conecte-se conosco


Estado

Governo do ES abre 7.500 vagas do Qualificar ES on-line exclusivas para mulheres

Publicados

em

 

Têm início, nesta terça-feira (06), as inscrições para os cursos do programa Qualificar ES, do Governo do Estado, exclusivos para mulheres. São 7.500 vagas em dez opções de cursos on-line e gratuitos para mulheres residentes no Espírito Santo, com acesso à internet. As inscrições seguem até o dia 13 de julho.

A oferta é uma parceria da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Sectides), que realiza o programa Qualificar ES, com a Vice-Governadoria do Estado, que desenvolve o Programa Agenda Mulher.

“Sabemos que a educação é o que transforma a vida das pessoas. Neste momento de pandemia, os cursos on-line tornaram-se ainda mais relevantes. Por isso, estamos ofertando mais sete mil e quinhentas vagas, em dez cursos diferentes, somente para mulheres. Ter uma qualificação não significa que o emprego está garantido, porém é um caminho que permite à mulher ter uma ocupação e poder desenvolver seu talento, sua capacidade”, afirmou a vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, falou sobre o poder do empoderamento feminino, por meio da qualificação e do fomento ao empreendedorismo. “Essa parceria entre o Qualificar ES e o Agenda Mulher é uma soma de esforços extremamente relevante na busca por este propósito. Aproveitamos também o difícil momento da pandemia para desenvolvermos nossos cursos no formato on-line, seguindo a orientação do nosso governador Renato Casagrande em ampliar a capilaridade e o alcance da oferta de educação profissional aos capixabas”, destacou

Para realizar a inscrição, é preciso acessar o site do Qualificar ES (www.qualificar.es.gov.br), ler as orientações contidas no Edital Sectides 011/2021, preencher o formulário de cadastro e, em seguida, fazer a inscrição on-line.

Podem se inscrever mulheres que morem em qualquer localidade do Estado, que tenham mais de 16 anos, acesso à internet e noções básicas de informática e de navegação na internet. As mulheres vão poder escolher uma das dez opções de cursos.

Os cursos têm carga horária de 120 horas. Veja as opções:

– Assistente de Tecnologia da Informação
– Auxiliar Administrativo
– Bolos e suas Variações
– Educação Especial e Inclusiva
– Gestão Financeira de Pequenas e Médias Empresas
– Inglês Básico
– Maquiagem
– Marketing Digital para o seu Negócio
– Segurança do Trabalho
– Word e Excel

Em caso de dúvidas ou identificando qualquer problema em relação ao cadastro e/ou a inscrição, a candidata deverá entrar em contato, imediatamente, com o suporte pelo e-mail [email protected].

A classificação é realizada de acordo com a ordem de inscrição. A relação das classificadas será divulgada no site www.qualificar.es.gov.br, no dia 21 de julho.

Os cursos acontecem no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), no site do Qualificar ES, e as aulas podem ser feitas em qualquer horário, por meio de smartphones, tablets e computadores. As alunas têm acesso às apostilas para download e recebem certificação após a conclusão dos cursos.

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Governo do Estado apresenta Painel Crimes Contra o Patrimônio

Publicados

em


O Governo do Espírito Santo apresentou, na manhã dessa quarta-feira (22), o Painel Crimes Contra o Patrimônio, desenvolvido pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SESP), em parceira com o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) e o Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espirito Santo (Prodest). A ferramenta integra os registros de ocorrências na medida em que são realizados, oferecendo mais transparência e agilidade no acesso às informações.

Para o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, a implantação do Painel de Crimes contra o Patrimônio é uma importante entrega no âmbito do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, para aperfeiçoar a metodologia de contabilização das ocorrências, integrando registros das polícias Civil e Militar, e dar transparência para que a população tenha acesso de forma imediata às informações sobre ocorrência de crimes contra o patrimônio.

“Sabemos que a violência é um fenômeno multicausal e que a Segurança Pública, feita por pessoas, processos e tecnologia, requer determinação e investimento. Por isso, em 2011, quando o Espírito Santo era o segundo Estado mais violento do Brasil, com baixa capacidade de resposta à violência e criminalidade, sobretudo devido à ausência de ingresso de policias nas polícias Civil e Militar, o governador Renato Casagrande implantou o Estado Presente”, explicou Duboc, que atua como coordenador-executivo do programa.

O Estado Presente em Defesa da Vida foi retomado em 2019. Desde então, ressalta o secretário, o Governo tem investido na recomposição dos quadros de pessoal das agências policiais, em tecnologia e aprimoramento da inteligência.

“Estamos implantando o sistema de dados biométricos para registros civis e criminais, que terá seu projeto-piloto lançado em breve. Vamos ter todos os dados biométricos, de reconhecimento facial e de impressões digitais para qualificar a produção de provas e identificação de autores de crimes. Também investimos na aquisição de microcomparador balístico, que permitirá cruzamento de dados de armas apreendidas com munições encontradas em locais de crimes. Será mais um passo importante para vencermos uma das causas de violência, que é a impunidade”, disse Álvaro Duboc.

Ele informou ainda que, nessa terça-feira (21), foi iniciado o estágio profissional dos novos soldados. Em outubro próximo, mais 418 policiais civis entrarão em operação e que, em breve, policiais serão qualificados na área de análise criminal, para compreensão da dinâmica de criminalidade.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Alexandre Ramalho, destacou o empenho do Governo do Estado na implantação de instrumentos que permitam avanços nas ações de inteligência para o combate à criminalidade, de forma ágil e transparente.

“Nosso Governo é exemplo nacional no quesito transparência, sendo o primeiro colocado nos principais rankings que medem essa questão. O painel de Crimes Contra o Patrimônio vem para agregar ainda mais a esse esclarecimento de estatísticas, deixando público os nossos indicadores, que podem promover políticas públicas para melhoria da nossa área da Segurança. O governador Renato Casagrande sempre nos pede entregas e essa é mais uma, dentro das diretrizes do programa Estado Presente. Temos que parabenizar esse trabalho em conjunto que qualifica a nossa análise criminal cada dia mais”, pontuou o secretário Alexandre Ramalho.

“É uma entrega que traz a marca da política de segurança pública do Governo do Espírito Santo.  Uma política baseada em dois princípios fundamentais: o princípio da transparência, com dados abertos para a gestores, pesquisadores e sociedade; e o princípio da integração, tanto das informações quanto dos esforços e ações multisetoriais na busca de soluções efetivas para a sociedade”, argumentou o diretor-presidente do IJSN, Daniel Cerqueira.

Painel

O Painel Crimes Contra o Patrimônio está organizado para consulta por bairros e municípios, com informações detalhadas sobre os tipos de incidentes e locais de ocorrência, sempre preservando os dados pessoais das vítimas. São disponibilizados também dados referentes aos objetos roubados, além da data e horário do fato ocorrido.

Para o delegado Jordano Bruno, gerente de Operações Técnicas da SESP, com a nova ferramenta, será possível integrar informações que são geradas de todas as fontes, a partir da consolidação das bases de dados.

“Fizemos uma base única, buscando oferecer um dado fidedigno ao cidadão e evitar inconsistência de informações. Esse trabalho, desenvolvido em parceria com o Prodest e Instituto Jones dos Santos Neves, permite a pesquisa a partir de inúmeros parâmetros. Buscamos sempre trazer, não só transparência, mas a precisão e volume de informações. Tudo está público e disponível à sociedade”, informou o delegado.

“Projetos como este permitem demonstrar que a tecnologia e a ciência estão em nosso cotidiano e, por meio delas, podemos transformar o nosso Estado. O Painel é resultado de um trabalho conjunto, uma ferramenta importante, que integra as bases de dados de diversos órgãos, oferecendo à sociedade, de forma transparente, informação de qualidade”, avaliou o diretor-presidente do Prodest, Tasso Lugon.

O diretor de Integração do IJSN, Pablo Lira, ressaltou ainda os estudos e pesquisas desenvolvidos no campo da segurança pública pelo Observatório da Segurança Cidadã (OSC), iniciativa do Governo do Estado do Espírito Santo, que tem por objetivo subsidiar ações estratégicas de controle e prevenção à criminalidade e à violência.

“O OSC é uma inovação dessa nova fase do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, que possibilita uma ampla utilização de informações pela sociedade, gestores, pesquisadores e mesmo a imprensa. Um diferencial que o Espírito Santo tem nesse nível de transparência e divulgação de dados em relação à segurança pública que poucos estados conseguem disponibilizar”, explicou Pablo Lira.

O Painel Crimes Contra o Patrimônio está disponível em https://sesp.es.gov.br/ (aba “Estatísticas”) ou em http://ijsn.es.gov.br/observatorio-da-seguranca-cidada/paineis-de-indicadores/crimes-contra-o-patrimonio.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação do IJSN
Eduardo Rabello
(27) 3636-8066 / 99892-5291
[email protected]

Assessoria de Comunicação da Sesp
Victor Muniz
(27) 3636-1572 / 99284-3303
[email protected]

Assessoria de Comunicação da SEP
Claudia Feliz
(27) 3636-4258 / 99507-4071
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana