conecte-se conosco


Polícia

​GCM de Vila Velha nicia Operação Pôr do Sol na orla da cidade

Publicados

em

Foto: Antônio Carlos

Para coibir furtos, que são crimes de oportunidade, e reduzir a incidência de cena de uso de entorpecentes, a Guarda Municipal de Vila Velha inicia a Operação Pôr do Sol, que vai das 17h às 23h, nas áreas comerciais e faixa de areia da orla.

O patrulhamento é feito nas modalidades a pé e ciclopatrulhamento, nas zonas onde há comércio, aumentando a presença dos operadores de segurança nos horários de fechamento dos estabelecimentos e horário de pico nos pontos de ônibus, com muitas pessoas voltando para casa.

Já os três quadriciclos fazem rondas na faixa de areia realizando abordagens, com o objetivo de coibir cenas de uso de entorpecentes na praia. Na primeira noite de atuação, 25 pessoas foram abordadas.

A Operação Pôr do Sol será feita todos os dias, com efetivo complementar ao efetivo ordinário, ampliando em cerca de 60% a presença na região. Os guardas que atuam são remunerados com a Gratificação por Serviço Extraordinário (GSE).

GGIM

A novidade foi apresentada na reunião do Gabinete de Gestão Integrada (GGIM), na manhã desta quinta-feira (4), que reuniu, além da Guarda Municipal, representantes de todas as forças de segurança que atuam na cidade – Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Exército, Marinha, Corpo de Bombeiros – e representantes do Ministério Público, legislativo municipal e secretariado municipal.

Presidido pelo secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, tenente-coronel Geovanio Silva Ribeiro, o GGIM tratou dos crimes contra o patrimônio, que mostram redução na série histórica na maioria dos índices, mas apontam aumento nos casos de furtos recentes.

De 2018 para 2022, dados de janeiro a julho, houve redução de 47,4%. Comparado a 2021, a redução é de 12,7%.

Contribuem para esta redução a diminuição de roubo contra a pessoa em via pública, roubo a estabelecimento comercial e roubo em residência. Já furto em residência e furto a estabelecimento comercial apresentaram aumento.

O secretário falou sobre a importância de planejar, com base nestes dados, e com a integração de todos os entes envolvidos na segurança pública, ações que se mostrem mais efetivas: “Este uso dos dados é o que permite, mesmo sem aumento do efetivo, termos melhora nos dados e na sensação de segurança da população. A Operação Pôr do Sol, por exemplo, já é uma resposta para baixar os números dos crimes de oportunidade, que hoje têm causado mais impacto na segurança em nossa cidade”, comentou o tenente-coronel.

Série História de Crimes contra o Patrimônio:

2018 – 6.433
2019 – 6.371
2020 – 4.709
2021 – 3.876
2022 – 3.380

Comentários Facebook

Polícia

Criança de 7 anos morre após escorregar e bater cabeça em escada na Serra, de acordo com os pais

Publicados

em

Por

Uma menina de sete anos, que não teve o nome revelado, morreu dentro de casa na noite desta quinta-feira (11) em Nova Almeida, na Serra. De acordo com os pais da criança, ela escorregou em um balão cheio de água e, ao cair, bateu com a cabeça em uma escada.

Em depoimento, a mãe da menina, que preferiu não se identificar, disse que ela estava brincando com o irmão em casa quando o acidente aconteceu. A mãe não presenciou a queda, mas chegou a conversar com a filha e a levá-la para um pronto atendimento. Mais tarde, a equipe médica comunicou à família que a criança havia morrido.

Os pais foram levados à Delegacia de Homicídios para prestar depoimento. Depois, foram liberados para acompanhar o corpo no Departamento Médico Legal (DML), em Vitória.

A Polícia Civil informou que, a princípio, o caso foi registrado como morte acidental e o procedimento foi encaminhado para a Divisão de Homicídio e Proteção à Mulher (DHPM), que aguarda o resultado dos exames para definir se haverá instauração de inquérito.

Fonte: G1

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana