conecte-se conosco

Política Nacional

Moro diz que pode surgir corrupção no governo, mas Bolsonaro é ‘pessoa íntegra’

Publicado

source
Sergio Moro ao lado do presidente Jair Bolsonaro arrow-options
Agência Brasil

Sergio Moro tem forte apoio popular no governo Bolsonaro em função da defesa do combate à corrupção

O ministro da Justiça, Sergio Moro, afirmou nesta terça-feira (3), durante evento sobre combate à corrupção, que podem surgir casos de desvios de conduta e corrupção no governo federal devido ao tamanho da máquina administrativa, mas ressaltou que considera o presidente Jair Bolsonaro uma “pessoa muito íntegra” e que houve mudança de postura em relação a administrações anteriores.

Leia também: Bolsonaro diz não ser ‘autoritário’ por não tomar decisões sozinho

“O presidente Bolsonaro é uma pessoa muito íntegra, todo mundo que conhece atesta isso. (…) Claro que a gente sabe que numa máquina gigantesca da administração federal podem surgir casos de desvios de conduta e de corrupção, mas vamos fazer um paralelo com o que a gente tinha no passado, esquemas sistemáticos de suborno e de corrupção incrustados na administração pública. Não dá para ter um código de ética da administração pública e ao mesmo tempo ter esse comportamento. Então algo mudou nesse governo federal, acho que as lideranças estão dando esse exemplo”, afirmou o ministro.

Moro participou de um debate com o ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, e com o ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas, sobre práticas de integridade no governo federal.

Leia também: Base de Bolsonaro fica dividida com possibilidade de Moro ser vice em 2022

O ministro da Justiça afirmou que implantou uma campanha interna para estimular comportamentos íntegros dos servidores e outras medidas, como a digitalização de serviços do governo, e disse ainda que os líderes do governo precisam dar exemplo aos servidores.

“Não adianta nada eu cobrar do meu servidor, cobrar dos órgãos do ministério e ao mesmo tempo a liderança dá um mau exemplo”, afirmou Moro sobre o combate à corrupção .

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Eduardo Girão defende volta de atividades de bares e restaurantes no Ceará

Publicado


.

Em pronunciamento nesta quinta-feira (9), o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) criticou o governo do Ceará por ainda restringir as atividades de bares e restaurantes. Ele também defendeu a volta dos jogos de futebol no estado. O senador afirmou que o pico da pandemia de coronavírus já aconteceu no Ceará e que “falta solidariedade” por parte do governo local.

— A polarização pode estar cegando as autoridades — declarou.

Segundo Girão, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) do Ceará “vive um grande conflito”, pois teria seguido todos os protocolos exigidos para a retomada de suas atividades, mas isso ainda não foi totalmente permitido pelo governo estadual.

Essa é uma entidade renomada, que no estado do Ceará gera centenas de milhares de empregos de forma direta e indireta. São heróis, porque estão tentando voltar, embora alguns deles não possam porque a pandemia realmente lhes tirou qualquer possibilidade — lamentou.

Futebol

Eduardo Girão também defendeu a volta dos jogos de futebol no Ceará, que ainda não têm data definida de retorno. Ao ressaltar que já foi dirigente de um clube de futebol, o senador argumentou que “é muito fácil controlar, por exemplo, 200 pessoas, mas, claro, num estádio sem a presença de torcida, para que se evite a propagação do vírus”.

— É muito fácil testar jogadores e gandulas, por exemplo — declarou.

Girão destacou que esse é um setor que gera emprego e renda. E que, além disso, é fator de “autoestima” e contribuiria para o isolamento social, já que, segundo ele, estimularia as pessoas a ficar em casa assistindo aos jogos.

— Estamos perdendo a Copa do Nordeste por falta de definição por parte das autoridades — protestou, acrescentando que os clubes de futebol “estão acumulando prejuízos milionários”.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana