conecte-se conosco

Mundo

Mulher branca presa por puxar a arma contra mulher negra e sua filha

Publicado


source
Jillian aponta  arma para Hill
Reprodução Twitter

Jillian aponta uma arma para Hill



Uma mulher branca  que apontou uma arma para uma mãe negra e sua filha de 15 anos em um estacionamento de Chipotle, foram detidos na quinta-feira a partir do registro de uma câmera do estabelecimento.

Envolvidos no incidente, Jillian Wuestenberg, 32, e Eric Wuestenberg, 42, serão processados por agressão depois que a mulher foi gravada apontando uma arma para a mãe da adolescente, Takelia Hill, no estacionamento do restaurante em Lake Orion na quarta-feira, informou o Detroit News , citando a procuradora do Condado de Oakland, Jessica Cooper.

O confronto começou depois que Jillian supostamente esbarrou na filha adolescente de Hill, Makayla Green, ao sair do Chipotle em Orio por volta das 18h.

Inicialmente as filmagens não capturam a colisão, o incidente é registrado quando chega ao estacionamento e começa com Hill e sua filha discutindo com a mulher, enquanto elas exigem um pedido de desculpas.

“Você é muito racista e ignorante”, diz a adolescente a certa altura, depois que o marido no banco do motorista do veículo ajuda Jillian a entrar no banco do passageiro.A discussão segue com Jillian dizendo a Hill: “Você não pode simplesmente andar por aí chamando os brancos de racistas”.

As cobranças continuam à medida tensão também:”Por que você a esbarraria? Por que você não pediu desculpas? Hill pergunta continuamente à mulher em resposta.

Neste momento Jillian responde: “Os brancos não são racistas … eu me importo com você e me desculpe se você teve um incidente que fez alguém fazer você se sentir assim. Ninguém é racista”. Jillian fecha a janela e o SUV começa a recuar na vaga de estacionamento.

Hill é vista recuando quando o SUV começa a se afastar, antes que ela seja atingida pela janela traseira do veículo, alegando que ela achava que o motorista iria bater neles.

Neste momento Jillian saltou do SUV e puxou uma arma para Hill e sua filha, e Hill pode ser ouvida dizendo: “Ela colocou a arma em mim!” enquanto a mulher grita: “Recupere-se!”

As autoridades em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira, detalharam o incidente. Jillian, argumentou que se sentiu ameaçada pelas duas mulheres mesmo estando no carro e sugeriu que as afrodescendentes estavam tentando danificar seu carro.Vários populares denunciaram o ocorrido.

Jillian foi presa junto com seu marido que também estava carregando uma arma e por os dois não terem mostrado as licenças das pistolas.


Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
publicidade

Mundo

Guarda voluntário confessa ser autor de incêndio em catedral francesa

Publicado


source
Catedral
Reprodução Twitter @sebastianarcher

Incêndio atingiu a catedral no último dia 18.

Um homem de 39 anos que trabalhava como guarda voluntário confessou ter sido responsável por começar o incêndio que atingiu a Catedral de São Pedro e São Paulo , em Nantes, na França. A informação foi dada pelo jornal francês Le Monde neste domingo (26).

Segundo o veículo, o homem, que não teve a identidade revelada, admitiu o crime durante depoimento prestado no sábado (25). Em um primeiro momento, ele negou envolvimento com o caso.

O advogado do guarda, Quentin Chabert, disse que seu cliente, que é um refugiado ruandês, se arrependeu e está colaborando com as autoridades.

O incêndio aconteceu no dia 18 de julho e foi controlado pelos bombeiros. Ninguém se feriu durante o episódio. As chamas destruíram vitrais do século XVI e um órgão.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana