conecte-se conosco

Ciência e Tecnologia

Plataforma permite que famosos vendam mensagens para fãs por R$500

Publicado

source
okanal famosos arrow-options
Captura de tela

Okanal conecta famosos e fãs


Já pensou em pedir para o Marcos Pasquim gravar um vídeo para sua mãe? Ou para a Gretchen falar algumas zoeiras para seus amigos? É justamente isso que a plataforma Okanal visa realizar. Por lá, 250 famosos brasileiros vendem vídeos para fãs, em valores que variam de R$50 a R$500. 

Funciona assim: o usuário acessa o site da plataforma , encontra o famoso desejado e detalha para quem o vídeo será destinado e sobre o que você quer que aquela celebridade fale – pode ser uma mensagem para alguém querido ou um pedido de leitura de algum texto específico. Depois de pagar, é só esperar o conteúdo (um vídeo de no mínimo 30 segundos) chegar por email. 

Leia também: Sem likes: Facebook também começa a esconder número de curtidas

Em seu vídeo na plataforma , Thiago Lacerda definiu Okanal como “mais uma ferramenta de aproximação entre o artista e o público”. Bela Gil, por sua vez, se disse feliz em poder dar dicas de culinária personalizadas para as pessoas. 

Celebridades da plataforma

Por enquanto, Okanal conta com um casting de 250 celebridades e subcelebridades, entre atores, cantores, youtubers , chefs e atletas. Cada famoso decide quanto vai cobrar por cada vídeo, e pode alterar o preço de acordo com a demanda. 

Leia também: Youtubers famosos têm suas contas roubadas; veja com se proteger

Dentre os famosos que cobram mais caro, estão Adriane Galisteu, Henri Castelli, Marcos Pasquim, Thiago Lacerda e Gretchen, que cobram R$500 por vídeo. Giovanna Antonelli cobra R$250, mesmo preço de Thammy Miranda. 

Dentre as celebridades mais humildes, estão os atores Jessica Barbosa e Breno Santos, que cobram R$50 reais por mensagem gravada.

Comentários Facebook
publicidade

Ciência e Tecnologia

Elon Musk afirma que Tesla terá carros completamente autônomos em 2020

Publicado


source

Olhar Digital

elon musk
Reprodução

Posteriormente, a Tesla afirmou que conseguiria carros autônomos em outros períodos


O CEO da Tesla , Elon Musk, afirmou durante a abertura da Conferência Mundial de Inteligência Artificial (WAIC), em Shanghai, na China, que sua empresa está “muito próxima” da tecnologia necessária para produzir carros completamente autônomos, o que é conhecido na indústria como “autonomia nível 5”.


“Estou extremamente confiante que o nível 5, essencialmente autonomia completa, irá acontecer, e muito rapidamente”, disse o executivo durante uma participação via videoconferência na abertura do evento. “Tenho confiança de que completaremos os recursos básicos para autonomia nível 5 ainda neste ano”, afirmou.

A tecnologia de direção autônoma é classificada em níveis, de acordo com as capacidades do veículo. Um Tesla com Autopilot, um dos sistemas mais sofisticados atualmente disponíveis, é classificado como nível 2 ou “Hands-Off”. Ou seja, o motorista pode tirar as mãos do volante, mas deve estar preparado para retomar o controle a qualquer momento.


Um táxi autônomo, como os da Waymo, é nível 4 ou “Mind-Off”. O veículo pode se conduzir sozinho, mesmo que o motorista não esteja prestando nenhuma atenção ao trajeto ou dormindo.

Um veículo nível 5 ou “Full Self Driving” (FSD, Completamente Autônomo) dispensaria completamente a presença do motorista em qualquer situação no trânsito.

Não é a primeira vez que a Musk promete que a direção completamente autônoma chegará aos veículos da Tesla “em breve”.

O executivo passou boa parte de 2019 prometendo que sua empresa iria iniciar um serviço de táxis robotizados, completamente autônomos, já em 2020, data que foi recentemente modificada para “2021, em alguns mercados”.

De fato, a Tesla já vende carros com um pacote de hardware necessário para FSD, embora o software não esteja disponível. Em abril deste ano a empresa anunciou a intenção de oferecer o recurso como um serviço por assinatura, reduzindo o custo para adoção da tecnologia.

“Em nossa visão, comprar o FSD é um investimento no futuro, e estamos confiantes que é um investimento que se paga para o consumidor”, disse Elon Musk . “Acho que o FSD é uma opção que as pessoas não se arrependerão em ter”.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA NACIONAL

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana