conecte-se conosco


Estado

Mais de 60 pessoas estão desabrigadas e desalojadas após chuvas no ES

Publicados

em

Foto: Reprodução/TV Gazeta

A chuva forte que atinge cidades do Espírito Santo nos últimos dias deixou 41 pessoas desabrigadas e 23 desalojadas, segundo dados da Defesa Civil divulgados na manhã deste sábado (20).

Entre os desabrigados, 40 estão em Apiacá e um está em Ibitirama. Já os desalojados estão em Alegre (um), Apiacá (dois), Ibitirama (10), Iúna (três), Serra (três) e Vila Velha (quatro).

Os municípios mais afetados desde sexta (19) ficam no Sul do estado. Nos dias anteriores o temporal foi maior na Região Metropolitana.

De acordo com a Defesa Civil, os maiores acumulados de chuva nas últimas 24 horas foram registrados em Ibitirama (100,60 mm), Mucurici (72,40 mm), Itaguaçu (66,76), Ponto Belo (65,60), Irupi (62,20), Guaçuí (85,83), Alegre (57,84), Colatina (46,54), Iúna (43,40) e Afonso Cláudio (41,39).

Em Ibitirama, o Rio Norte está a cerca de quatro metros acima do normal e houve transbordamento, causando Inundação em várias ruas. Há registro de alagamentos na área central e na saída para o distrito de Santa Maria.

Em Alegre, diversos pontos de escorregamentos e queda de blocos foram registrados na estrada de acesso ao Parque Cachoeira da Fumaça, a ES-484.

Fonte: G1

Comentários Facebook
Propaganda

Estado

Hospital Materno Infantil da Serra inicia atendimento em abril

Publicados

em


O Hospital Materno Infantil da Serra começa a funcionar no mês de abril como unidade de tratamento do novo Coronavírus (Covid-19). A unidade foi construída pela Prefeitura Municipal da Serra e transferida para a gestão do Governo do Estado, no ano passado.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, o hospital está passando por adequações para começar a atender pacientes em tratamento contra a Covid-19. “O Hospital Materno Infantil será aberto em abril como uma unidade que irá reforçar a estratégia de expansão de leitos para enfrentamento à nova aceleração da curva de casos Covid-19, prevista para ocorrer no Estado nesse momento, nos meses de março e abril”, disse.

A estrutura da unidade está passando por reformas e aprimoramento na parte tecnológica. Segundo o secretário, um novo layout está sendo adequado para um melhor aproveitamento dos espaços do hospital.

“A unidade vai passar por adequações do seu layout e da estrutura do seu grupo gerador. No desenho original ela só tem suporte de grupo de gerador para 30% da área do hospital. São necessários ajustes da rede de gás. A gestão direta, então, fará adaptações ao longo deste mês e no mês de abril vai iniciar o funcionamento como unidade Covid. Passando a fase mais crítica da Covid, nós iremos desenhar um calendário para poder abrir como maternidade”, explicou o secretário Nésio Fernandes.

Ao ser aberto como maternidade, os serviços que são oferecidos no Hospital Estadual Dr. Jayme dos Santos Neves, também localizado na Serra, serão transferidos para o Hospital Materno Infantil.  Além disso, o atendimento à população será mais adequado e vai permitir que as atividades no Jayme sejam ampliadas.

Conforme o secretário, o hospital tem potencial para readequar toda a oferta do Jayme Santos Neves, e tem capacidade de receber a maternidade de alto risco, que hoje funciona no Jayme.

“O Hospital Materno Infantil vai receber o que não tinha no projeto original, leitos de terapia intensiva neonatal e adulto, e terá a capacidade tecnológica incrementada. O Jayme poderá ampliar a sua capacidade de oferta de leitos Covid e, voltando ao perfil anterior, ele poderá reforçar perfis que ele poderia executar com muita qualidade, como cirurgias ortopédicas e vasculares, ressaltou.

Aebes

A Associação Evangélica Beneficente Espírito Santense (Aebes) será a Organização Social (OS) gestora do Hospital Materno Infantil da Serra. Ela será responsável pela contratação da equipe médica e corpo administrativo da unidade. Toda mobilização de recursos humanos será realizada por meio da OS.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Sesa
Syria Luppi / Kárita Iana / Paula Lima / Luciana Almeida / Thaísa Côrtes / Danielly Schulthais
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana