conecte-se conosco

Entretenimento

“Nenhum Carnaval vai superar o de Salvador”, diz vocalista da Banda Eva

Publicado

source

Neste Carnaval, o fenômeno que arrasta multidões na folia de rua de Salvador chamado Banda Eva comemora 40 anos. Para marcar a data, Felipe Pezzoni , líder do grupo quer “abalar como seja for”, como diz uma das canções recentes do grupo.

Leia também: Expectativa: quem são as grandes musas do Carnaval de 2020?

Felipe Pezzoni comandando o show do DVD de 40 anos da Banda Eva em Belo Horizonte arrow-options
Divulgação

Felipe Pezzoni comandando o show do DVD de 40 anos da Banda Eva em Belo Horizonte



A apresentação do Bloco Eva em Salvador acontece na sexta (21) e no sábado (22) de Carnaval. A Pipoca da Eva, a versão gratuita da festa, sem abadá e cordão, estoura na quinta (20). Em São Paulo, a Banda Eva desfilará antes do Carnaval, no dia 15 de fevereiro, com o nome Bloco Beleza Rara em local ainda indefinido.  No ano passado, reuniu um milhão de pessoas no Brooklin, na zona sul da cidade.

Boom!

O Carnaval de rua da capital paulista tem crescido exponencialmente. Neste ano, terá número recorde de blocos e cordões desfilando, 55,5% superior aos cadastrados no carnaval de 2019. São 865 blocos e cordões inscritos para 960 desfiles, de acordo com a prefeitura, o que indica que o carnaval de rua de São Paulo pode se tornar, em 2020, o maior do país. Ao menos nos números.

Questionado sobre isso, Felipe não acredita a possibilidade de um dia o Carnaval de São Paulo superar o da Bahia.  “A verdade é que Carnaval tem crescido no Brasil inteiro, em Belo Horizonte, Brasília e muitos outros lugares. Mas acho que nenhum Carnaval vai conseguir superar o de Salvador. A gente já faz há muitos anos, sabe como faz”. O baiano explica a receita: “o nosso formato é muito diferente de qualquer outro lugar, essa questão de ter muitas opções, camarote, bloco, pipoca. Isso é uma coisa muito nossa”.

É pique!

Felipe espera que o show da Banda Eva no Circuito Barra Ondina de Salvador seja marcante mas  guarda os detalhes a sete chaves: “Terá toda a magia e a alegria da Banda Eva só que ainda mais especial. Todo mundo vai estar com essa energia, com essa vibração de comemoração, de celebração desses 40 anos. Vai ser inesquecível. Um momento único em nossas vidas, em nossas carreiras e na história do Eva”.

Leia também: IZA é sondada para ocupar (outro) cargo importante no Carnaval 2020 

A Eva é dona de vários hits como me “Me abraça e Me Beija”, “Leva eu”, “Beleza Rara”  e já revelou feras da música como Ivete Sangalo, Luiz Caldas, Emanuelle Araújo, Ricardo Chaves e Saulo Fernandes. “É uma instituição que tem extrema relevância para o Carnaval como um todo. Sempre foi essa escola de vanguarda”, explica.

Além de Ivete, Felipe admira muito Durval Lelys, vocalista e guitarrista do Asa de Águia, que também já liderou a Banda Eva na década de 80.  E, claro, todos os outros artistas que participaram do seu último DVD, o de 40 anos da Banda Eva. Entre eles, Wesley Safadão, Léo Santana, Mumuzinho e Tomate.



Leia também: Alok estreia bloco de carnaval em São Paulo: “Melhor época do ano” 

Do time de vocalistas que passaram pela Banda Eva apenas Durval Lelys e Ivete Sangalo participaram do DVD de 40 primaveras.  Um detalhe mostra o astral de Felipe. Ele diz que não gosta de artistas que não são gente boa. Mesmo se o sujeito for talentoso,  mas aprontar alguma, ele para de apreciar o som da pessoa. “Admiro muita gente, mas se não for profissional e pessoal, não acontece. Tem que ter os dois. Admiro o artista, cantor, mas quando não tem o outro lado, perco a admiração. Acho que uma coisa completa a outra”, conclui.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

“Vou voltar a ter paz”, desabafa ex-mulher de Carlinhos Mendigo

Publicado


source
Carlinhos Mendigo
Reprodução

Carlinhos Mendigo


Aline Hauck, a ex-mulher de Carlinhos Mendigo, comemorou a  decisão da Justiça de retirar a conta do humorista do Instagram nesta sexta-feira (31) após o descumprimento da medida protetiva que a apresentadora conseguiu contra ele. Essa humilde coluna já tinha antecipado que, a qualquer momento, o perfil de Carlinhos seria retirado do ar. Mendigo a expôs ao fazer ataques nas redes sociais com as seguintes ofensas: “barril, gente porca, gente escrota, gente egoísta, mesquinha e criminosa, assassinos de mentalidade e de infância e raça de filhos da put*”.

“A justiça tarda, mas não falha!!!! Vou voltar a ter PAZ e poder ter minha vida de volta!!! Só de saber que não vou acordar e receber chuvas de mensagens ofensivas de seguidores desse cara, por ele ter postado mentiras sobre mim e ofensas, já posso dizer que fui honrada!!!! Meu Deus, quantos dias em choro, depressão, por tentar levantar e ele dar um jeito de me derrubar. Tirou meu emprego, meu casamento, amigos, me tirou a paz. Mas a justiça do homem existe sim é essa é a prova disso! A internet não é terra de ninguém, e tudo tem limite”, escreveu Aline.

Ainda de acordo com a decisão, Carlinhos Mendigo, “na condição de pessoa pública, expôs a requerente (Aline Hauck) e seus pais, por meio de redes sociais e emissoras de televisão, utilizando-se de termos pejorativos, como ‘Peppa’, ‘Najila Hauck’, ‘put* psicopata maluca’, ‘escrota e filha da pu** sem escrúpulos e responsabilidade’, ‘estelionatários’, ‘golpistas’, ‘Najila 2’, para se referir a ela e seus familiares.”

Com a medida protetiva, além do distanciamento, Carlinhos Mendigo fica proibido de realizar qualquer tipo de contato com Aline Hauck, seja por telefone, internet, email ou qualquer meio de comunicação. Ele também está proibido de publicar ou compartilhar fotos, comentários ou documentos da ex de forma vexatória.

Por conta da pandemia, o pedido de prisão preventiva pelo descumprimento da medida protetiva não foi acatado pela Justiça. Mas, como forma de punir o ex-‘Pânico’, foi solicitado então que o perfil dele com mais de meio milhão de seguidores no Instagram fosse removido do ar.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana