conecte-se conosco

Grande Vitória

Jabour e Maria Ortiz ganham 50 novas mudas de árvores

Publicado

Divulgação Semmam

Plantio de árvore em Jabour

Rua Milton de Castro Matos, em Jabour, ganha nova muda de árvore (Ampliar imagem)

Os bairros Jabour e Maria Ortiz recebem, a partir desta sexta-feira (29), o plantio de 50 novas mudas de árvores.

Segundo a gerente de Áreas Verdes, Giselle Guimarães, as vias contempladas e as espécies escolhidas são estas:

  • em Jabour, nas quatro praças do bairro e na rua Milton de Castro Matos: 14 mudas, sendo elas de de Samambaia, Oiti, Ingá Mirim e Palmeira Rabo de Raposa
  • em Maria Ortiz, na praça de esportes: 36 mudas, sendo elas de Oitis, Ingás Mirim e Palmeira Rabo de Raposa.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Luiz Emanuel Zouain, além desses plantios, as equipes da Gerência de Áreas Verdes (GAV) já plantaram 182 árvores no bairro Maria Ortiz e 18 árvores em Jabour nos últimos dois anos.

Diretrizes

Os serviços de plantios de árvores acontecem em conformidade com as diretrizes e os procedimentos técnicos previstos no Plano Diretor de Arborização (PDA) e legislações pertinentes, especialmente a lei municipal n° 8.696/2014, que dispõe sobre o uso e a gestão da arborização urbana e das áreas verdes de uso público em Vitória.

Leia mais:  Espetáculo Corpo Negro reúne coreografias e poesia nesta sexta no Mucane

Matéria relacionada

Reta da Penha e praia de Camburi ganham novas árvores

Comentários Facebook
publicidade

Grande Vitória

Fafi lota Sesc Glória com mostra de oficinas de dança e música

Publicado

I Mostra Fafi

A noite desta quarta-feira (4) foi gloriosa no Centro Cultural Sesc Glória, no Centro. Foi a I Mostra Fafi, em que os alunos das oficinas de dança e música da Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música Fafi emocionaram familiares e amigos apresentando os resultados de tudo que aprenderam ao longo do semestre.

Todos os alunos estavam vestindo trajes típicos de cada dança. As músicas variavam de faixa etária, trazendo as infantis e até mesmo de resistência do povo africano nas Américas.

A iluminação do espetáculo no Centro Cultural criou um jogo de luzes e sombras na pele dos bailarinos, enriquecendo ainda mais as performances. Houve ainda apresentações musicais, como a orquestra de cordas da Fafi, que abriu o espetáculo.

A coordenadora da Fafi, Zila Nascimento, comemorou o resultado da I Mostra Fafi. “Foi um momento muito especial. Foi uma experiência única que a escola viveu. Pela primeira vez, a Fafi fez uma mostra dos nossos projetos. Toda a escola avaliou como um momento muito positivo!”, afirmou. 

Leia mais:  Sambista da Escola Boa Vista, de Cariacica, é assassinado a tiros em Vila Velha

Convidados especiais

O Núcleo de Violão do Circuito Cultural de Vitória, projeto da Secretaria Municipal de Cultura (Semc), fez uma participação especial na I Mostra Fafi. O núcleo contou com um repertório com melodias de músicas nacionais e internacionais, porém o ponto alto foi quando recriou o congo capixaba nas batidas dos violões, levando o público à loucura.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana