conecte-se conosco

Cidades

Pesquisa: Elieser é o favorito, João Altoé e Luciano Quintino são os mais rejeitados

Publicado

O ex-prefeito Elieser Rabello (MDB) é o favorito na disputa às próximas eleições em Vargem Alta, enquanto o atual prefeito e o presidente da Câmara, João Altoé (PSDB) e Luciano Quintino (SDD), respectivamente, são os mais rejeitados pelo eleitorado, conforme pesquisa realizada pelo Portal Hoje ES em parceria com a Rádio Cachoeiro FM.

Elieser Rabello aparece com 50,75% das intenções de voto e está com quase 40% à frente de seu principal adversário, o atual prefeito João Altoé (PSDB), que obteve 11% na menção estimulada do levantamento.

Na terceira colocação aparece o presidente da Câmara de Vargem Alta, Luciano Quintino (SDD), com 2,75%, seguido pelo ex-prefeito Adelson Fardin (PSD) e pelo empresário Alan da Farmácia (DEM), ambos com 2%.

O vereador Darli Fassarella (PSB) aparece na quinta colocação com 1,75%; na sexta colocação vem o empresário Pedro Enock Milanezi (PSDB) com 1%; o diretor presidente do Idaf no Estado, Mário Louzada (PSB), teve 0,75% das intenções de votos, e na oitava colocação, com 0,5% dos votos, aparece o empresário Cristiano Bravin (PRP).

Os pré-candidatos Uilder Ferreira (Cidadania), Mirim (PP), Vanderson Gaburo (MDB) e Rodrigo PM (Patriotas) aparecem na amostragem com 0,25% das intenções de votos, enquanto Flávio Altoé (Cidadania), Leila David (PRP), Kaki (PDT) e Capitão Givaldo Panetto (PSDB) não foram citados na pesquisa. Os indecisos somam 26,5% dos entrevistados.

Na versão espontânea do levantamento feito pelo Portal Hoje ES e pela Rádio Cachoeiro FM, na qual o eleitor cita o nome do pré-candidato, 57,5% dos entrevistados se disseram indecisos ou não responderam a pergunta.

Nesse demonstrativo, 27,5% dos eleitores declararam voto em Elieser Rabello, que mais uma vez aparece liderando a corrida eleitoral, seguido por João Altoé com 7,75%, por Adelson Fardin com 1,75%, Alan da Farmácia com 1%, Luciano Quintino com 0,75%, Bosquinho e Cristiano Bravim com 0,50%.

Aparecem ainda na pesquisa com 0,25% os nomes de Uilder Ferreira, Charles Grolla, Mosquini, Capitão Givaldo Panetto, Pedro Enock Milanezi, Cláudio Pazetto, Mirim e Rodrigo PM. Um total de 0,75% declararam voto branco ou nulo.

Rejeição
A pesquisa também mediu o índice de rejeição dos possíveis candidatos, ou seja, em quem o eleitor não votaria se as eleições fossem hoje, com um total de 38% dos entrevistados se declarando indecisos.

O atual prefeito João Altoé é o mais rejeitado do eleitorado com 21%, seguido pelo presidente da Câmara, Luciano Quintino com 15,5%, Alan da Farmácia com 6%. Os ex-prefeitos Elieser Rabello e Adelson Fardin dividem a quarta colocação da rejeição, com somente 2,5% do eleitorado afirmando que não votariam neles de forma alguma.

Pedro Enock Milanezi e Mário Louzada são rejeitados por 2,25% dos entrevistados, enquanto Darli Fassarella é rejeitado por 2%, Flávio Altoé por 1,75%, Kaki por 1,25%; Mirim, Capitão Givaldo Panetto e Rodrigo PM aparecem com 1% de rejeição; Uilder tem 0,75%; Vanderson Gaburo e Leila David aparecem com 0,50% e Cristiano Bravim tem 0,25%.

A pesquisa foi realizada nos dias 8 e 9 de novembro. Foram ouvidas 400 pessoas na sede, distritos e principais comunidades de Vargem Alta, utilizando metodologia científica, com questionários divididos conforme o último censo do IBGE. A pesquisa tem margem de erro de 4,8% e confiabilidade de 95%. O levantamento não foi registrado, pois até o dia 31 de dezembro deste ano o Tribunal Regional Eleitoral (TER-ES) dispensa o registro de pesquisas, sendo obrigatório somente a partir de 2020.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Calçadão da Beira Rio terá mais acessibilidade e novos atrativos

Publicado


.
Rampas de acesso estão sendo construídas ao longo da via; projeto prevê instalação de mais equipamentos de academia
Foto: Projeto/PMCI

O calçadão da avenida Beira Rio, em Cachoeiro de Itapemirim, terá mais recursos de acessibilidade e novos atrativos de esporte e lazer. O local passa por reforma, desde novembro do ano passado, com o objetivo de proporcionar melhores condições para pedestres e praticantes de atividades físicas.

Estão sendo construídas quatro rampas de acesso, sendo três delas ao longo da via – em frente às faixas de pedestres – e uma na parte da calçada que faz cruzamento com a ponte Juscelino Kubitschek. Outra melhoria em acessibilidade é a colocação de piso tátil (faixa em alto-relevo que auxilia na locomoção) por toda a extensão do calçadão.

Nas últimas semanas, foram iniciadas intervenções em uma área em frente ao Teatro Municipal Rubem Braga, onde haverá bancos, equipamentos de academia e um espaço aberto para prática de exercícios físicos. Além disso, está sendo feita uma pequena plataforma elevada, na qual, profissionais de educação física poderão se colocar para dar instruções a alunos, durante atividades ao ar livre.

Em junho, também foi iniciada a aplicação de granilite no calçadão, material mais apropriado para a prática de caminhada que o antigo piso de pedras portuguesas. O projeto prevê, ainda, recuperação dos guarda-corpos e melhorias em iluminação e jardinagem.

A reforma é divida em dois trechos: o primeiro tem início na altura do acesso à rua Bernardo Horta e termina na ponte de pedestres Rosalina Despoli; o segundo, segue da ponte Rosalina Despoli até a altura do Teatro Rubem Braga. A expectativa é de que o trabalho de concretagem e de acabamentos estruturais nas duas partes seja concluído nos próximos 45 dias.

“A reforma do calçadão da Beira Rio é uma demanda de longa data da população cachoeirense. Nós estamos trabalhando, com responsabilidade, para entregar instalações de qualidade e mais acessíveis a todos. Enquanto as obras acontecem, pedimos às pessoas que passarem pelo local que respeitem a sinalização para não passar pela área das intervenções – e, de preferência, que evitem sair de casa durante a pandemia”, afirma o prefeito Victor Coelho.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana