conecte-se conosco

Saúde

Paraná negocia com a Rússia para produzir vacina contra a Covid

Publicado


source
Vacina é aguardada pelo Mundo
EPA

Vacina é aguardada pelo Mundo

Uma cooperação técnica entre o Paraná e a Rússia  para a produção de uma eventual vacina contra a Covid-19 está prestes a ser assinada entre as partes.

Na primeira semana de agosto, o embaixador da Rússia no Brasil, Segey Akopov, deve ser reunir com o governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), para selar a parceria.

Embora ainda não exista uma previsão para a conclusão dos estudos, assim como outras imunizações em processo no mundo, os russos alcançaram resultados positivos nas etapas preliminares da pesquisa.

O protocolo de intenções foi entregue na sexta-feira, 24, data em que Akopov recebeu, em Brasília, o secretário-chefe da Casa Civil do Paraná, Guto Silva. Na oportunidade, o Paraná colocou à disposição dos russos o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar). 

Apesar da expectativa global por uma vacina capaz de oferecer proteção contra o novo coronavírus, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece que, mesmo com os testes ao redor do mundo em processo acelerado, é improvável que a população seja amplamente vacinada no primeiro semestre de 2021.

Mesmo sem uma vacina aprovada, porém, o Paraná já se prepara para arcar com os possíveis custos de produção e distribuição. Na última semana, uma proposta de emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021 foi enviada para a Assembleia paranaense. Por meio dela, o governo local pretende destinar R$ 100 milhões extras para a Secretaria de Estado da Saúde, a fim de aumentar a capacidade financeira da pasta para a compra da eventual imunização. 

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Covid 19: Bom Jesus tem mortes ainda não confirmadas

Publicado

A Secretaria de Saúde de Bom Jesus do Itabapoana (RJ) informou neste domingo (26/07) que o número de casos confirmados subiu para 590. A quantidade de pessoas curadas da Covid-19 chegou a 317 e o de pacientes monitorados caiu para 258.

Oficialmente a cidade tem 15 mortes causadas pelo coronavírus, mas há informações, ainda não confirmadas, de que sete pessoas teriam morrido nas últimas 24 horas em Bom Jesus. Duas delas seriam moradoras da cidade e podem aparecer no próximo boletim.

A UTI do Hospital São Vicente de Paulo (única do município) tem hoje apenas dois leitos vagos para pacientes com coronavírus. Na enfermaria, para casos menos graves, existem 27 vagas entre as 40 totais.

O bairro Pimentel Marques segue com o maior número de infectados, com 119. Em seguida vêm o Centro da cidade ainda com 98 e o Lia Márcia, que agora tem 73 casos positivos. Nos distritos e comunidades, concentram o maior número de casos Usina Santa Isabel e Carabuçu, cada um com 23 confirmações.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana