conecte-se conosco


Polícia

PC apreende drogas enviadas pelo correio em São José do Calçado

Publicados

em

 

Na tarde dessa quinta-feira (08), policiais civis das Delegacias de Polícia de São José do Calçado e de Bom Jesus do Norte prenderam, em flagrante, dois suspeitos, ambos de 25 anos, e apreenderam 2.149 gramas de maconha prensada, em uma agência dos Correios de São José do Calçado.

“Com informações de que a droga chegaria pelo correio, os policiais civis passaram a fazer campanas nas imediações da agência de São José do Calçado e no endereço do destinatário da encomenda. O suspeito de 25 anos foi capturado logo após receber uma caixa com a droga na agência”, disse o titular da Delegacia de Polícia de São José do Calçado, delegado Sandro Zanon.

Com a prisão do primeiro suspeito, este informou que buscou a droga a pedido de um segundo suspeito de 25 anos. “Esse segundo suspeito foi preso a cerca de 500 metros da agência dos Correios, em uma praça pública, aguardando o comparsa”, detalhou o delegado.

Em buscas na loja do segundo suspeito, foi encontrada uma caixa de papelão, semelhante à que estava a droga apreendida, também recebida pelo correio e destinada ao primeiro detido “pela qual lhes fora enviada a mesma quantidade de drogas, aproximadamente 2 quilos, no mês de janeiro de 2021”, contou Zanon. 

Segundo o delegado, os dois detidos já vinham sendo investigados e foram autuados, em flagrante delito, por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Após os procedimentos de praxe, foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cachoeiro de Itapemirim.

Comentários Facebook
Propaganda

Polícia

DPCA prende suspeito de estuprar a enteada por seis anos

Publicados

em

Por

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) prendeu um homem de 36 anos, suspeito de estuprar a própria enteada há seis anos. A prisão ocorreu, nessa quarta-feira (05), em cumprimento de mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. O local exato da prisão, que ocorreu na Grande Vitória, não será divulgado para preservar a vítima.

O caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil em fevereiro deste ano. As investigações apontaram que a menina, hoje com 13 anos, era molestada sexualmente desde os sete anos de idade, pelo padrasto. “De acordo com a investigação, os abusos aconteciam na residência da família. O padrasto se aproveitava da ausência da mãe para cometer a violência e ameaçava a vítima para que ela não contasse os fatos a ninguém”, relatou o delegado adjunto da DPCA, Diego Bermond.

Após seis anos sofrendo violência sexual, a vítima se mudou para casa de outro familiar, e todos os fatos vieram à tona. O delegado representou pela prisão temporária do investigado, que foi decretada pelo Poder Judiciário. Após os procedimentos de praxe, o capturado foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV). O Inquérito Policial segue em andamento na DPCA.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana