conecte-se conosco

Estado

Governo do Espírito Santo deixa de consumir 15 toneladas de papel graças ao sistema e-Docs

Publicado

O Sistema de Gestão de Documentos Arquivísticos Eletrônicos do Governo do Estado (e-Docs) já possibilitou ao Poder Executivo Estadual reduzir em 15 toneladas o uso de papel. A medida foi possível graças ao software atingir a marca de um milhão de documentos públicos capturados. 

Desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), em parceria com a Secretaria de Gestão de Recursos Humanos (Seger) e outros órgãos estaduais, o e-Docs tem como foco promover uma gestão de documentos mais sustentável e digital.

O sistema funciona, desde agosto de 2018, e permite a inserção de diversos documentos relativos a ajustes em contratos e convênios, requisições e contratações de serviços, cadastros de fornecedores, procedimentos relacionados à vida funcional dos servidores (férias, verificação de tempo de contribuição, censo bianual, etc.), editais em geral, entre outros.

Além de reduzir o consumo de papel, o e-Docs realiza a tramitação de documentos e processos de forma eletrônica. Assim, proporciona uma série de vantagens para a administração pública, como agilidade no atendimento das demandas, redução de custos operacionais com deslocamento de processos por mensageria, otimização dos fluxos de trabalho, facilidade de acesso às informações, transparência e segurança dos dados.

“Estou muito satisfeito com o trabalho realizado pelo Prodest e órgãos estaduais parceiros na implantação do e-Docs no Poder Executivo Estadual. Com certeza, esse sistema será muito importante para modernizar a administração pública e torná-la mais eficiente”, enfatizou o presidente do Prodest, Tasso Lugon.

 

Informações à Imprensa: 

Eric Lopes Menequini 

Tel.: (27) 3636-7159

[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
publicidade

Estado

Galeria Homero Massena promove atualização de dados de artistas que já expuseram no espaço

Publicado


.

A Galeria Homero Massena (GHM) está com uma pesquisa aberta para atualizar os dados de artistas que já expuseram suas obras no espaço nos últimos vinte anos. O objetivo é colher informações precisas sobre as exposições e trabalhos expostos, além de identificação étnico-racial, identidade de gênero, entre outras. 

A pesquisa reforça uma preocupação sobre questões identitárias importantes para nortear as políticas de acesso e pertencimento no sistema da arte capixaba e seus reflexos nacionais. O questionário faz parte do trabalho promovido pelos setores do educativo e de acervo, e posteriormente, estão previstas ações e material educativo sobre pontos pertinentes dos dados colhidos.

Já expôs seus trabalhos na Galeria Homero Massena? Responda o formulário e colabore com a pesquisa. Acesse o link: https://forms.gle/qrB9jNcShertRBjk8

 

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Secult

Aline Dias / Danilo Ferraz / Erika Piskac

(27) 3636-7111 / 99808-7701 / 99902-1627

[email protected]

[email protected]

Facebook: secult.espiritosanto

Instagram: @secult.es

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana