conecte-se conosco


Estado

Ibef-ES debate sobre setor financeiro em evento do CRC-ES

Publicados

em

Foto: Divulgação

O papel do profissional de finanças e as estratégias no segmento financeiro foram debatidos durante o evento “Conexão Contábil”, promovido pelo Conselho Regional de Contabilidade do Espírito Santo (CRC-ES) e que contou com a participação do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef-ES).

Na oportunidade, o presidente do Ibef-ES e diretor de Finanças da ArcelorMittal Brasil Aços Planos, Paulo Wanick, representou a entidade, falando em sua palestra sobre o tema “Habilidades e competências do profissional da Contabilidade na visão do mercado”.

Paulo Wanick

Para Wanick o contador deve buscar conhecer melhor o negócio em que atua, buscar maior eficiência em suas atividades através do maior uso de tecnologia, e agregar mais ao negócio com maior transparência, tempestividade e insights diferenciados.

“Foi muito importante discutir um pouco mais do que esperamos de novos profissionais para o mercado, bem como saber que a área contábil vem avaliando reformular o currículo para algo mais moderno e associado às competências que o mercado requer”.

O evento, que também abriu espaço para falar sobre as competências do contador na visão do mercado, tratou ainda sobre os temas como ação socioambiental, fundamentos da governança pública e seus mecanismos, administração pública e os desafios na implantação das boas práticas da governança, a fiscalização como instrumento de proteção da sociedade e muitos outros.

No encontro também aconteceu o lançamento das inscrições para o 5º Encontro Nacional de jovens lideranças contábeis, que será no Espaço Ferrari, em Vitória.

Comentários Facebook

Estado

MPES obtém liminar para o não pagamento de reajuste de plano de saúde para quem tem mais de 60 anos

Publicados

em

Por

Uma liminar obtida pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) em desfavor da Unimed prevê que operadora de plano de saúde adeque os contratos vigentes modificando cláusula que disponha: “Os clientes com idade a partir de 61 anos e que tiverem permanecido como contratantes de um dos planos de saúde administrados pela operadora por pelo menos 10 anos consecutivos, estarão isentos do aumento decorrente de modificação de faixa etária”.

A Ação Civil Pública (ACP) foi proposta pelo 35º promotor de Justiça Cível de Vitória e se refere a contratos antigos, em que ainda havia o reajuste por faixa etária aos 60 anos ou mais. No entanto, muitos consumidores ainda possuem o contrato com esta versão.

Deste modo, foi determinado, em sede liminar, que a Unimed adeque os contratos vigentes para modificar a cláusula de modo que passe a constar que tal isenção é aplicável a todos os consumidores com idade acima de 60 anos, inclusive aqueles que acabaram de completar 60 anos de idade, bem como a suspensão da cobrança de reajuste por faixa etária aos consumidores que completaram 60 anos de idade e que, naquele momento, mantinham contrato com a operadora há mais de 10 anos.

A decisão liminar também prevê a obrigatoriedade de a Unimed juntar aos autos todos os contratos e listagem dos consumidores que se encontraram nessa situação. Além disso, fica a operadora de plano de saúde obrigada a divulgar essa decisão aos consumidores pelas formas mais amplas, inclusive no site e redes sociais próprios.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana