conecte-se conosco

Cidades

Jogos da Copa Vila Velha de Futebol Infantil agitam feriadão

Publicado

De: Secretaria de Esporte e Lazer
Texto: Gustavo Andrade| Foto: divulgação
Criado: 14 de novembro de 2019

Nesta sexta-feira (15), feriado da Proclamação da República, e no sábado (16), a bola vai rolar em partidas da Copa Vila Velha de Futebol Infantil. Serão, ao todos, 15 partidas do sub-10, sub-12 e sub-14.

Em boletim divulgado nesta quarta-feira (13), o Centro de Treinamento Vila Velha (CTVV), que organiza o torneio, confirmou as partidas, mesmo diante das fortes chuvas.

A organização informa que, caso o campo no qual o jogo está marcado não tenha condições, pede os responsáveis que informem até às 18h desta quinta-feira (14) para os jogos de sexta-feira (15) e até às 18h de sexta-feira para os jogos de sábado (16).
 
Partidas – 15/11 – a partir de 08 horas
Tupy x Vilavelhense (Sub-10) – Campo do Tupy
Tupy x Vilavelhense (Sub-12) – Campo do Tupy
Tupy x Vilavelhense (Sub-14) – Campo do Tupy
Atlântico x Barramares (Sub-10) – Campo do Atlântico
Atlântico x Barramares (Sub-12) – Campo do Atlântico
Atlântico x Barramares (Sub-14) – Campo do Atlântico
 
Partidas – 16/11 – a partir de 08 horas
Grêmio x Unidos do Ataíde (Sub-10) – Campo do Grêmio
Grêmio x Unidos do Ataíde (Sub-12) – Campo do Grêmio
Grêmio x Unidos do Ataíde (Sub-14) – Campo do Grêmio
CTVV x Atlântico (Sub-10) – Campo do Normilhão
CTVV x Atlântico (Sub-12) – Campo do Normilhão
CTVV x Atlântico (Sub-14) – Campo do Normilhão
Paul x Tupy (Sub-10) – Campo do Paul
Paul x Tupy (Sub-12) – Campo do Paul
Paul x Tupy (Sub-14) – Campo do Paul

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim não terá recesso em julho

Publicado

por

A realização de sessões ordinárias na Câmara de Cachoeiro não será interrompida no mês de julho. O anúncio foi feito na sessão desta terça-feira (07) pelo presidente Alexon Soares Cipriano (Republicanos), que já determinou a publicação, no Diário Oficial, de ato da Mesa Diretora suspendendo o recesso parlamentar que ocorreria de 18 a 31 de julho.

O presidente explica que a ideia tem o apoio de todos os vereadores. A justificativa é que, logo no início da pandemia, a Câmara precisou paralisar as atividades em plenário para adequar-se às exigências sanitárias, especialmente o distanciamento social recomendado entre vereadores e servidores. Após quatro semanas, as sessões voltaram a ocorrer, mas pelo sistema de videoconferência, com transmissão pela internet.

“Suspendendo o recesso, compensaremos em parte o tempo que tivemos que utilizar para implantar as sessões eletrônicas”, diz Alexon. Além disso, afirma, o momento exige que a Câmara atue sem cessar na fiscalização do Executivo Municipal e na discussão e aprovação de medidas de enfrentamento à pandemia.

Fonte: Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana