delegado Fabiano Rosa.

As imagens foram encaminhadas à delegacia e mostram as agressões, ocorridas no dia 29 de janeiro, na instituição, localizada em Vitória. O paciente, que dormia na sala por ser muito agitado, se levantou antes das seis da manhã e foi até o local onde estavam três cuidadores. Após alguns minutos, o funcionário se levantou e empurrou o paciente de volta ao colchão, com gestos agressivos. Ao resistir, o paciente foi agredido com tapas e teve o pescoço apertado.

As imagens também mostram que, enquanto o funcionário de 37 anos praticava as agressões, outras duas cuidadoras, de 37 e 46 anos, presenciaram os fatos e nada fizeram em defesa do paciente. Assim que o fato foi comunicado, um Inquérito Policial foi instaurado e os envolvidos intimados a prestar esclarecimentos na Delegacia.

Em depoimento, o funcionário alegou que o paciente se levantou queixando-se de fome, mas foi orientado a se deitar e aguardar o horário do café, pois a cozinheira ainda não tinha chegado. No entanto, ele teria resistido e se alterado, o que levou o cuidador a agir com mais rispidez, culminando nas agressões.

“O homem e as duas mulheres vão responder em liberdade pelo crime de maus tratos, sendo que ele foi demitido um dia após o fato e as duas cuidadoras foram advertidas formalmente. É importante destacar que a investigação não encontrou indícios de outros episódios de agressão a internos desta ONG, e que a instituição prestou todo apoio às investigações. Concluímos, portanto, que este foi um fato isolado”, afirmou o delegado.

Comentários Facebook
Propaganda

Polícia

Operação Sentinela prende 46 homicidas e traficantes em fevereiro

Publicados

em

Por

O comandante-geral da Polícia Militar do Espírito Santo, coronel Douglas Caus, concedeu coletiva à imprensa na manhã desta segunda-feira (01), no Quartel do Comando Geral, em Vitória. O objetivo foi apresentar os resultados positivos da Operação Sentinela alcançados no mês de fevereiro deste ano.

Cerca de 250 policiais militares em todo o estado atuaram com o propósito de cumprir 73 mandados de busca e apreensão domiciliar e 84 mandados de prisão. Ao todo 125 pessoas foram detidas, sendo 43 em flagrante delito.

Foram cumpridos 16 mandados de prisão por homicídio, três mandados pelo crime de roubo, 30 por tráfico de entorpecentes e mais 30 por outros crimes.

Durante a operação foram apreendidas 27 armas de fogo, 344 munições e mais de 20.000 unidades de entorpecentes.

Em sua fala, coronel Caus avaliou como positivo o balanço das ações da Polícia Militar nesta segunda Operação Sentinela realizada em 2021. Segundo ele, o trabalho realizado em conjunto com o Ministério Público e a Polícia Civil, minuciosamente apurado pelo Serviço de Inteligência da PMES e bem executado pela tropa policial militar está retirando de circulação muitos traficantes e homicidas de alta periculosidade.

“Nosso foco é prender esses indivíduos ligados a facções criminosas, extremamente nocivos ao convívio social. E o recado da Polícia Militar para esses criminosos é que não tem lugar onde eles possam estar que não seja possível alcançá-los. Não importa se na rua, ou homiziados em residências, a Polícia Militar estará lá para prendê-los”, comunicou o comandante-geral.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana