conecte-se conosco


Economia

Opções de crédito para deixar o comércio mais doce durante a Páscoa

Presentear os familiares e amigos com chocolate já faz parte da tradição na Páscoa. A época costuma gerar oportunidades de negócios ligados à gastronomia e ao setor de comércio. Os empreendedores que quiserem se preparar para a data podem contar com as linhas de crédito para capital de giro financiadas pelo Banco de Desenvolvimento do […]

Publicados

em

Presentear os familiares e amigos com chocolate já faz parte da tradição na Páscoa. A época costuma gerar oportunidades de negócios ligados à gastronomia e ao setor de comércio. Os empreendedores que quiserem se preparar para a data podem contar com as linhas de crédito para capital de giro financiadas pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

O Bandes oferece recursos que ajudam os empreendedores a fortalecerem o estoque e incrementarem as vendas para a Páscoa, que acontece, neste ano, no dia 21 de abril. A perspectiva é de todos mantenham os negócios funcionando dentro da normalidade e preparados para atender às necessidades do público.

Os financiamentos para giro do banco capixaba apresentam várias vantagens aos diferentes tipos de segmentos e empreendedores. “Criamos linhas abrangentes para todos os portes de empresas. Em 2019 esperamos injetar mais de R$ 50 milhões em investimentos nesta modalidade por todo o Estado”, disse o diretor de Crédito e Fomento do Bandes, Everaldo Colodetti.

Quem contou com o apoio do Bandes para investir no segmento de doces, balas, bombons e materiais descartáveis para expandir os negócios foi o casal Sionesia Florinda de Oliveira e Paulo Jovane Marques de Assis Dias, donos da distribuidora Caramelle, em Venda Nova do Imigrante, que conquista o mercado de festas da região.

“Iniciamos o negócio com o apoio do Nossocrédito. Depois fizemos novo contrato para contratação de capital de giro e mais recentemente fizemos outro financiamento com o Bandes”, enumera Sionesia.

Preparação

O segmento de comércio atacadista de chocolates, confeitos, semelhantes e materiais descartáveis para festas e confraternizações também precisa estar alinhado para fornecer as matérias primas aos empreendedores que confeccionam os doces típicos da época. Os que produzem os doces também devem estar aptos para evitar imprevistos. É importante se atentar às pesquisas de tendências de tipos e sabores de doces mais procurados pelos clientes, ao planejamento de compras de produtos e aumento do estoque e até investir na contratação de funcionários extras para auxiliar na produção e comercialização dos itens da época.

Simulação

Os interessados podem fazer uma simulação no site ou no aplicativo para smartphones. O atendimento também pode ser feito presencialmente na sede do banco. No site www.bandes.com.br é possível acessar os endereços dos parceiros consultores em todos os municípios capixabas.

Condições Operacionais
Capital de Giro
Crédito de até R$ 20 milhões 
Carência: até 12 meses
Amortização: até 48 meses
Prazo total: até 48 meses

Investimento Fixo
Crédito de até R$ 20 milhões
Carência: até 12 meses
Amortização: até 60 meses
Prazo total: até 60 meses

Informações sobre consultores e linhas de financiamento:
Bandes Atende: 0800 283 4202 
Av. Princesa Isabel, 54, Centro, Vitória
App disponível para Android e iOS
www.facebook.com/bandesonline 
www.bandes.com.br

Comentários Facebook
Propaganda

Economia

Confiança do comércio tem maior nível desde março de 2020, diz CNC

Publicados

em

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) subiu 5,1% de maio para junho deste ano e atingiu 122,4 pontos, em uma escala de 0 a 200 pontos. É o maior nível do indicador desde março de 2020 (128,4 pontos), segundo dados divulgados hoje (28) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

A confiança do empresário na situação atual subiu 9,9%, principalmente pelo aumento de 12,4% da avaliação sobre o momento atual da economia. As expectativas também cresceram (3,5%), puxadas pela melhor avaliação em relação à economia (4,5%).

As intenções de investimentos tiveram alta de 3,6%, puxada pelos investimentos na empresa (6%) e pela contratação de funcionários (4,2%).

Na comparação com junho de 2021, o Icec teve alta de 24,4%, com crescimentos de 57,2% na situação atual, 10,5% nas expectativas e 21,3% nas intenções de investimentos.

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Economia

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana