conecte-se conosco


Polícia

PCES prende acusado de homicídio durante investigação de roubo de celulares na Serra

Publicados

em

A equipe da Delegacia de Segurança Patrimonial (DSP) prendeu um homem de 25 anos, nesta terça-feira (22), em Jardim Carapina, na Serra. O detido é considerado de alta periculosidade e é réu em um processo por homicídio, que tramita na 5ª Vara Criminal da Serra, em segredo de justiça. A equipe realizava diligências relacionadas a roubos de celulares quando se depararam com o indivíduo, em atitude suspeita.

Após a abordagem, os policiais constataram que havia mandado de prisão preventiva contra ele. “O preso estava em motocicleta, em atitude suspeita, em um semáforo em Jardim Carapina, na Serra, quando nossa equipe resolveu abordá-lo”, explicou o titular da Delegacia de Segurança Patrimonial, delegado Gianno Trindade.

O delegado explicou que a equipe da DSP trocou informações com a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra, que investigou o homicídio. “Trata-se de um indivíduo de altíssima periculosidade, sendo um gerente do tráfico de drogas do bairro São Marcos, na Serra, e também vinculado ao tráfico no Bairro da Penha, em Vitória”, disse Trindade.

Após a prisão, o detido foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana (CTV), onde permanece à disposição da Justiça.

Comentários Facebook
Propaganda

Polícia

Operação Sentinela prende 46 homicidas e traficantes em fevereiro

Publicados

em

Por

O comandante-geral da Polícia Militar do Espírito Santo, coronel Douglas Caus, concedeu coletiva à imprensa na manhã desta segunda-feira (01), no Quartel do Comando Geral, em Vitória. O objetivo foi apresentar os resultados positivos da Operação Sentinela alcançados no mês de fevereiro deste ano.

Cerca de 250 policiais militares em todo o estado atuaram com o propósito de cumprir 73 mandados de busca e apreensão domiciliar e 84 mandados de prisão. Ao todo 125 pessoas foram detidas, sendo 43 em flagrante delito.

Foram cumpridos 16 mandados de prisão por homicídio, três mandados pelo crime de roubo, 30 por tráfico de entorpecentes e mais 30 por outros crimes.

Durante a operação foram apreendidas 27 armas de fogo, 344 munições e mais de 20.000 unidades de entorpecentes.

Em sua fala, coronel Caus avaliou como positivo o balanço das ações da Polícia Militar nesta segunda Operação Sentinela realizada em 2021. Segundo ele, o trabalho realizado em conjunto com o Ministério Público e a Polícia Civil, minuciosamente apurado pelo Serviço de Inteligência da PMES e bem executado pela tropa policial militar está retirando de circulação muitos traficantes e homicidas de alta periculosidade.

“Nosso foco é prender esses indivíduos ligados a facções criminosas, extremamente nocivos ao convívio social. E o recado da Polícia Militar para esses criminosos é que não tem lugar onde eles possam estar que não seja possível alcançá-los. Não importa se na rua, ou homiziados em residências, a Polícia Militar estará lá para prendê-los”, comunicou o comandante-geral.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana