conecte-se conosco


Grande Vitória

Planetário de Vitória faz 27 anos e tem programação especial de aniversário

Publicados

em

Planetario de Vitória - Foto: Diego Alves

Promover a elaboração, adaptação e aperfeiçoamento de metodologias e atividades do ensino de Astronomia e Ciências. Oferecer plantão pedagógico on-line, ensino a distância e material para consulta e apoio para professores da Educação Básica de cursos presenciais e semipresenciais. Estimular e apoiar a formação de centros regionais de difusão e popularização da ciência e tecnologia em municípios do Espírito Santo, em especial da Astronomia. Promover visitas monitoradas para escolas com agendamento on-line.

Há 27 anos, o Planetário de Vitória difunde a ciência e o conhecimento na capital capixaba e em todo o Estado. Destino de incontáveis saídas pedagógicas de escolas, o Centro de Ciência, Educação e Cultura faz parte da memória afetiva de muitos estudantes, professores e apaixonados pela Astronomia desde 23 de junho de 1995.

“O Planetário de Vitória é o primeiro dos seis Centro de Ciência, Educação e Cultura que temos em nossa capital, isso é um marco. É um equipamento público que cumpre um papel importantíssimo na difusão do conhecimento e no incentivo à ciência. Ele nasceu também desse desejo de tornar a ciência acessível e de fazer de Vitória uma cidade educadora. É com muito orgulho que comemoramos essa data, tenho certeza que o Planetário fez parte da história de muitos estudantes e certamente continuará fazendo, por muitos anos”, destacou a secretária de Educação de Vitória, Juliana Rohsner.

Para comemorar a data, tem programação especial, gratuita e aberta ao público.

Planetario de Vitória – Foto: André Sobral

Programação

São dois horários de programação gratuita e aberta ao público. Pela manhã, a partir das 8 horas, tem o lançamento nas redes sociais do Planetário do post “Com quem você visitou o Planetário e em que ano?” Conte a sua história com o Planetário nas redes!

Além disso, a Escola de Inovação entrega um presente ao Planetário. Haverá ainda apresentação do acervo físico: planetas táteis; sistema solar em escala; painel de evolução do universo; e buraco negro.

À tarde, a partir das 15 horas, tem abraço simbólico no Planetário com as participação das escolas agendadas e apresentação do acervo físico.

Como tudo começou

A astronomia é uma das ciências mais antigas praticadas pela humanidade. Desde a Antiguidade a observação das estrelas se faz presente entre as civilizações. Muitos séculos de estudo e acúmulo de conhecimento depois, o projeto de criação do Planetário de Vitória tem sua origem nos primeiros anos da década iniciada em 1980, quando, pela primeira vez, a Associação Astronômica Galileu Galilei (AAGG), uma associação de astrônomos amadores, sediada na capital capixaba, apresentou à Prefeitura Municipal de Vitória uma proposta de aquisição, pela PMV, de um projetor planetário e sua instalação no município. Nessa época, contudo, não houve condições de o projeto ser implementado.

Ao longo daquela mesma década, porém, aconteceu um evento astronômico marcante: a passagem do cometa Halley próximo ao Sol e à Terra, no final de 1985 e início de 1986. Graças a esse evento que, à época, teve grande repercussão junto ao público e à mídia, a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) mobilizou esforços no sentido de atender ao grande interesse da comunidade pelo evento, construindo um observatório astronômico didático, o Observatório Astronômico da UFES (OA-Ufes), no campus de Goiabeiras, sob a responsabilidade do Departamento de Física. No observatório, foi instalado o telescópio Zeiss Meniscas-Cassegrain, com espelho de 15 cm, que já estava na universidade há alguns anos. O Observatório foi então inaugurado em fevereiro de 1986, bem a tempo de observar o cometa Halley durante aquela passagem, a próxima só ocorrerá em 2061!

Após a inauguração do OA-Ufes, naquele mesmo ano de 1986, por meio do projeto de extensão “Observações Astronômicas”, a Universidade começou a prestar um serviço regular de atendimento à população em sessões semanais de visitação e observação do céu, das quais participavam professores do Departamento de Física, membros da Associação Astronômica Galileu Galilei e estudantes.

Graças ao sucesso na execução do projeto Observações Astronômicas, o projeto de criação do Planetário de Vitória foi retomado, buscando o apoio de outras instituições públicas, como a PMV e o governo do Espírito Santo.

O projeto sai do papel

A Ufes, via Ministério da Educação, adquiriu o projetor planetário, modelo Zeiss ZKP-2P, e a Prefeitura de Vitória construiu o prédio, com uma sala de projeção em cúpula de 10 metros de diâmetro para instalação do projetor. O Planetário de Vitória foi, assim, inaugurado em 23 de junho de 1995 no campus de Goiabeiras, próximo ao Observatório Astronômico, iniciando suas atividades a partir desta data.

No âmbito da Ufes, desde sua criação, o Planetário está vinculado ao Centro de Ciências Exatas e ao Departamento de Física, incumbido de indicar o seu Diretor Técnico-Científico dentre os professores do Departamento atuantes na área da Astronomia e Astrofísica.

No âmbito da PMV, faz parte da Secretaria Municipal da Educação, sendo o primeiro Centro de Ciência, Educação e Cultura do município (CCEC). Mais tarde, vieram a Praça da Ciência, a Escola da Ciência – Física, a Escola da Ciência – Biologia e História. E, mais recentemente, a Escola de Inovação e o Centro de Línguas.

A partir de 2002, após um reforço na equipe, com mais professores efetivos da Seme e maior número de planetaristas e estagiários, o Planetário de Vitória passou a diversificar bastante suas atividades, oferecendo, além das tradicionais sessões de planetário, também diversas outras, como oficinas, minicursos, palestras, cursos de formação continuada para professores, exposições e eventos científico-culturais diversos. Atualmente, o Planetário vem atendendo a um público anual entre 20 a 30 mil pessoas.

Laboratório de ensino e difusão científica, o espaço busca integrar-se à sociedade, estabelecer parcerias e angariar apoio visando a cumprir sua missão educacional da maneira mais ampla possível, buscando levar a cultura técnico-científica a uma parcela cada vez mais ampla da população, contribuindo, assim, para o desenvolvimento sócio-cultural e exercício da cidadania em nosso estado e país.

SERVIÇO

Planetário de Vitória: 27 anos de histórias

Quando: 23 de junho, às 8h e às 15 horas

Programação

Manhã

– lançamento nas redes sociais do Planetário do post “Com quem você visitou o Planetário e em que ano?”

– Escola de Inovação entrega um presente ao Planetário.

– apresentação do acervo físico: planetas táteis; sistema solar em escala; painel de evolução do universo; e buraco negro.

Tarde

– abraço simbólico no Planetário com as participação das escolas agendadas.

– apresentação do acervo físico: planetas táteis; sistema solar em escala; painel de evolução do universo; e buraco negro.

Onde: Av. Fernando Ferrari, 514. Campus de Goiabeiras da Ufes. Próximo ao laguinho da universidade.

Entrada gratuita.

Comentários Facebook
Propaganda

Grande Vitória

Feira para pets em Vitória terá desfile, recreação, palestras e adoção de animais

Publicados

em

Por

Diversos expositores de produtos e serviços para pets apresentarão suas novidades na terceira edição da Pet Fair ES, que será realizada neste final de semana, 25 e 26 de junho, no Centro de Convenções de Vitória. Ainda mais completa neste ano, a feira terá palestras, recreação, competição de tosadores, “aurraiá” e desfile de pets e tutores. Além disso, a Prefeitura de Vitória oferecerá serviços gratuitos, como vacinação antirrábica e cadastro para castração social de animais, para moradores da capital.

Uma das atrações mais disputadas será o Pet Show, um desfile à fantasia dos pets e seus tutores. Outro destaque, o “aurraiá”, terá desfile de pets, com casal caipira, noiva e noivo, todos vestidos e penteados pela Moni Moda Pet e pelo groomer Fernando Soares. O desfile terá a participação especial de uma cachorra da raça Puli, originária da Hungria com pelagem encordoada, com dreadlocks naturais.

Outra atração será a batalha de Groomers, uma disputa realizada em todo o país com alto nível de profissionalismo. Aqui no Estado é uma iniciativa pioneira da Pet Fair promover essa competição de tosadores.

Batalha de Groomers

Como já é tradição, terá o evento de adoção de pets, com animais cuidados pela ONG Patinhas da Vila e pelo Instituto Aumigo de Livros. Cerca de 30 animais, entre cães e gatos, estarão à espera de um novo lar. Os pets serão entregues vermifugados, castrados e com as vacinas em dia. As famílias que adotarem os pets ganharão um mini ensaio de fotos, após a feira.

Uma mesa-redonda também faz parte da programação. A socializadora e representante do IRIS (Instituto de Responsabilidade e Inclusão Social), Lara Zanon, abordará o tema cão-guia, apresentando das fases da seleção até a entrega ao usuário, sobre a lei e decreto que regulamenta os cães-guias, o trabalho da família socializadora e o que mudou na vida delas. Já a coordenadora do Projeto Animais Terapeutas, Fernanda de Toledo Vieira, abordará sobre a importância do cão terapeuta, mostrará dados e apresentará casos.

A programação da Pet Fair ES contará, ainda, com uma jornada científica para profissionais da área e estudantes de Medicina Veterinária. Serão abordados temas diversos como: o papel do médico veterinário na terapia com animais; alterações hormonais benefícios e consequências da castração; qual a melhor dieta para o pet, comercial ou caseira, dentre outros.

E os bichinhos terão um espaço especial para a diversão no evento. O ambiente terá piscina de bolinhas e cama elástica, com toda a recreação sendo acompanhada por monitores durante o evento.

Também na Pet Fair acontecerá o encontro de várias raças de cachorros. Tutores de poodles, schnauzers, yorks, american bullies e chihuahuas vão levar seus animais e terão um ponto de encontro para eles se reverem e conhecerem novos amigos.

Outra novidade desta edição é a Pet Fair Premia, uma premiação para os profissionais e empresas mais lembrados pelas pessoas numa pesquisa de recall, promovida pela Realiza Editora & Eventos. Foram listadas 27 categorias e os entrevistados responderam, de forma espontânea, quais marcas lhes vinham à cabeça. A entrega da premiação, um troféu da designer Vivian Chiabay, será realizada no evento.

A feira pet contará com a participação especial do biólogo e aventureiro Richard Rasmussen, que há 16 anos leva a natureza e diferentes culturas do planeta para a televisão. Como um conhecedor do meio ambiente e culturas nativas, da fauna, de comportamento animal e ecologia, se relaciona de forma espontânea e irreverente com os bichos.

Saiba mais:

Pet Fair ES

Evento com novidades em produtos e serviços para animais de estimação. Terá recreação, competição de tosadores, “aurraiá”, ciclo de palestras e desfile de pets e tutores.

Local: Centro de Convenções de Vitória

Data: 25 e 26 de junho, a partir das 13h

Programação

Evento de adoção

Sábado, 25: das 13h às 21h (Instituto Aumigo de Livros)

Domingo, 26: das 13h às 20h (Patinhas da Vila)

Pet Show (desfile à fantasia)

Sábado às 19h – Aurraiá: desfile de pets

Domingo às 18h – Pet show: desfile de pets

Pet Place

Sábado

18h – Mesa-redonda sobre cão-guia, fases da seleção do cão, entrega ao usuário, equipamentos utilizados em fase de socialização, treinamento, trabalho da família socializadora e o que muda na vida deles. Palestrante: coordenadora do instituto IRIS no ES, Lara Zanon.

Mesa-redonda sobre Cão terapeuta, importância do cão terapeuta, dados e casos bem sucedidos. Palestrante: coordenadora do Projeto Animais Terapeutas, Fernanda de Toledo Vieira.

Domingo

Palestra sobre Marketing digital para o mundo pet.

Palestrante: Débora Herzog

Pet Fun (recreação para pets)

Sábado e domingo, a partir das 13h

Batalha de Groomers

Disputa entre profissionais e iniciantes

Domingo, das 16h às 18h.

Pet Educa (seminário para profissionais e estudantes de Medicina Veterinária)

Sábado, das 14h às 14h45

Castração: alterações hormonais, benefícios e consequências

Monique de Araújo Lázaro

14h50 – 15h35 Semiotécnica oftálmica para o olho vermelho em cães

Cristiane dos Santos Honso

15h40 – 16h25

Dirofilariose: qual impacto no coração?

Laura Monteiro de Castro Conti

16h40 – 17h25

Terapia com animais: o papel do médico veterinário

Fernanda de Toleto Vieira

Flaviana Lima

17h30 – 18h15

Particularidades na ultrassonografia da cadela com piometra

Juliano Izidoro

18h20 – 19h05

Dieta comercial ou dieta caseira: qual é a melhor

Camila Goloni

Ingressos: R$ 10,00

Podem ser adquiridos com antecedência pelo link https://www.sympla.com.br/evento/pet-fair-es-2022/

Informações: 3314-5117 ou pelo site www.petfaires.com.br.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana