conecte-se conosco

Estado

MPF recomenda lockdown no ABC capixaba

Publicado

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou ao governador do Espírito Santo e aos prefeitos dos municípios que integram a Região Sul de Saúde que promovam o total isolamento social (lockdown) até que haja demonstração de estabilização ou diminuição da curva de contaminação da Covid-19.

Entre os municípios da região estão os três que formam o ABC capixaba: Apiacá, Bom Jesus do Norte e São José do Calçado. Bom Jesus tem o pior índice de isolamento do estado, alcançando apenas 25% essa semana.

De acordo com a recomendação, é preciso adotar medidas urgentes na região porque, atualmente, são apenas 34 leitos de UTI Covid para adultos em funcionamento na rede pública (dos quais 28 estão ocupados). A taxa de 82,35% de ocupação desses leitos associada à elevada taxa de transmissão do vírus (1,84) indicam o iminente colapso do sistema público de saúde.

Uma alternativa para a medida mais radical é passar estes municípios para regiões de saúde do ES, onde haja leitos disponíveis, adotando as providências necessárias ao translado dos pacientes que precisem de internação.

Além disso, o MPF recomendou ao secretário de Estado da Saúde e o governador que corrijam os dados do site https://coronavirus.es.gov.br, já que a informação de que a taxa de ocupação de leitos de UTI do SUS na Região Sul é 50,88% está incorreta. A Procuradoria deu prazo até as 17 horas de segunda-feira (01/06) para que o governo responda se vai acatar a recomendação.

Em 21 de maio, por exemplo, Guaçuí registrou duas mortes de pacientes que deixaram de ser atendidas na Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, por falta de UTI. Inclusive o hospital chegou a negar vagas a outros seis pacientes por já atingir 100% da ocupação de leitos de UTI.

A Região Sul de Saúde é composta por 26 municípios: Alegre, Alfredo Chaves, Anchieta, Apiacá, Atilio Vivacqua, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itapemirim, Iúna, Jerônimo Monteiro, Marataízes, Mimoso do Sul, Muniz Freire, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul, São José do Calçado e Vargem Alta.

Fonte: Comunicação Social do MPF

Comentários Facebook
publicidade

Estado

Polícia Civil identifica responsáveis por crianças que aparecem maltratando gatos em vídeo

Publicado


.

A Delegacia Especializada de Proteção ao Meio Ambiente (DEPMA) identificou os familiares das crianças que aparecem maltratando dois filhotes de gato em um vídeo caseiro, que começou a circular nas redes sociais no último fim de semana. As imagens chegaram ao conhecimento da Delegacia nessa segunda-feira (29). Um Inquérito Policial foi instaurado para investigar as circunstâncias em que o vídeo foi gravado.

“Constatamos que quem aparece nas imagens são crianças com menos de doze anos. Sendo assim, identificamos os pais ou responsáveis por estes menores, bem como outros adultos que poderiam ter testemunhado os fatos. Todos foram intimados e devem comparecer à delegacia para prestar esclarecimentos”, explicou o titular da DEPMA, delegado Eduardo Passamani.

O vídeo foi gravado no município de Serra. Os animais maltratados já foram resgatados por representantes da CPI dos Maus Tratos da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), junto com uma organização protetora, e levados para tratamento e abrigo.

Texto: Camila Ferreira

Assessoria de Comunicação Polícia Civil
Comunicação Interna – (27) 3137-9024
Agente de Polícia Fernanda Pontes
[email protected]

Atendimento à Imprensa:
Olga Samara/ Camila Ferreira
(27) 3636-1536/ (27) 99846-1111/ (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693
[email protected]

 

Fonte: Governo ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana