conecte-se conosco


Estado

Casagrande autoriza construção de escola infantil em Santa Leopoldina

O Governo do Estado autorizou a construção de uma nova sede do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) São Francisco de Assis, em Santa Leopoldina. A ordem de serviço foi assinada nesta quarta-feira (13) pelo governador Renato Casagrande, pelo secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo e pelo prefeito do município, Vavá Coutinho. O […]

Publicados

em

O Governo do Estado autorizou a construção de uma nova sede do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) São Francisco de Assis, em Santa Leopoldina. A ordem de serviço foi assinada nesta quarta-feira (13) pelo governador Renato Casagrande, pelo secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo e pelo prefeito do município, Vavá Coutinho. O repasse do Governo ao Município é de R$ 1.191.560,00, sendo o valor licitado de R$ 1.178.424,93.

O novo prédio vai contar com berçário, seis salas de aula, sala de direção, secretaria, cozinha, área de serviço, depósitos, banheiros, pátio coberto e playground em 693,37 metros quadrados de área construída. O número de vagas vai saltar de 70 para 150 alunos em idade de creche, que vai dos quatro meses até três anos de idade.

Além da ampliação de vagas para atender a demanda da comunidade, a nova sede do CMEI será elevada para evitar que a escola seja atingida por enchentes – como ocorreu em anos anteriores. Esse foi o terceiro investimento anunciado pelo Governo do Estado na educação infantil em menos de 60 dias.

“Estamos investindo em educação para as crianças na primeira infância, quando o cérebro está apto e aberto para receber as informações. Ter uma boa orientação e conhecer valores são fundamentais para construir uma sociedade mais sadia, mais preparada”, afirmou Casagrande, durante cerimônia realizada no Polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) de Santa Leopoldina.

Também participaram da solenidade a secretária de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro; o secretário-chefe da Casa Militar, coronel Aguiar; o diretor da Cesan, Cael Linhalis; além de autoridades e moradores da região.

Mais obras

Em fevereiro, o governador autorizou a construção do CMEI Tom e Jerry, em Anchieta, num investimento total de R$ 1.543.352,20. Ao todo, serão erguidas 12 salas de aula, numa área total de 1.280,93 m². Já para a Escola em Rio Novo do Sul, serão investidos mais R$ 1.543.352,20 nas obras de reconstrução da Centro de Educação Infantil (CEI) Joaquina Nogueira, que ganhará um novo prédio e passará a atender 153 crianças com até três anos de idade.

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Espírito Santo vai ganhar hub de inovação e economia criativa

Publicados

em

Os capixabas ganharão, em breve, um espaço dedicado às ações de fomento à inovação e à economia criativa: o Hub ES+. O novo espaço será um centro de inovação e economia criativa, a ser instalado no Centro de Vitória, no antigo cartório da Praça Costa Pereira. O projeto arquitetônico do HUB ES + está em andamento e as obras já estão em fase inicial. A previsão é de que a inauguração aconteça em outubro deste ano.

O local foi projetado para a realização de cursos, palestras, trabalhos multimídia, coworking, aceleração e incubação de iniciativas inovadoras e criativas. Nesta quarta-feira (29), representantes das secretarias de Inovação e Desenvolvimento (Sectides), da Cultura (Secult), de Gestão e Recursos Humanos (Seger) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) participaram da visita ao local.

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Ricardo Pessanha, frisou que o Hub ES+ representa a união da arte e da cultura com a ciência, a tecnologia e a inovação. “A localização é estratégica para o fortalecimento de outra importante ação de nosso Governo, que é a revitalização do Centro de Vitória”, destacou.

“É conhecido que a inovação floresce na diversidade e que as diferenças, os encontros e desencontros têm o potencial de gerar novas ideias, além de desembocar em inovações. Portanto, acredito que a criação do Hub ES+ contribui de forma decisiva para a revitalização do Centro e para as bases de uma nova economia capixaba, com vistas ao desenvolvimento de processos inovadores”, salientou Pessanha.

Para o secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha, a cultura, a economia criativa e a inovação têm em comum a capacidade de criar redes de produtos e serviços, gerando renda e oportunidades. “Integramos ações da Secult e da Sectides no espaço físico do HUB ES+, e vamos potencializar o acesso ao conhecimento para empreendedores, por meio de diversas ações no local”, completou.

O secretário de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Marcelo Calmon, comentou que o Hub ES+Criativo é um canal fundamental para ampliar ainda mais a conexão entre o Governo do Estado e o ecossistema de inovação. “Para a Seger, é fundamental porque cria um espaço dinâmico para a conexão dos seus produtos, como o Startup ES, o Pitch Gov, Aceleração do Inoves, entre outras ações que nós desenvolvemos por meio do LabGes”, ressaltou o secretário.

“O SEEDES tem o foco de fortalecer o ecossistema capixaba de inovação, ao fazer a aceleração de 30 startups. Abrigar essa aceleração no HUB ES+ é uma forma de potencializar a união da economia criativa, da inovação e da cultura e, com isso, desenvolver ainda mais o ecossistema”, enfatizou o diretor de Inovação Elton Moura, da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes).

No Hub ES+, funcionarão programas, como o Programa SeeDES (Startups e Empreendedorismo Estadual em Desenvolvimento no Espírito Santo), o I2CA e Ações para Economia Criativa. O Programa de Aceleração do Estado do Espírito Santo, o SEEDES, é o primeiro programa público de aceleração de Startups do Estado do Espírito Santo e uma importante ação para o fortalecimento do ecossistema de empreendedorismo e inovação capixaba. Para isso, deve ser desenvolvido como política pública do Estado e absorvido e apoiado pelo ecossistema e pelas diversas instituições capixabas.

No primeiro ciclo, por meio de um chamamento público, serão selecionadas 30 startups para um processo intenso de aceleração, com duração de seis meses, e que contará com capacitações, mentorias personalizadas, subvenção econômica, bolsa para dedicação exclusiva ao negócio, trocas de conhecimento, networking e imersão no ecossistema.

Com o propósito de desenvolver pesquisas para benefício fundamentalmente da indústria, nas áreas de Cognição Visual Artificial, Mobilidade Autônoma, e Interação Autônoma Inteligente, entre outras correlatas e pertencentes à grande área de Inteligência Computacional, o Programa de Inteligência Computacional Aplicada (I2CA) atualmente conta com as parcerias da ArcelorMittal, da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) e de Startups.

Voltado para ações de economia criativa, o Programa ES + Criativo, do Governo do Estado, por meio da Secult e de outras instituições, vem formando parcerias para fomentar políticas públicas na área de economia criativa, em âmbito Estadual e municipal. A intenção é valorizar a criatividade, o capital intelectual e o valor simbólico-cultural do Espírito Santo. O segmento criativo, além de abranger setores como o mercado da música, da gastronomia, do artesanato e até mesmo da tecnologia da informação, também amplia uma rede de produtos e serviços, gerando renda e oportunidades.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sectides
Ana Luiza Freitas / Gabriela Galvão / Larissa Linhalis
(27) 3636-9707 / 6753 / 1822 / 99949-8105 / 99942-9537 / 98102-0236
[email protected]

Assessoria de Comunicação da Secult
Aline Dias / Danilo Ferraz / Erika Piskac/ Juliana Nobre
(27) 3636-7111 / 99753-7583 / 99902-1627
[email protected] / [email protected] / brasã[email protected]
https://www.facebook.com/SecultES
https://www.instagram.com/secult.es/

Assessoria de Comunicação da Seger
Vitor Possatti Rodrigues
[email protected]

Assessoria de Comunicação da Fapes
Samantha Nepomuceno
(27) 3636-1867
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana