conecte-se conosco

Cidades

Pé de Livros vai à praça do Baiminas nesta terça (3)

Publicado

Será uma manhã com contação de histórias e contato com livros para as crianças da região
Foto: Marcia Leal/PMCI

O projeto Pé de Livros vai levar o prazer da literatura para as crianças do bairro Baiminas, nesta terça-feira (3). Contação de histórias com Beto Rodrigues e caixas de livros prometem fazer a alegria daquelas que forem à praça do bairro, a partir das 9h. Em caso de chuva, o local será a escola municipal “Oswaldo Machado”.

Essa é a primeira atividade do projeto em dezembro, mês que ainda terá outras três. O segundo será na Praça da Paz, no Arariguaba, dia 12, às 9h. O terceiro, no dia 19, será voltado aos idosos do Lar João XXIII, na própria instituição, às 14h. Fechando a agenda do mês e de 2019, no dia 26, às 14h, o projeto volta à Biblioteca Municipal “Major Walter dos Santos Paiva”, na Casa da Memória.

O Pé de Livros tem o foco no despertar da vontade de ler e busca preparar e sensibilizar o público para a próxima edição da Bienal Rubem Braga, feira literária que acontecerá em 2020. A iniciativa promove intervenções artísticas e literárias que favorecem o fluxo pedagógico e a consciência ambiental, pelo fato de os livros, sempre que possível, penderem de árvores, chamando a atenção para a necessidade de preservação do meio ambiente.

Leia mais:  Vem aí o 1º Festival Cozinha das Montanhas de Venda Nova do Imigrante

“O Pé de Livros leva o estandarte da leitura e do amor aos livros. Ele vai até a comunidade e descortina esse mundo maravilhoso da literatura a todos”, lembra a secretária municipal de Cultura e Turismo, Fernanda Martins.

Confira a programação!
Data: 03/12
Horário: 9h
Local: Praça do Bairro Baiminas

Data: 12/12
Horário: 9h
Local: Praça da Paz, com alunos da Emeb Saturnino Rangel Mauro, Arariguaba

Data: 19/12
Horário: 14h
Local: Lar João XXIII

Data: 26/12
Horário: 14h
Local: Biblioteca Pública Municipal “Major Walter dos Santos Paiva”

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

VÍDEOS: Rio Iconha transborda, derruba ponte, isola comunidades e arrasta carros e móveis pela rua

Publicado

por

 

A cidade de Iconha está totalmente alagada, desde comunidades como Bom Destino até o centro da cidade, com rio Iconha estando mais de cinco metros acima do nível normal. A água invadiu as ruas da região central, arrastou carros, móveis e eletrodomésticos para o meio da rua. Até o Hospital da cidade está alagado.

A Defesa Civil do Município ao perceber que o Rio Iconha tinha o seu nível bastante elevado com possibilidade de aumentar ainda mais, emitiu comunicado solicitando que a população ribeirinha deixasse suas casas, no intuito de evitar uma possível tragédia.

Muitas casas estão completamente alagadas, e a força da água arrastou móveis e eletrodomésticos para o meio da rua. Em alguns vídeos divulgados por moradores de diversas comunidades, é perceptível a força da correnteza que tomou conta das ruas e acabou deixando ilhadas algumas comunidades.

A ponte que liga as comunidades de Bom Destino a Crubixá foi arrancada do lugar pela força d’água. A comunidade de Inhaúma está ilhada e o acesso a outras localidades está comprometido.

Leia mais:  Rearmamento da Guarda Municipal de Cachoeiro passará por projeto de lei

Ainda não há contagem por parte da Prefeitura no número de desabrigados, mas eles existem. E o município já providencia auxílio para as famílias que necessitarem.

A Prefeitura de Iconha, quando iniciou a chuva, emitiu a seguinte nota:

Chove muito nas cabeceiras do Rio em Iconha, é preciso tomar precaução, muita água descendo, já passou por cima da ponte, alerta máximo.

Informamos que devido às fortes chuvas, o Rio Iconha começou a subir com um volume de água necessário para toda a população ficar em alerta, visto que a chuva ainda é constante nas cabeceiras e a previsão é de permanência de chuva forte que pode provocar alagamentos.

A Prefeitura Municipal informa que a sua equipe se encontra em alerta e em monitoramento contínuo. Quaisquer dúvidas, ou emergência, favor acionar diretamente a Defesa Civil Municipal através do número: (28) 99921-4323.

Alertamos ainda para o cuidado com as informações compartilhadas a fim de que notícias falsas não acarretem descontrole da real situação do nosso município e da população.

Posteriormente, com a elevação do nível do rio, outra nota foi emitida pela Prefeitura.

Leia mais:  Prazo para matrículas novas na rede municipal de ensino de Cachoeiro via internet termina neste domingo (8)

Fonte: Da Hora ES

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana