conecte-se conosco


Polícia

Pai é investigado por compartilhar fotos íntimas da amiga da filha, no ES

Um empresário capixaba de 38 anos foi indiciado após divulgar fotos íntimas de uma menor de idade na internet. As imagens estavam no celular da filha, que seria amiga da vítima. De acordo com o delegado titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Eletrônicos (DRCE), Brenno Andrade, o sujeito alegou ter cometido o crime para […]

Publicados

em

Um empresário capixaba de 38 anos foi indiciado após divulgar fotos íntimas de uma menor de idade na internet. As imagens estavam no celular da filha, que seria amiga da vítima.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Eletrônicos (DRCE), Brenno Andrade, o sujeito alegou ter cometido o crime para punir a amiga e a própria filha, que não aparece nas fotos.

O registro mostra uma menina de 18 anos, uma outra de 16 anos e um rapaz de 21 anos em um motel. Uma das jovens teria enviado a imagem para o celular da filha do empresário.

Segundo o delegado, ele ficou sabendo da existência da foto após assistir a um testemunho religioso da filha postado em uma rede social.

“Ele pediu o telefone da filha para verificar se havia algo de errado e acabou vendo a foto que ela recebeu da amiga que estava no motel. Em função disso, ele pegou essa foto e divulgou através do celular da própria filha para outros grupos”, descreveu o delegado.

A polícia chegou ao conhecimento do caso quando o pai de uma das meninas que estavam no motel foi à delegacia denunciar o ocorrido. A princípio ele acusou o rapaz que também estava no motel de ter exposto as fotos. Durante as investigações, porém, a polícia descobriu o verdadeiro responsável.

O empresário foi indiciado pela divulgação das fotos íntimas e responderá ao processo em liberdade. Caso condenado, pode pegar até 6 anos de prisão.

Fonte: Polícia Civil ES

Comentários Facebook
Propaganda

Polícia

CEPE celebra seu 4º aniversário

Publicados

em

A Polícia Militar do Espírito Santo, por meio da Companhia Especializada de Polícia Escolar (CEPE), realizou nesta sexta-feira (01) a solenidade em comemoração ao 4° aniversário da unidade especializada e de homenagem aos destaques operacionais. O evento aconteceu no Palácio da Cultura Sônia Cabral, em Vitória.

A CEPE é responsável pelo policiamento ostensivo nas escolas estaduais e por difundir a doutrina de patrulhamento escolar em todo Estado. Pela atuação neste tipo de policiamento, durante a solenidade, a soldado Couto e o cabo Spadeto, foram homenageados Destaques Operacionais do 1º trimestre de 2022, 2º trimestre e 1º semestre de 2022, respectivamente.

Um dos momentos de destaque do evento foi a participação dos patrulheiros escolares, que com o apoio dos estudantes, fizeram apresentações musicais, coreográficas e teatrais, a fim de mostrar para o público presente que a interação entre policiais e alunos é imprescindível para a construção de um ambiente socialmente e moralmente cooperativo.

O comandante da CEPE, capitão Eliandro, apresentou dados estatísticos que comprovam a importância do policiamento dentro do ambiente escolar. No primeiro semestre de 2022, as equipes de policiais da unidade especializada realizaram aproximadamente 2.350 visitas a estabelecimentos de ensino. Desse total, somente 40 atendimentos foram de natureza repressiva, sendo que 98,3% dos atendimentos são preventivos.

“A prevenção vai muito mais além do recurso fardado na rua. A essência do trabalho da patrulha escolar é levar o direcionamento para que cada aluno realize boas escolhas. Quando a gente consegue convencê-los que trilhar um bom caminho é a melhor das escolhas, é que de fato é feita a prevenção à criminalidade”, disse o capitão Eliandro.

Resultados como os apresentados são a prova de que o trabalho da Polícia Militar em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SEDU) tem trazido bons frutos. O secretário Educação, Vitor de Angelo, destacou a importância desta parceria na educação: “O trabalho da Polícia Militar colabora com a área educacional e traz resultados expressivos que impactam positivamente no ambiente escolar”.

Nesse mesmo sentido, há de se destacar a promoção de um ambiente seguro junto à comunidade escolar, que visa propiciar o ensino e a aprendizagem, bem como auxiliar os profissionais da educação no processo de implantação da cultura da paz. 

O comandante-geral da PMES, coronel Douglas Caus, finalizou a solenidade agradecendo o empenho de todos os militares que compõe a CEPE. “Educação e segurança caminham juntas no sentido que a prevenção primária da criminalidade está dentro das salas de aula”.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da PMES:
Tenente-coronel GASTÃO DOS SANTOS ALVES JÚNIOR
Tels. (27) 3636-8717 / 3636-8718
E-mail: [email protected]

Subseção de Jornalismo PMES:
Tel. (27) 3636-8715
E-mail: [email protected]

Fonte: PM ES

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana