conecte-se conosco


Mundo

Mesmo após visita a Museu do Holocausto, Bolsonaro diz que nazismo é de esquerda

Após visitar o museu do Holocausto de Israel, cujos estudos indicam que o nazismo foi um movimento de extrema-direita, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) endossou a posição de seu chanceler, Ernesto Araújo, e afirmou que o nazismo foi um movimento de esquerda. Questionado na entrada de seu hotel, em Jerusalém, se concorda com a afirmação, […]

Publicados

em

Após visitar o museu do Holocausto de Israel, cujos estudos indicam que o nazismo foi um movimento de extrema-direita, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) endossou a posição de seu chanceler, Ernesto Araújo, e afirmou que o nazismo foi um movimento de esquerda.

Questionado na entrada de seu hotel, em Jerusalém, se concorda com a afirmação, Bolsonaro respondeu: “Sem dúvidas. É o Partido Nacional Socialista da Alemanha”.

O consenso majoritário entre os historiadores, incluindo os do museu visitado por Bolsonaro, é de que o nazismo foi um movimento radical de direita. O movimento liderado por Adolf Hitler no século 20 culminou com a morte de seis milhões de judeus.

Bolsonaro também repetiu uma citação que as redes sociais do Planalto haviam divulgado no domingo, primeiro dia de viagem a Israel. “É uma frase minha, que creio que cabe neste local, onde fazemos um exame de consciência: Aquele que esquece o seu passado está condenado a não ter futuro”. Eu amo Israel”, disse o presidente.

(Fonte: Beatriz Montesanti e Talita Marchao/UOL)

Comentários Facebook
Propaganda

Mundo

Ucraniano que pilota o gigante Antonov An-225 diz que ‘maior avião do mundo ainda está inteiro’

Publicados

em

Por

Desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (24), rumores começaram a se proliferar na internet dando conta de que o Antonov An-225 Mryia, o maior avião comercial do mundo, havia sido danificado ou até mesmo destruído no ataque russo ao aeroporto de Gostomel, nos arredores de Kiev.

No entanto, há cerca de uma hora (desde que essa publicação foi escrita), o piloto-chefe da Antonov Airlines, Dmytro Antonov, confirmou via Facebook que o An-225 não foi destruído. O piloto é conhecido por manter um canal no YouTube em que mostra diversas operações de voo com o gigante avião, muitas das quais já foram repercutidas no AEROIN.

Enquanto relatos dão conta de que os russos teriam assumido o controle do aeroporto da cidade vizinha a Kiev, aparentemente os grandes aviões da Antonov não foram destruídos. A situação, no entanto, segue fora de controle. Dmytro Antonov assim disse no Facebook (tradução livre): “Queridos amigos. Tudo se comprovou. Grande decepção de novo. O aeroporto de Gostomel agora está sob as forças aéreas russas. Grandes aviões podem pousar esta noite. De positivo Mriya está inteiro. Nós esperamos e Glória para a Ucrânia”.

Fonte: AeroIn

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana