conecte-se conosco


Entretenimento

Maju Coutinho rebate cobrança para ser mãe: “pergunta machista”

Publicados

em


source
Maju Coutinho fala de carreira, redes sociais e pressão para ser mãe
Reprodução/Instagram

Maju Coutinho fala de carreira, redes sociais e pressão para ser mãe

No fim do ano passado, Maju Coutinho se mudou em definitivo para o Rio. Enquanto não encontra um novo lar na cidade, a jornalista e apresentadora, de 43 anos, está hospedada com o marido, o publicitário Agostinho Paulo, num flat da Zona Sul. Atualmente à frente do “Fantástico”, ela já se sente quase uma carioca.

“A praia está se tornando uma rotina no meu dia a dia. Tenho andado com frequência no calçadão. Adoro ver os idosos superativos caminhando e os esportes coletivos para todas as idades. O Rio é uma cidade que te empurra para essa vida ao ar livre”, diz Maju à “Veja Rio”.

Maju fala também que nunca se deslumbrou com o sucesso alcançado nos últimos anos por ela, neta de uma empregada doméstica e filha de professores, criada na da Zona Leste de São Paulo.

“Faço terapia desde a época da faculdade e, com ela, aprendi a tirar o peso excessivo das situações. Brinco que a gente carrega uma mochila com determinadas pedras. Em alguns momentos, são inevitáveis. Em outros, desnecessárias. A terapia ajuda a removê-las e a levar a vida de uma maneira mais leve”, conta.

Leia Também

Mesmo com mais de 1, 5 milhão de seguidores no Instagram, a apresentadora revela ter preguiça das redes sociais:

“Confesso que tenho uma certa preguiça das redes sociais. Acho muito arriscado essa coisa de exibir só um recorte da vida, essa aura de glamour que imprimem ali, especialmente em um país desigual como o nosso, com tanta gente passando fome. É uma vida irreal, editada pró-felicidade. A realidade não é assim. É feita de altos e baixos, é complexa, é preta, branca e cinza”.

Há seis anos, Maju Coutinho decidiu congelar os óvulos, caso decida ser mãe no futuro. Mas a jornalista faz questão de rebater a pressão que existe sobre as mulheres em torno do tema:

“Considero uma pergunta machista. Não vemos essa mesma questão levantada para os homens. É uma cobrança do feminino, como se fosse uma obrigação nossa: tem de ser assim. Não digo que eu não vou ter filhos, que eu não possa adotar. Não é um assunto fechado para mim, tanto que congelei meus óvulos aos 37. Mas acredito que, falando abertamente disso, podemos reduzir um pouco a pressão sobre a mulher”.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

Entretenimento

Em ruínas, mansão de Clodovil em Ubatuba corre risco de demolição

Publicados

em

source
Mansão de Clodovil em Ubatuba não consegue ser vendida
Reprodução – 23.05.2022

Mansão de Clodovil em Ubatuba não consegue ser vendida


Atração nos anos em que Clodovil era vivo, a mansão construída pelo estilista em Ubatuba corre o risco de ir ao chão. Ela está em ruínas e não consegue ser vendida. No ano passado, uma nova tentativa de leilão foi feita, após a Justiça anular o último, de 2018, quando foi arrematada por R$ 750 mil. A compradora pediu a anulação, pois o edital não dizia que, sendo em área de preservação ambiental, o imóvel não poderia sofrer uma série de alterações necessárias.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

A casa tinha 20 cômodos em sua planta original, ocupando uma área de 3 mil m², com total vista para o mar. Situada entre as praias do Meio e do Leo, a mansão mantém a aura de curiosidade sobre ela. Há cerca de duas semanas, o canal “Lolo Bolado”, que faz expedições em mansões abandonadas no Brasil, conseguiu fazer imagens o local.


O que se vê é uma completa destruição. A área externa, com piscina e jardins, foi tomada pelo mato. Grande parte do telhado já não existe, as paredes têm rachaduras profundas, e para evitar a entrada de curiosos, um ganso “faz a segurança”.

+ Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

Mas a julgar pela piscina, cheia, e sacos com latinhas de cerveja e refrigerante, por ali há circulação de pessoas.

Clodovil morreu em 2009 e a casa foi gradativamente abandonada pelo espólio do apresentador. Parte do que havia na Mansão do Clô foi retirada para quitar dívidas deixadas por ele. Há seis anos, 500 metros da casa foram demolidos por ordem judicial devido às ações do Ministério Público contra Clodovil. O quarto do estilista, o canil e parte da cozinha, construídos indevidamente em área de preservação, foram destruídos.

Ainda é possível ver, no entanto, a capelinha feita em homenagem à mãe dele, com o altar e o chão pintado por uma amiga de Clodovil. A área mais famosa, onde havia um vaso sanitário colocado ao ar livre, ao lado de uma Jacuzzi, já não é a mesma, apesar de haver um vaso no local.

“O vaso sanitário foi vendido por R$ 30 reais na época, teve quem quisesse. Ao lado da Jacuzzi era a biblioteca O vaso que vocês sentaram era parte do seu primeiro quarto, que era ao lado e também foi demolido, depois ele fez seu quarto no alto, que tinha uma passagem secreta. Toda a parte do início (do vídeo feito pelo canal) era de caseiros. O cômodo vermelho era a famosa Sala Vermelha ao lado da piscina. Onde está o coitado do ganso era parte de hóspedes”, conta um vizinho de Clodovil nos comentários da filmagem.

Clodovil não ia à praia, então fez uma sala de areia para reproduzir o clima. E ali dava altos jantares. Hoje, esse cômodos está tomado de de mato, infiltrações e fendas nas colunas. O quarto da mãe dele, com vista para o mar, tinha uma cama com estrutura para dossel toda trabalhada em madeira maciça. A estrutura ainda está na casa, em que também abrigou mais de 3 mil espécies de plantas e flores.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana