conecte-se conosco


Brasil

Polícia Civil abre inquérito para investigar morte da criança na creche

A Polícia Civil anunciou a instauração de um inquérito para apurar a morte do menino Theo Cypriano, de 2 anos, que teve uma infecção intestinal após o surto de diarreia em uma creche particular da Praia da Costa, em Vila Velha, no Espírito Santo. A perícia encontrou em uma cervejaria artesanal que fica nos fundos […]

Publicados

em

A Polícia Civil anunciou a instauração de um inquérito para apurar a morte do menino Theo Cypriano, de 2 anos, que teve uma infecção intestinal após o surto de diarreia em uma creche particular da Praia da Costa, em Vila Velha, no Espírito Santo.

A perícia encontrou em uma cervejaria artesanal que fica nos fundos da creche a bactéria Escherichia coli, que pode ter sido a causadora do surto de diarreia. O laudo também apontou que o chafariz da creche estava contaminado com coliformes totais. A creche e a cervejaria artesanal foram interditadas até que as investigações sejam concluídas.

A intenção da polícia agora é saber se houve negligência por parte dos proprietários da creche. O menino morreu no dia 27 de março. Ele estava internado na UTI de um hospital particular de Vila Velha.

Theo estava em estado gravíssimo, que se iniciou com o quadro de diarreia grave, levando a falência dos rins e morte cerebral.

O delegado-geral da Polícia Civil, Darcy Arruda, informou que enviou um comunicado para que a Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa investigue o caso.

O peritos da polícia que irão fazer a perícia na creche estiveram no local por volta de 12h. A polícia não tem prazo para ouvir todas as vítimas.

Segundo uma pessoa da família, a criança já estava internada há nove dias, desde 18 de março. O Centro Educacional continua interditado pela secretaria municipal de Saúde e segue sem previsão de voltar a funcionar.

Até o momento, foram 17 casos notificados. Segundo a prefeitura de Vila Velha, 10 pessoas que tiveram sintomas continuam hospitalizadas, sendo cinco adultos e cinco crianças.

Uma criança continua na UTI em estado grave. Outras 6 crianças apresentaram melhora e estão em casa. Uma criança morreu.

A mesma bactéria foi encontrada em uma pequena fábrica de cerveja que funcionava sem autorização nos fundos da creche. A prefeitura alega que não sabia da existência desse espaço e determinou que a estrutura fosse desmontada.

O laudo do Laboratório Central apontou uma grande quantidade de coliformes totais na água do chafariz onde as crianças brincavam, mas não apontou a presença da bactéria que contaminou as crianças. Segundo a prefeitura de Vila Velha, a água era reutilizada sem tratamento.

Bactéria
Resultados de exames feitos em duas crianças mostraram a presença da forma mais grave da bactéria Escherichia Coli. A mesma bactéria foi encontrada em uma pequena fábrica de cerveja que funcionava nos fundos da creche.

A fabricação era para consumo próprio dos donos da creche e não tinha alvará de funcionamento. A prefeitura alega que não sabia da existência desse espaço.“É uma bactéria muito agressiva que já causou mortes inclusive fora do país. Nós tivemos infelizmente uma vítima aqui. É uma bactéria que produz toxinas. Esse é um surto grave e nós temos que tomar todos os cuidados porque é um problema que não acabou”, aleta o secretário municipal de saúde, Jarbas Ribeiro.

A creche particular segue interditada pela Secretaria Municipal de Saúde de Vila Velha. O laudo do Laboratório Central do Espírito Santo (Lacen) apontou uma grande quantidade de coliformes totais na água do chafariz, onde as crianças brincavam, mas não apontou a presença da bactéria que as contaminou.

Segundo a Prefeitura de Vila Velha, a água era bombeada de uma cisterna até o brinquedo. Em seguida, a água era drenada, voltava para a cisterna.

O secretário municipal de Saúde, Jarbas Ribeiro, também não descartou a hipótese do aparecimento de mais casos com a bactéria. “É preciso tomar muito cuidado com a higiene das crianças dentro de casa para evitar a transmissão domiciliar”, explicou.

De acordo com a Secretaria, uma das crianças que estava internada e recebeu alta precisou voltar para a internação após complicações.

Caso
Os primeiros casos apareceram no dia 12 de março e, desde que o caso começou a ser divulgado na imprensa, mais famílias de alunos têm entrado em contato a Vigilância Epidemiológica para passar informações.

Até o momento, sabe-se que 12 crianças apresentaram algum sintoma e também cinco funcionários da creche, sendo três professores.

A escola está fechada a pedido da prefeitura desde terça-feira (26), para que não ocorram mais contaminações entre os alunos.

Um quiosque também foi investigado, pois é o local onde duas crianças comeram batata frita e beberam água de coco antes de começarem a apresentar os sintomas.

Apesar da investigação, o local continua aberto porque, a princípio, a vigilância não encontrou qualquer indício de contaminação e também não houve qualquer outra reclamação.

Comentários Facebook
Propaganda

Brasil

Covid-19 no RJ: 402 óbitos e 4.675 casos confirmados até este domingo (19)

Publicados

em

Por

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informou que até este domingo (19) são 4.675 casos confirmados de pessoas infectadas por coronavírus no estado. Destas, 402 morreram com a Covid-19. Há ainda 185 óbitos em investigação. Os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira:

Rio de Janeiro – 3.126
Niterói – 212
Duque de Caxias – 182
Nova Iguaçu – 171
Volta Redonda – 146
São Gonçalo – 105
São João de Meriti – 80
Belford Roxo – 69
Petrópolis – 67
Mesquita – 59
Itaboraí – 42
Maricá – 38
Magé – 33
Nova Friburgo – 29
Nilópolis – 26
Macaé – 19
Araruama – 18
Teresópolis –17
Queimados – 15
Barra Mansa – 14
Rio das Ostras – 13
Resende – 12
São Pedro da Aldeia – 12
Casimiro de Abreu – 11
Barra do Piraí – 10
Cabo Frio – 10
Angra dos Reis – 8
Itaguaí – 8
Paracambi – 8
Campos dos Goytacazes – 7
Iguaba Grande – 6
Rio Bonito – 6
Bom Jesus de Itabapoana – 5
Japeri – 5
Mangaratiba – 5
Miguel Pereira – 5
Tanguá – 5
Três Rios – 5
Armação de Búzios – 4
Bom Jardim – 4
Cachoeiras de Macacu – 4
Paraty – 4
Seropédica – 4
Arraial do Cabo – 3
Guapimirim – 3
Itaperuna – 3
Paraíba do Sul – 3
Quissamã – 3
São Fidélis – 3
Sapucaia – 3
Saquarema – 3
Paty do Alferes – 2
Piraí – 2
Porto Real – 2
Quatis – 2
São Francisco de Itabapoana – 2
Valença – 2
Areal – 1
Cantagalo – 1
Carapebus – 1
Itatiaia – 1
Mendes – 1
Pinheiral – 1
Porciúncula – 1
Rio das Flores – 1
São João da Barra – 1
Silva Jardim – 1

A secretaria confirma neste domingo mais quinze óbitos por coronavírus no estado. As 402 vítimas foram registradas nos seguintes municípios:

Rio de Janeiro – 245
Duque de Caxias – 35
Niterói – 14
Nova Iguaçu – 13
São João de Meriti – 8
Belford Roxo – 7
Mesquita – 7
São Gonçalo – 7
Itaboraí – 6
Petrópolis – 6
Volta Redonda – 6
Macaé – 4
Maricá – 4
Rio das Ostras – 4
Magé – 3
Tanguá – 3
Barra do Piraí – 2
Iguaba Grande – 2
Itaguaí – 2
Mangaratiba – 2
Rio Bonito – 2
Resende – 2
São Pedro da Aldeia – 2
Sapucaia – 2
Araruama – 1
Arraial do Cabo – 1
Barra Mansa – 1
Bom Jardim – 1
Bom Jesus de Itabapoana – 1
Cachoeira de Macacu – 1
Campos dos Goytacazes – 1
Japeri – 1
Miguel Pereira – 1
Nova Friburgo – 1
Paraty – 1
Queimados – 1
São Francisco de Itabapoana – 1
Teresópolis – 1

Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Comentários Facebook

Continue lendo

CIDADES

ESTADO

POLÍTICA

ENTRETENIMENTO

Mais Lidas da Semana