conecte-se conosco

Estado

Grupo de Trabalho que debate retorno às aulas presenciais realiza nova reunião

Publicado


.
O Grupo de Trabalho (GT) que debate o retorno das aulas presenciais do ano letivo de 2020 em toda a rede de ensino do Espírito Santo realizou um novo encontro, na manhã desta quinta-feira (02). Foi apresentada uma primeira versão de uma portaria conjunta, elaborada pelas Secretarias da Educação (Sedu) e da Saúde (Sesa), que deve estabelecer as diretrizes para adoção de medidas administrativas e de segurança sanitária pelos gestores das instituições de ensino no retorno às aulas presenciais. Esse foi o quarto encontro do grupo, constituído em maio deste ano devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).
 
O secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, conduziu a reunião e logo no início esclareceu que o objetivo do grupo é debater questões pertinentes ao retorno das aulas presenciais, quando ocorrerem, e que dizem respeito a todas as instituições de ensino, sejam elas públicas ou privadas, escolas ou faculdades.
 
“Não se trata de anúncio do plano, até porque ainda não temos uma data de retorno às aulas presenciais. O que nos une aqui hoje é o que há de comum entre todas as instituições aqui representadas, independente da natureza e oferta de ensino. O ponto principal da nossa conversa hoje foi a portaria de protocolos de sanitização, elaborada pela Secretaria da Saúde, e que entendemos ser os mesmos protocolos a serem adotados pelas instituições de ensino”, disse Vitor de Angelo.
 
A ideia é de que as instituições representadas no encontro façam agora a discussão dos termos dessa primeira versão da portaria conjunta entre seus pares. “A proposta é que cada um de vocês observem, avaliem e dêem as sugestões, para que possamos finalizar o documento e publicá-lo”, declarou o secretário da Educação.
 
Também presente na reunião, o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, destacou que as atividades escolares implicam em uma maior pressão no transporte coletivo e também na aglomeração de pessoas, pelo fato dos estudantes serem vetores da doença, podendo transmiti-la para familiares, principalmente, os idosos. “A decisão de suspender o calendário escolar e de reduzir a circulação no transporte público permitiu que a pandemia tivesse uma evolução identificada e que ganhássemos tempo para preparar todas as medidas de enfrentamento, que incluiu tanto as medidas de testagem quanto de organização do serviço de saúde”, afirmou.
 
Ainda segundo Nésio Fernandes, é preciso preparar o Estado do Espírito Santo para uma retomada segura das atividades escolares e acadêmicas. “Nosso foco é a defesa da vida”, destacou. Participaram pela Sesa, o subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, e o gerente Estadual de Vigilância em Saúde, Orlei Cardoso.
 
Fazem parte do Grupo de Trabalho representantes da União dos Dirigentes Municipais da Educação (Undime-ES), Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), Associação dos Diretores e Ex-Diretores das Escolas da Rede Pública Estadual de Ensino do ES (Adires), Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (MEPES), Sindicato das Empresas Particulares de Ensino (Sinepe), Conselho Estadual de Educação (CEE), Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), Sindicato dos Servidores Públicos do Espírito Santo (Sindipúblicos), Sistema OCB-ES, além da Secretarias de Estado da Saúde (Sesa), Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional (Secti) e Procuradoria-Geral do Estado (PGE).
 
Também foram convidados a fazer parte, mas não indicaram representantes os Sindicatos dos Trabalhadores em Educação Pública do Espírito Santo (Sindiupes) e dos Professores do Espírito Santo (Sinpro ES). A proposta é que a próxima reunião do GT acontece em 15 dias.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sedu

Mirela Marcarini/ Geiza Ardiçon/ Soraia Camata

(27) 3636-7705 / 7706/ 7707/ 7888 / 99956-2479 / 99802-9043

[email protected]/ [email protected]/ [email protected]
Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
publicidade

Estado

Mais de 57 mil já se curaram da Covid-19 no ES; veja situação neste sábado (25)

Publicado

por

O Espírito Santo registrou, até as 17h00 deste sábado (25), 2.386 mortes por Covid-19. O número total de casos confirmados chegou a 76.598, sendo que destes, 57.402 pacientes já estão curados. Os dados são divulgados na plataforma Painel Covid-19, do Governo do Estado.

Em relação aos números divulgados na sexta (24), o aumento é de 744 novos casos, 13 mortes a mais e 473 curados.

Municípios com mais casos

Os 15 municípios com mais casos confirmados são: Vila Velha (11.604), Vitória (10.367), Serra (9.947), Cariacica (8.671), Linhares (4.079), Colatina (3.322), Cachoeiro de Itapemirim (2.976), Aracruz (2.052), Guarapari (1.734), Viana (1.304), São Mateus (1.242), Marataízes (868), São Gabriel da Palha (863), Itapemirim (685) e Castelo (670). (Clique aqui e veja lista completa)

Leia também:

Governo do Espírito Santo divulga 15º Mapa de Risco da Covid-19

Soro feito de plasma de cavalo é testado em humanos com Covid-19

Os países que foram “exemplo” mas sofrem agora com segunda onda de Covid-19

Bom Jesus do Norte registra quarta morte por COVID-19

Fiscalização Integrada fecha bares que funcionavam ignorando decreto em Cariacica

Mortes nos municípios

Dos óbitos, 1.343 são homens e 1.043 mulheres. Eles estão distribuídos da seguinte maneira nos municípios capixabas: Serra (403), Vila Velha (381), Vitória (336), Cariacica (322), Cachoeiro de Itapemirim (98), Colatina (75), Guarapari (74),  Linhares (66), Viana (54), Aracruz (45), Marataízes (40), Itapemirim (35), São Mateus (35), Castelo (18), Nova Venécia (18), Iúna (17), Marechal Floriano (17), Anchieta (15), Fundão (13), Presidente Kennedy (13), Afonso Cláudio (12), Alegre (12), Boa Esperança (11), Guaçuí (11), Pinheiros (11), Baixo Guandu (10), Barra de São Francisco (10), Piúma (10), Rio Novo do Sul (10), São Gabriel da Palha (10), Ibiraçu (9), Conceição da Barra (8), Muqui (8), Pedro Canário (8), Santa Maria de Jetibá (8), São Domingos do Norte (8), Sooretama (8), Vila Valério (8), Ecoporanga (7), Ibatiba (7), Venda Nova do Imigrante (7), Alto Rio Novo (6), Domingos Martins (6), Santa Leopoldina (6), Santa Teresa (6), Vargem Alta (6), Água Doce do Norte (5), Jaguaré (5), João Neiva (5), Rio Bananal (5), São Roque do Canaã (5), Alfredo Chaves (4), Ibitirama (4), Montanha (4), Muniz Freire (4), Pancas (4), Bom Jesus do Norte (3), Conceição do Castelo (3), Jerônimo Monteiro (3), Mantenópolis (3), Marilândia (3), Mimoso do Sul (3), Águia Branca (2), Apiacá (2), Atílio Vivácqua (2), , Irupi (2), Dores do Rio Preto (1), Itarana (1), Laranja da Terra (1), Mucurici (1), Ponto Belo (1), São José do Calçado (1), Nanuque (2)*, Governador Valadares (1)*, Itamaraju (1)*, Itaperuna (1)*, Mantena (1)*, Marechal Cândido Rondon (1)*, Mucuri (1)*, Nova Viçosa (1)*, Pompeia (1)*, São Miguel dos Campos (1)*

* Nanuque e Governador Valadares ficam no estado de Minas Gerais, Pompeia no estado de São Paulo, São Miguel dos Campos no estado de Alagoas, Itamaraju, Mucuri e Nova Viçosa no estado da Bahia, Marechal Cândido Rondon no estado do Paraná e Itaperuna no estado do Rio de Janeiro. Isso acontece, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), porque os casos foram notificados no Espírito Santo.

Leia também:

Espírito Santo é nota 100 nos dois rankings de transparência da Covid-19

Novo Painel de Contratos facilita acompanhamento de ações no combate à Covid-19 no ES

Meu filho não quer usar máscara, o que posso fazer? Mães e médica dão dicas

Após testar negativo para a Covid-19, Bolsonaro passeia de moto em Brasília

Presidente do PSL de Igarassu (PE) promove festa com show e aglomeração

Fraqueza e dificuldade para falar: recuperação Pós-Covid tem muitas complicações

Clique aqui e acompanhe em tempo real os números do Coronavírus no Brasil com mapa interativo atualizado pelo Ministério da Saúde.

Clique aqui e acompanhe os números da doença no Espírito Santo com dados atualizados pela Secretaria de Saúde (Sesa) no Painel Covid-19.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana