conecte-se conosco


Estado

Governo do ES lança edital para rede de fibra óptica em 30 municípios capixabas

Publicados

em

 

O Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação e Informação do Estado do Espírito Santo (Prodest) iniciou um processo licitatório para implantar a rede ES Digital, que vai atender inicialmente a 30 municípios capixabas.

A previsão é que sejam implantados  462 pontos, que vão contemplar órgãos estaduais em diversas regiões do Espírito Santo. As repartições públicas contempladas passarão a ter uma conexão mais direta e rápida com o Data Center do Estado, que fica na sede do Prodest, em Vitória.

Além disso, poderão prestar um atendimento mais eficiente à população tendo acesso a sistemas importantes, como o Detrannet, o Saúde Digital e o e-Docs, que permite a tramitação eletrônica de documentos e processos. A ES Digital também vai possibilitar um gerenciamento mais eficiente das escolas e hospitais da rede estadual.

Outro benefício abrange a possibilidade de realizar videoconferências com mais facilidade, o que evita gastos com diárias e combustível. A nova rede também vai propiciar condições de serem feitas teleconsultas, o que proporciona um atendimento mais qualificado dos profissionais de saúde à população.

A possibilidade de aperfeiçoar os mecanismos de arrecadação fiscal e do acompanhamento de processos administrativos e judiciais são outras vantagens que abrangem a rede ES Digital, que terá velocidades de 1 a 10 gigabits por segundo.

Licitação

O processo licitatório será o pregão eletrônico que vai formar uma ata de registros de preços para a contratação da empresa que fará a implantação da rede de alta velocidade, denominada ES-Digital.

Apenas podem participar as empresas cadastradas no Sistema Integrado de Gestão Administrativa (Siga), que pode ser acessado pelo site www.compras.es.gov.br. As propostas podem ser enviadas até o próximo dia 19 de abril.

A sessão pública para apresentação das propostas acontecerá no Siga, com início às 10 horas, do dia 20 do próximo mês. A ata de registro de preços terá validade de um ano, considerando o dia posterior à data de publicação deste documento no Diário Oficial do Estado. Os contratos resultantes poderão ter uma validade de até 3 anos.

Expansão

Atualmente, o Governo do Estado conta com três redes de fibra óptica de alta velocidade para conectar órgãos públicos e proporcionar um atendimento mais dinâmico ao cidadão. A Metro-ES, o Anel da Enseada e a Metro-Gvix beneficiam aproximadamente 380 órgãos públicos estaduais na Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV).

Com a expansão da Metro-Gvix para Guarapari e Viana, a estimativa é de que as redes governamentais de fibra óptica tenham, até 2021, 550 pontos conectados, que interligarão instituições públicas ao Data Center do Estado, situado no Prodest, em Vitória.

A primeira rede de fibra óptica do Governo do Estado instalada na Capital é a Metro-ES, que atende a cerca de 120 repartições públicas. Já o Anel da Enseada é responsável por atender ao Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJ-ES), ao Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCE-ES), ao Ministério Público do Estado do Espírito (MPES) e à Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales).

Além de possibilitar um melhor gerenciamento do patrimônio e da frota estadual de veículos e placas, as redes ajudam a aperfeiçoar o rendimento de sistemas importantes para o Governo do Estado, como o Siarhes, responsável pela folha de pagamento. Também tornam  mais eficientes os serviços de correio eletrônico e de telefonia corporativa, o que viabiliza a redução de custos.

“A expansão das redes de fibra óptica do Poder Executivo é uma ação estratégica para o Governo do Estado estar mais inserido na transformação digital e proporcionar ao cidadão uma melhor experiência ao solicitar os serviços”, afirmou o presidente do Prodest, Tasso Lugon.

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Detran|ES divulga resultado do programa CNH Social

Publicados

em


O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) divulgou a lista com os nomes dos 3 mil selecionados na 1ª fase do programa CNH Social às 12h desta terça-feira (13). A relação está disponível no site www.detran.es.gov.br.

O programa atraiu 59.064 interessados em obter de forma totalmente gratuita a Primeira Habilitação nas categorias A (moto) ou B (carro), fazer a mudança de categoria para D (van, micro-ônibus, ônibus) ou E (caminhão e carreta) ou para a adição de categoria A ou B.

A lista contempla candidatos selecionados de forma eletrônica, de acordo com os critérios estabelecidos pelo programa, que consideram, com base nos dados informados pelo cidadão no Cadastro Único, a menor renda per capita, maior número de componentes no grupo familiar, candidatos com Ensino Fundamental completo, beneficiário do Bolsa Família e data e hora de inscrição. Entre os candidatos que se declararam Pessoa com Deficiência (PCD), poderão ser contemplados somente aqueles cuja deficiência não impeça a obtenção da CNH, na forma da legislação de trânsito vigente.

O diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, reforça o papel do programa CNH Social especialmente neste ano, como parte do pacote de medidas sociais apresentadas pelo governador Renato Casagrande como uma das ações de proteção social de enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus. “Em cada etapa do programa CNH Social disponibilizamos habilitação gratuita para os capixabas com baixa renda não apenas para formar mais condutores, mas também para que essas pessoas assumam o compromisso com um trânsito mais seguro, já que temos uma etapa de sensibilização que não acontece no processo tradicional, e, principalmente, como um diferencial no mercado de trabalho. Quem não foi selecionado agora ainda tem a chance de ser chamado na lista de suplentes e também de se inscrever nas etapas seguintes”, afirma.

O programa CNH Social é uma iniciativa para que as pessoas de baixa renda no Estado possam ter formação e serem sensibilizadas sobre a importância da proteção da vida no trânsito, além de capacitação a partir da obtenção de uma carteira de motorista, com vistas ao mercado de trabalho.

Também serão abertas, ainda neste ano, mais 2.500 vagas na 2ª fase do programa, em junho, e outras 2.500 na 3ª fase, em setembro, totalizando 8 mil carteiras de motorista e um investimento de R$ 11 milhões em 2021.

Prazos

Os candidatos selecionados nesta fase deverão obedecer aos prazos de abertura e conclusão das etapas do processo de Habilitação. A partir da publicação da relação final dos selecionados, nesta terça-feira (13), o candidato à Habilitação selecionado no programa terá 15 dias para realizar a matrícula on-line no site www.detran.es.gov.br, na aba ‘CNH Social’. O interessado deverá preencher os requisitos solicitados para ter acesso à informação de em qual Centro de Formação de Condutor (CFC) realizará a abertura do seu processo de habilitação, junto ao Sistema RENACH, bem como os documentos necessários que deverá providenciar.

O candidato que não respeitar os prazos estabelecidos será desclassificado, perderá o benefício e o Detran|ES convocará os candidatos suplentes, em ordem classificatória.

Chance para suplentes

Para aqueles candidatos que não forem selecionados nessa lista, haverá uma nova oportunidade de ser contemplado. No dia 1º de junho, às 12 horas, será divulgada uma chamada única de suplentes no site do Detran|ES. O objetivo é preencher as vagas remanescentes após desclassificação de candidatos que não respeitarem os prazos estabelecidos no processo de Habilitação.

Serviço:

– Lista dos 3 mil selecionados na primeira fase do programa CNH Social 2021: Confira aqui 

– Lista única de suplentes: dia 1º de junho, às 12 horas, no site do Detran|ES.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Detran|ES
Rhayan Esteves / Fabricia Borges / Fátima Negrelli / Zu Coelho
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana