conecte-se conosco


Polícia

PM deflagra Operação Saturação Qualificada em morros de Vitória

Publicados

em

 

Na tarde desta segunda-feira (03), a Polícia Militar desencadeou a Operação Saturação Qualificada nos bairros da Penha, Andorinhas e São Benedito, em resposta aos crimes recentemente cometidos em virtude da disputa de territórios por traficantes destas regiões.

A ação contou com o emprego de dois helicópteros do Núcleo de Transporte Aéreo (Notaer), além do reforço das tropas especializadas da Companhia Independente de Missões Especiais (Cimesp), Companhia Independente de Operações com Cães (Cioc) e Força Tática do 1º Batalhão.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Douglas Caus, o objetivo é coibir a atuação destes criminosos que estão ligados à briga pelo tráfico nestes bairros. A operação conta com o trabalho minucioso do Serviço de Inteligência, que mapeia estas rotas de tráfico e identifica os criminosos que estão ostentando e disparando armas de fogo em via pública, aterrorizando as comunidades locais. Feito isso, e de forma pontual, as equipes policiais vão a campo com o intuito de antecipar os ataques por disputa territorial e prender estes indivíduos.

“Nossos policiais se encontram neste momento saturando os bairros Da Penha, Andorinhas e São Benedito, para impedir estes confrontos e prender os criminosos. Um recado importante: para a Polícia Militar não tem conversa com esses indivíduos que tentam dominar a via pública a poder de armas e que atentam contra a vida das nossas tropas. Vamos usar o uso progressivo da força e o resultado pode ser grave para esses infratores”, avisou.

Até às 18h, as equipes tiveram êxito na captura de três indivíduos ligados ao tráfico no bairro da Penha, sendo um deles identificado ostentando armas em São Benedito através de vídeos amplamente divulgados na mídia e redes sociais.

No mês de abril, só no bairro Andorinhas a PM prendeu 17 pessoas e apreendeu seis armas e 450 unidades de drogas.

O comandante-geral também informou que a Operação Saturação Qualificada veio para ficar e será realizada em outras regiões sensíveis do Estado, em áreas com iminência de confronto armado pela disputa do tráfico.

Comentários Facebook
Propaganda

Polícia

DPCA prende suspeito de estuprar a enteada por seis anos

Publicados

em

Por

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) prendeu um homem de 36 anos, suspeito de estuprar a própria enteada há seis anos. A prisão ocorreu, nessa quarta-feira (05), em cumprimento de mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. O local exato da prisão, que ocorreu na Grande Vitória, não será divulgado para preservar a vítima.

O caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil em fevereiro deste ano. As investigações apontaram que a menina, hoje com 13 anos, era molestada sexualmente desde os sete anos de idade, pelo padrasto. “De acordo com a investigação, os abusos aconteciam na residência da família. O padrasto se aproveitava da ausência da mãe para cometer a violência e ameaçava a vítima para que ela não contasse os fatos a ninguém”, relatou o delegado adjunto da DPCA, Diego Bermond.

Após seis anos sofrendo violência sexual, a vítima se mudou para casa de outro familiar, e todos os fatos vieram à tona. O delegado representou pela prisão temporária do investigado, que foi decretada pelo Poder Judiciário. Após os procedimentos de praxe, o capturado foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV). O Inquérito Policial segue em andamento na DPCA.

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana