conecte-se conosco


Estado

Governo do Estado realiza formatura de 146 novos policiais civis

Publicados

em

O Governo do Estado, por meio da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), realizou, na noite dessa quarta-feira (22), a cerimônia de formatura dos alunos do Curso de Formação Profissional da Corporação. Ao todo, serão 146 novos policiais, sendo 08 assistentes sociais, 17 auxiliares de perícia médico-legal, 01 escrivão de polícia, 72 investigadores, 09 médicos-legistas, 31 peritos e 08 psicólogos.

A solenidade foi realizada no Salão São Tiago, no Palácio Anchieta, em Vitória, e contou com as presenças do governador Renato Casagrande; da vice-governadora Jacqueline Moraes; do secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Márcio Celante; do delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda; do diretor da Academia da Polícia Civil (Acadepol), Robson Damasceno; e demais autoridades convidadas.

O Curso de Formação é referente à 2ª turma do Concurso Público da Polícia Civil (Edital nº 001/2018). Para realização do curso, foi firmada uma parceria entre a Acadepol e a Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp), na modalidade híbrida, online e presencial.  As aulas tiveram início em 04 de maio, de segunda a sábado, totalizando uma carga horária de 300 h.

Entre as disciplinas que foram cursadas pelos alunos estão: armamento e tiro, atuação policial na proteção dos direitos humanos, Estatuto da Criança e do Adolescente, improbidade administrativa, noções de medicina legal, papiloscopia, prática cartorária, telecomunicações policiais, inteligência e investigação policial.

O governador Renato Casagrande destacou o trabalho de fortalecimento da área da segurança pública. “Com essa formatura, são praticamente 600 novos policiais civis contratados em nosso governo. Estamos fazendo contratações também na Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Investimos ainda em tecnologia e infraestrutura para que nossos policiais continuem trabalhando para reduzir os crimes. Com a continuidade das políticas públicas, vamos levar nosso Estado a ser um dos menos violentos do País”, disse.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social ressaltou que mais uma vez o Governo do Estado demonstra toda a preocupação com a recomposição dos efetivos das forças de segurança.

“Nosso governador, dentro do programa Estado Presente em Defesa da Vida, tem buscado recompor um efetivo que perdemos por falta de investimentos e de concursos entre os anos de 2015 a 2018. Agora, são quase 150 novos policiais civis que irão compor o quadro das delegacias e da parte de Polícia Técnico-Científica para continuarmos no caminho da redução da criminalidade no Espírito Santo. Temos alcançado índices históricos, como a queda dos homicídios, por exemplo. Seguimos em um caminho de reestruturação que não irá parar”, afirmou o coronel Celante.

O delegado-geral da PCES, José Darcy Arruda, falou da importância dos novos servidores para a Instituição. “É sempre uma grande emoção receber novos policiais civis. Nossa atuação é vocacionada e aqueles que se identificam com a profissão posso garantir que se realizarão durante a nova jornada. Para nós, vocês significam esperança!  Esperança em aprimorar a promoção da segurança e a justiça cada vez mais. Novas ideias e uma nova energia que irá garantir a continuidade da nossa querida Polícia Civil. Sejam bem-vindos e não se esqueçam: vocês estão aqui para servir, inovar e agir!”, pontuou.

Após assinatura do decreto, os nomes dos aprovados serão divulgados no Diário Oficial do Estado e a partir daí, seguirão os trâmites para posse, conforme preconiza a lei.

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Últimos dias para concorrer a uma vaga de Agente Local de Inovação

Publicados

em

Por

O encerramento do edital é no dia 29 de junho. O Sebrae/ES vai selecionar 50 vagas imediatas

Esta é a última oportunidade para que pessoas interessadas em participarem deste edital de Agente Local de Inovação concorram a uma vaga, com bolsas de até R$ 5 mil. Ao todo, são 50 vagas imediatas para atuarem junto a micro e pequenas empresas nas áreas de Produtividade, Transformação Digital, Rural, e na articulação e apoio dos Ecossistemas de Inovação e Indicação Geográfica.

O Natan Sarria, atuou como ALI de Produtividade em 2021 e compartilha a experiência de assumir esta função. “O ALI é o responsável por aplicar uma metodologia que tem como objetivo melhorar a produtividade das empresas e reduzir o custo delas. Então essas micro e pequenas empresas que buscam se destacar no mercado terão vocês com um ponto de apoio responsável por organizar as atividades desses gestores que acabarem se inscrevendo no programa”, conta.

Segundo ele, esta é uma oportunidade de fortalecer o networking e ampliar a rede de conhecimentos. “Eu entendo que o maior benefício, além da bolsa, é o contato com essas empresas e a compreensão das reais necessidades e problemas desses pequenos empreendimentos. Então, para quem quer empreender ou expandir sua rede de contatos, vale a pena aproveitar essa oportunidade”, orienta o ex ALI.

As inscrições ficam abertas até o dia 29 de junho. Para se inscrever, basta acessar: bit.ly/ALI_2022. No mesmo link, o candidato pode ter acesso a todas as informações do edital. As capacitações começam logo após a seleção dos agentes.

Vagas

Ao todo, são 50 vagas imediatas para Agentes Locais de Inovação (ALI), sendo 10 delas para graduandos, com remuneração de até R$ 1.500 mil, e as demais para profissionais com ensino superior completo e pelo menos 6 meses de experiência na área desejada, com remuneração de até R$ 5 mil. Além disso, também serão selecionadas outras 113 vagas para cadastro de reserva.

“Esta é a primeira vez que novas áreas de atuação, além da produtividade, são inseridas em processos seletivos de Agentes Locais de Inovação para o Espírito Santo. Os profissionais selecionados vão atuar em diferentes regiões do estado e alguns dos projetos têm como objetivo serem facilitadores da implantação da inovação nos pequenos negócios atendidos, e outros têm objetivo de apoiar os ecossistemas de inovação e o desenvolvimento das Indicações Geográficas selecionadas”, ressalta a analista do Sebrae/ES, Carine Thomazi.

Seleção

Os candidatos à ALI passarão por três etapas de seleção: avaliação de conhecimento, análise curricular e documental e avaliação de habilidades e perfil. Todo o processo acontecerá de maneira remota.

Os agentes selecionados para vagas imediatas, se tornarão bolsistas do Sebrae, serão capacitados e atuarão em campo, acompanhando um conjunto de empresas com a função de propor melhorias e oferecer respostas às demandas do negócio.

Programa Agentes Locais de Inovação

O programa Agente Local de Inovação (ALI) é uma iniciativa do Sebrae que tem o objetivo de promover a prática continuada de ações de inovação junto às micro e pequenas empresas, por meio de orientação proativa, gratuita e personalizada.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana