conecte-se conosco

Saúde

Menino de 10 anos sofre de condição rara que o deixa com “pele de cobra”

Publicado

Jagannath, de apenas 10 anos, precisa tomar um banho quente por hora e cobrir o corpo com creme hidratante várias vezes ao dia para aliviar sintomas dolorosos da sua condição rara. O menino, que vive no distrito de Ganjam, na Índia, possui uma pele de textura muito peculiar: escura, muito grossa e quebradiça, com aparência escamosa.

Devido à falta de elasticidade e ressecamento, a pele do garoto tornou-se um impecilho para atividades simples, como caminhar e até mesmo respirar. Para ajudar em atividades vitais, ele usa ferramentas que auxiliam na abertura dos pulmões. Conhecido como “menino-cobra”, Jagannath sofre de ictiose lamelar, uma condição congênita muito rara na pele .

A ictiose é caracterizada por um excesso de queratina e células mortas na pele, o que causa o efeito ressecado e escurecido. Em geral, ela pode acontecer apenas em algumas partes do corpo. Em casos extremos como o de Jagannath, porém, a doença toma todo o corpo.

Reprodução/Daily Mail Pais de Jagannath lamentam não ter dinheiro suficiente para custear tratamento do filho

Embora não haja cura, a doença possui alguns tratamentos para aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida dos pacientes , mas todos são procedimentos muito mais caros do que sua família pode pagar. “Meu coração se parte ao vê-lo sofrendo desta maneira”, diz Pramadhar Pradhan, pai de Jagannath, ao portal DailyMail.

A ictiose atinge cerca de 200 mil pessoas apenas no Reino Unido, de acordo com a Organização Nacional para Desordens Raras do Reino Unido. Além do preconceito e do desconforto, pessoas com essa condição ainda são mais propensas a sofrer com infecções , problemas respiratórios e deformidades musculares.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Especialista adverte: crianças não devem usar maquiagem na folia

Publicado

source

Minha Saúde

Muitos pais tem dúvidas sobre o uso da maquiagem em suas crianças em períodos de festividade. com a chegada do carnaval, a PROTESTE conversou com a doutora Simone Abdala, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, sobre o assunto, e a profissional deu o veredito: crianças menores de cinco anos não podem usar maquiagem em hipótese alguma. E crianças maiores que cinco anos devem usar maquiagens apropriadas para a idade delas.

criança vestindo peruca colorida e óculos de sol vermelho com a boca aberta arrow-options
Reprodução/ Mais Saùde

A especialista Simone Abdala afirma que mesmo sendo hipoalergênicas, as maquiagens infantis podem causar alergia

“Crianças até cinco anos podem acabar ingerindo ou esfregando os olhos e ter problemas mais graves”, afirma Simone.

Já no caso de crianças maiores de cinco anos, é preciso observar alguns detalhes:

Leia mais:Saiba o que levar na bolsa não passar mal nos bloquinhos de carnaval

  • Verificar se o produto foi testado dermatologicamente
  • Se certificar que a maquiagem é adequada à faixa etária da criança
  • Não usar sombra e rímel
  • Testar o produto numa área pequena alguns dias antes do uso normal
criança deitada em confete arrow-options
Reprodução/ São Paulo para crianças

Crianças acima de 5 anos podem usar, mas é preciso observar alguns detalhes

A profissional afirma que maquiagens destinadas a adultos não devem ser usadas de forma alguma, pois podem contar corantes, conservantes e fragrâncias que podem causar alergia ou irritação. Maquiagens compradas em camelôs, nem pensar. É importante também ficar atento à data de vencimento.

Leia mais:Carnaval pode aumentar risco de contágio por sarampo, alertam especialistas

O sintoma mais comum que o uso de produtos inadequados pode causar é a dermatite de contato, condição que se caracteriza por vermelhidão, coceira e inchaço. Em casos mais graves, o produto pode causar crostas e bolhas e os sintomas podem aparecer até alguns dias depois do uso.

“As maquiagens infantis são pensadas para serem hipoalergênicas. E mesmo quando o são, podem causar alergia”, afirma Simone.

No hora da remoção, também é preciso tomar alguns cuidados. Demaquilantes não devem ser usados em hipótese nenhuma. O ideal é remover a maquiagem com água e sabão. “O mais importante é que sejam maquiagens de baixa fixação, pois a remoção tem que ser fácil”, adverte.

Leia mais:Coreia do Sul registra primeira morte por novo coronavírus

Quanto ao filtro solar, deve ser aplicado antes da realização da maquiagem e reaplicado pelo menos a cada duas horas.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana